Página 31 de 32« Primeira...1020...2829303132

Brasil Africano em exposição no Conjunto Cultural da República

O Museu Nacional da República apresenta até o dia 13 de junho a exposição O Brasil Africano. Em parceira com a Universidade de Brasília (UnB) e a Petrobras, a mostra é composta por mapas e fotos pesquisados e organizados pelo professor Rafael Sanzio Araujo dos Anjos.

A exposição faz parte do Projeto Geografia Afro-Brasileira Educação & Planejamento do Território, cujo principal objetivo é caracterizar e interpretar espacialmente as estruturas existentes na formação do Brasil e da sua população, tomando como referência os aspectos geográficos da herança africana no território brasileiro.

Visitação de terça a domingo, das 9h às 18h30. O agendamento de visitas monitoradas deve ser realizado pelos telefones: (61) 3325-6410 ou 3325-5220.

O Museu Nacional do Conjunto Cultural da República fica no STRVS, Brasília-DF. Informações: quilombo@unb.br ou www.unb.br/ih/ciga

Programação especial sobre o Rio Paraíba do Sul no MAM de Resende

O Museu de Arte Moderna de Resende apresenta, de 21 de maio a 16 de julho, das 9h às 17h30, a exposição Rio Paraíba do Sul: desafio para a vida. No dia 25 de maio, às 9h, será ministrada uma palestra com o mesmo tema, pela professora Andréa Auad Moreira, arquiteta e urbanista.

A mostra comemora o o Ano Internacional da Biodiversidade e propõe uma reflexão sobre a importância e a realidade do curso d’água que corta os três estados do país, banhando e abastecendo de água 186 municípios e milhões de pessoas.

Durante a mostra haverá projeção de um documentário sobre o Rio Paraíba no Plenário da Câmara Municipal, agendada para escolas e outros grupos.

Para completar as atividades, acontecerá no dia 22 de maio, às 9h, a Ação Ecológica, onde estudantes farão limpeza dos pilares das pontes e margens do rio, promovida pela Academia Militar das Agulhas Negras.

O MAM Resende fica na Rua Dr. Cunha Ferreira, 104, Centro, Resende-RJ. Informações: (24) 3360-6155/4470 ou mam.resende@gmail.com.

Início do Evento: 21/05/2010
Término do Evento: 16/06/2010

Mostra fotográfica aborda realidade de escolas latino-americanas

O Memorial da América Latina, na Barra Funda-SP, apresenta até o dia 29 de maio a exposição fotográfica A Educação é um Direito: pela Não Discriminação na América Latina e no Caribe. Com curadoria da fotógrafa Maíra Soares, a mostra reúne 35 imagens que expõem as diferenças e semelhanças entre escolas da América Latina. Após a exposição no Brasil, as fotos serão exibidas em outros países da América Latina e Caribe.

A visitação pode ser feita de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e aos sábados, das 9h às 15h.

O Memorial da América Latina fica na Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda-SP. Informações: (11) 3823-4600.

Início do Evento: 03/05/2010

Término do Evento: 29/05/2010

Exposição conta a História da Maré na Câmara Municipal do Rio de Janeiro

Termina nesta sexta-feira, 21 de maio, a exposição Rede Memória da Maré, na Câmara Municipal do Rio de Janeiro. A mostra retrata o cotidiano de uma comunidade marcada por conflitos e histórias marcantes, através de fotos, mapas, vídeos, documentos e objetos cedidos pelos próprios moradores da região.
A exposição foi concebida pelos coordenadores do Museu da Maré Markito Fonseca, Marcelo Vieira e Luciano Ribeiro e é uma homenagem à comunidade que foi instituída como bairro no ano de 1994.

Durante a semana, a comunidade da Maré foi homenageada através de diversas ações pelo vereador Paulo Messina , com a concessão da Medalha Pedro Ernesto ao Museu da Maré, a entrega de Moções e Congratulações e Louvor à Associação de Moradores do bairro, além da apresentação do Projeto de Lei que institui a Semana da Maré entre os dias 1º e 8 de maio.

A exposição está aberta das 9h às 18h, no Sagão José do Patrocínio, entrada Principal da Câmara do Rio. Entrada Franca.

