Casa de Rui Barbosa inscreve até hoje para mestrado em Memória e Acervos

Seleção para curso gratuito, com duração de dois anos, recebe inscrições até hoje.

Seleção para curso gratuito, com duração de dois anos, recebe inscrições até esta segunda-feira (13).

A Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB) recebe até esta segunda-feira (13) inscrições para edital que oferece até 16 vagas para a turma 2019 de seu Curso de Mestrado Profissional em Memória e Acervos.

O curso é gratuito, com duração de dois anos, e tem como principal objetivo a formação de gestores, profissionais e pesquisadores que atuam com acervos públicos e privados de natureza arquivística, museológica ou bibliográfica, sendo também aberto a estudantes recém-egressos da graduação e ao público em geral em busca de formação profissional na área. As aulas acontecem de segunda a sexta, das 18h às 22h.

O Programa de Pós-Graduação em Memória e Acervos possui duas linhas de pesquisa: “Patrimônio Documental: Representação, Gerenciamento e Preservação de Espaços de Memória”; e “Práticas Críticas em Acervos: Difusão, Acesso, Uso e Apropriação do Patrimônio Documental Material e Imaterial”.

As inscrições podem ser feitas no site da FCRB. É exigido comprovante de pagamento de taxa no valor de R$ 100. Para mais detalhes, leia o Edital de Seleção.

Fundação Casa de Rui Barbosa inscreve para mestrado em Memória e Acervos

Seleção para curso gratuito, com duração de dois anos, recebe inscrições até 13 de agosto.

Seleção para curso gratuito, com duração de dois anos, recebe inscrições até 13 de agosto.

A Fundação Casa de Rui Barbosa (FCRB) lançou edital que oferece até 16 vagas para a turma 2019 de seu Curso de Mestrado Profissional em Memória e Acervos.

O curso é gratuito, com duração de dois anos, e tem como principal objetivo a formação de gestores, profissionais e pesquisadores que atuam com acervos públicos e privados de natureza arquivística, museológica ou bibliográfica, sendo também aberto a estudantes recém-egressos da graduação e ao público em geral em busca de formação profissional na área. As aulas acontecem de segunda a sexta, das 18h às 22h.

O Programa de Pós-Graduação em Memória e Acervos possui duas linhas de pesquisa: “Patrimônio Documental: Representação, Gerenciamento e Preservação de Espaços de Memória”; e “Práticas Críticas em Acervos: Difusão, Acesso, Uso e Apropriação do Patrimônio Documental Material e Imaterial”.

As inscrições estão abertas até 13 de agosto no site da FCRB. É exigido comprovante de pagamento de taxa no valor de R$ 100. Para mais detalhes, leia o Edital de Seleção.

Museus Ibram participam da Semana Nacional de Arquivos

Acontece, entre os dias 5 e 10 de julho, a 1ª Semana Nacional de Arquivos. O evento, baseado no sucesso da Semana de Museus, é organizado pelo Arquivo Nacional em parceria com a Fundação Casa de Rui Barbosa e visa ampliar a visibilidade dos arquivos e sua inserção na sociedade.

As instituições interessadas em participar devem se inscrever até o dia 30 de maio aqui. O Museu Histórico Nacional e o Museu da República, ambos no Rio de Janeiro, já se inscreveram para participar da Semana.

O Museu Histórico Nacional realiza, no dia 6 de junho, às 14h, a palestra “Paleografia de Manuscritos do Brasil”, com o Prof. Dr. Franklin Leal. A Paleografia é uma ciência que causa fascínio ao abordar a história da evolução da escrita, das letras e dos números. Seu estudo é fundamental nas áreas de História, Filologia, Arquivologia, Museologia e Biblioteconomia. Considerando que o Brasil reúne o maior acervo de manuscritos da América Latina, o evento tem como objetivo debater a relevância da prática de transcrições paleográficas no país.

Diversas atividades foram programadas pelo Museu da República. Ao longo da semana, ficarão expostos no saguão do Palácio, documentos dos arquivos do Museu. No dia 6, haverá uma visita técnica ao Arquivo Histórico. São 15 vagas e as inscrições devem ser feitas através do e-mail mr.arquivo@museus.gov.br. Também o Cineclube Silvio Tendler será sobre o tema e acontece, no dia 7, a mesa-redonda A poética do arquivar-se, mediada pelo museólogo Mario Chagas, com apresentações de Luiz Claudio da Costa, Isabel Portella e os artistas do Coletivo Filé de Peixe. Toda a programação da Semana Nacional de Arquivos pode ser encontrada aqui.