Museu do Homem do Nordeste chega aos terreiros de Itabuna – BA

O Museu do Homem do Nordeste transferiu simbolicamente a sua sede para o município de Itabuna (BA), em 24 de abril, na casa de culto de matriz africana histórica no Sul da Bahia – o Ilê Axé Ijexá Orixá Olufon – com o propósito se socializar com a comunidade do terreiro o exercício de sua atividade fim: a representação da riqueza e da diversidade da Cultura Nordestina.

A exposição, que permanecerá dois meses no terreiro, conta com oito baneres tipo estandartes e 12 painéis, que dão uma mostra da diversidade do acervo do Museu do Homem do Nordeste, percorrendo os módulos do circuito expositivo como ele se apresenta in loco. Com isso, o Museu cumpre com o prescrito pelo Estatuto Nacional de Museus, de acordo com o qual os museus brasileiros devem se transformar em agentes ativos de inclusão e coesão sociais, além de observar a sua missão de difundir o patrimônio material e imaterial da região.
Estiveram presentes na inauguração do Museu, além das autoridades civis locais e as autoridades religiosas, representadas pelos mais antigos Babalorixás e Ialorixás do Sul da Bahia – cuja a presença conferiu, ainda, maior legitimidade ao evento – , representantes, da Universidade Estadual de Santa Cruz, da Prefeitura de Itabuna, da Secretária de Cultura do Estado da Bahia e do Instituto Brasileiro de Museus. A repercussão do evento atingiu as ruas e, de Itabuna à Salvador, a comunidade religiosa afrodescendente comemora a chegada do Museu do Homem do Nordeste à Bahia, tendo à frente a Diretora de Documentação da Fundaj, Dra. Rita de Cássia Araújo; a Coordenadora Geral do Muhne, Vânia Brayner; as demais coordenadoras, Maria Fernanda Oliveira, Silvana Araújo e Silvia Brasileiro e; bem como a antropóloga Ciema Melo, pesquisadora do Museu do Homem do Nordeste.
Itabuna é a primeira estação da itinerância do Museu através dos nove Estados da região. Daí o título do projeto, Museu Múltiplo, pois, o Museu sai de casa, sai de Recife, para retornar multiplicado, trazendo na bagagem a experiência – viva – dos seus representados.

Batalha dos Guararapes em exposição no Museu da Inconfidência

O Museu da Inconfidência apresenta, até 18 de julho, a exposição Um olhar sobre a batalha de Guararapes: Interfaces. Em parceria com o Museu Nacional de Belas Artes, a mostra traz aspectos do episódio ocorrido no século XVII, revelando a sua relação com a Conjuração Mineira.

Na mostra, os visitantes poderão apreciar obras de Victor Meirelles, datadas de 1870, que retratam a vitória de brancos, negros e índios brasileiros contra a ocupação Holandesa, em 19 de abril de 1648. Como forma de interface entre os eventos – Batalha do Guararapes e Conjuração Mineira – ficará em exposição o busto em bronze de Joaquim José da Silva Xavier, o mártir Tiradentes, feito por Décio Villares.

A visitação é gratuita, de terça a domingo, das 12h às 18h. A Sala Manoel da Costa Athaide, fica no anexo do Museu da Inconfidência, na rua Vereador Antônio Pereira, 33, Centro, em Ouro Preto-MG. Informações: (31) 3551-1121 ou museudainconfidencia.wordpress.com.

Gravuras de Segall, Goeldi e Iberê no Museu Lasar Segall

O Museu Lasar Segall, em conjunto com a Fundação Iberê Camargo, apresenta, de 24 de abril até 10 de julho, a mostra Cálculo da expressão: Goeldi, Segall e Iberê. Com curadoria de Vera Beatriz Siqueira, a exposição é um convite ao diálogo e à confrontação da produção de Lasar Segall, Oswaldo Goeldi e Iberê Camargo.

As gravuras que compõem Cálculo da expressão exemplificam a trajetória artística e pessoal de cada um de seus produtores. A montagem no museu conta com 22 gravuras e duas matrizes de Iberê Camargo, 19 gravuras e duas matrizes de Goeldi, e 15 gravuras e três matrizes de Segall.

O horário de visitação é de terça a sábado, das 14h às 19h, domingos e feriados das 14h às 18h. Na inauguração haverá, ainda, palestra com a curadora a partir das 16h.

O Museu Lasar Segall fica na Rua Berta, 111, Vila Mariana, São Paulo-SP. Informações: (11) 5574-7322 ou www.museusegall.org.br.

Gravuras de Segall, Goeldi e Iberê no Museu Lasar Segall

O Museu Lasar Segall, em conjunto com a Fundação Iberê Camargo, apresenta, de 24 de abril até 10 de julho, a mostra Cálculo da expressão: Goeldi, Segall e Iberê. Com curadoria de Vera Beatriz Siqueira, a exposição é um convite ao diálogo e à confrontação da produção de Lasar Segall, Oswaldo Goeldi e Iberê Camargo.

As gravuras que compõem Cálculo da expressão exemplificam a trajetória artística e pessoal de cada um de seus produtores. A montagem no museu conta com 22 gravuras e duas matrizes de Iberê Camargo, 19 gravuras e duas matrizes de Goeldi, e 15 gravuras e três matrizes de Segall.

O horário de visitação é de terça a sábado, das 14h às 19h, domingos e feriados das 14h às 18h. Na inauguração haverá, ainda, palestra com a curadora a partir das 16h.

O Museu Lasar Segall fica na Rua Berta, 111, Vila Mariana, São Paulo-SP. Informações: (11) 5574-7322 ou www.museusegall.org.br.

Museu de Astronomia e Ciências Afins reabre exposição de Leonardo da Vinci

Neste mês, quando completa 25 anos, o Museu de Astronomia e Ciências Afins (MAST) reabre no Salão Nobre de seu edifício sede a exposição Leonardo da Vinci: Maravilhas Mecânicas.

Montada pela primeira vez em 2002, a mostra surpreende o público ao revelar que, além de artista, Da Vinci foi um gênio da mecânica. Antevendo o que só viria a ser criado séculos mais tarde, ele desenvolveu projetos e esboços de helicópteros, submarinos, pára-quedas, máquinas voadoras, turbinas, metralhadoras e outras engenhosidades.

Alguns desses projetos – transformados em réplicas confeccionadas pelo engenheiro italiano Roberto Guatelli – compõem parte da exposição montada no museu. O Ornitóptero, por exemplo, uma máquina de voar, foi idealizada por Da Vinci para que um homem pudesse se sustentar no ar batendo os braços como se fossem asas e acionando um mecanismo de pedalar ao mesmo tempo. Metralhadora tripla, churrasqueira automática e alguns outros inventos que fazem alusão a princípios da Física também tambem podem vistos.

Os interessados em conferir podem ir ao MAST de terça a domingo, na Rua General Bruce, 586, Bairro Imperial de São Cristóvão, Rio de Janeiro-RJ. A entrada é gratuita e a classificação indicativa é livre. Informações: (21) 2589-4965.

MNBA expõe obras de Walter Goldfarb

O Museu Nacional de Belas Artes (MNBA) apresenta a primeira mostra individual do artista carioca Walter Goldfarb, D+Lirium Camaleônico, do dia 9 de abril até 30 de maio. Sob curadoria de Paulo Herkenhoff, serão expostas 32 pinturas de grandes dimensões que foram produzidas entre 2006 e 2010.

Parte deste conjunto foi mostrado no Museum of Latin American Art (MOLAA), em Long Beach, Califórnia, de outubro de 2007 a maio de 2008, com curadoria de Agustin Arteaga, diretor do Museu de Ponce, Puerto Rico e ex-diretor e curador do MALBA, Buenos Aires. A estas telas foram acrescentadas produções de 2009 e 2010, selecionadas por Herkenhoff, que está escrevendo um livro sobre os 15 anos de carreira do artista.

A mostraD+Lirium Camaleônico faz parte da séria Lisérgica, iniciada em 2004, e é a terceira fase da Trilogia do Êxtase. O movimento hippie, a ideologia de paz e amor, a moda e a indumentária hindu formam a base da paleta lisérgica, feita da mistura do nanquim com anilinas alcoólicas, que mudam de acordo com a luminosidade. Outra característica da pigmentação das lonas pela tinta lisérgica é a metamorfose das cores durante o tempo de vida da tela, em função da irradiação e temperatura da luz

A Exposição está aberta de terça a sexta-feira, 10h às 18h, e sábado e domingo, das 12h às 17h. Ingressos a R$ 5 e R$ 2 e gratuito aos domingos.

O MNBA fica na Av. Rio Branco, 199 – Centro (Cinelândia), Rio de Janeiro-RJ. Informações: (21) 2240-0068 / 2219-8474 ou http://www.mnba.gov.br/

Página 31 de 32« Primeira...1020...2829303132