Página 1 de 212

Seminário em Brasília discutiu o papel das comunidades e patrimônios

unb edijpgAconteceu na última semana, o Seminário Comunidades e Patrimônios: dos ecomuseus ao patrimônio cultural imaterial, ministrado pela professora francesa Claudie Voisenat. O evento, que reuniu cera de 100 estudantes e profissionais do setor, faz parte do acordo de cooperação entre o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e a Escola do Louvre (França).

Claudie Voisenat é professora de antropologia do patrimônio na Escola do Louvre e dá formação aos estudantes do bacharelato de Etnologia do Patrimônio Imaterial da Universidade de Toulouse. Para ela, essa iniciativa “é muito importante, por que nos dias de hoje eu vejo que, na França, por exemplo, não podemos mais pensar em conceitos como patrimônio ou cultura fora de um contexto global. Hoje, o relacionamento entre profissionais de diferentes países é mais importante que nunca”.

O seminário tratou do aspecto da inversão do processo de fabricação do patrimônio, quando a atribuição de valor cultural, e não mais estritamente histórico ou artístico, deixou de depender somente do Estado, assentando cada vez mais nos saberes das próprias comunidades.

Para Voisenat “já existem instituições importantes, como a Unesco por exemplo, mas se não queremos apenas depender delas precisamos trabalhar juntos e encontrar nossas próprias formas de agir e pensar conjuntamente, dentro da Unesco inclusive, mas de uma forma autônoma. Nesse contexto, os contatos entre profissionais são muito importantes, e o intercâmbio entre estudantes também. Aprender e refletir com eles também é uma forma de prepará-los (para os desafios profissionais), finalizou.

 Cooperação

A parceria entre Ibram e Escola do Louvre existe desde 2013 e já levou nove estudantes brasileiros para participar do Seminário Internacional de Verão de Museologia e estagiar em museus franceses, e três profissionais para realizar seminários, além de promover a vinda ao Brasil de estudantes para estágios e profissionais franceses para ministrar cursos no Brasil. Saiba mais.

Brasília recebe seminário sobre Comunidades e Patrimônios

Acontece entre os dias 22 e 26 de maio, na Universidade de Brasília (UnB), o Seminário Comunidades e Patrimônios: dos ecomuseus ao patrimônio cultural imaterial. A programação está disponível aqui.

Ministrado pela professora francesa Claudie Voisenat, o evento faz parte do acordo de cooperação entre o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e a Escola do Louvre (França), e é aberto ao público. As atividades acontecem no período da tarde, no Auditório do Centro de Informática (CPD – Campus Darcy Ribeiro).

Antropóloga francesa

Antropóloga da Escola do Louvre ministra seminário na UnB

Claudie Voisenat é professora de antropologia do patrimônio na Escola do Louvre e dá formação aos estudantes do bacharelato de Etnologia do Patrimônio Imaterial da Universidade de Toulouse.

Após sua participação, na década de 1980, no desenvolvimento de dois ecomuseus em Fresnes (arredores de Paris) e em Fougerolles (Haute-Saône no leste da França), ela foi responsável, nos anos 90, pela Missão do Patrimônio Etnológico (Ministério da Cultura francês).

O seminário é uma oportunidade de conhecer a experiência de Claudie Voisenat ao longo de mais de 30 anos de prática patrimonial. A série de palestras pretende examinar aspectos da exibição e comunicação – como os objetos podem ser ‘feitos para falar’ – fazendo referência a exemplos do passado e presente.

O seminário toca o aspecto da inversão do processo de fabricação do patrimônio, quando a atribuição de valor cultural, e não mais estritamente histórico ou artístico, deixou de depender somente do Estado, assentando cada vez mais nos saberes das próprias comunidades.

Cooperação
A parceria entre Ibram e Escola do Louvre existe desde 2013 e já levou nove estudantes brasileiros para participar do Seminário Internacional de Verão de Museologia e estagiar em museus franceses, e três profissionais para realizar seminários, além de promover a vinda ao Brasil de estudantes para estágios e profissionais franceses para ministrar cursos no Brasil. Saiba mais.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: JD-L’Independant/Internet

Intercâmbio Brasil-França: participante tem artigo publicado pelo Museu Paulista

O periódico Anais do Museu Paulista, revista científica de Artes da Universidade de São Paulo (USP), publicou, na edição de dezembro de 2016, artigo intitulado “Debret, professor de desenho: gravuras inéditas da coleção da Bibliothèque Nationale de France”, do mestre em Artes Marcelo Jorge e do professor de Teoria Crítica e História da Arte da Universidade de Brasília, Biagio D’Angelo.

Gravura da prancha

Gravura da prancha “Tête de l´aîné des fils Horaces” de Debret (1812)

Jorge foi um dos participantes da edição de 2015 do Intercâmbio Brasil-França, promovido pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) em parceria com a Escola do Louvre na França.

No período em que esteve na Europa, o pesquisador encontrou cerca de 20 gravuras inéditas de Jean-Baptiste Debret (1768-1848), que lançam luz sobre um período pouco conhecido da carreira do artista, anterior a 1816 – quando veio ao Brasil na Missão Artística Francesa.

Dados inéditos
As gravuras permitiram confirmar dados conhecidos sobre sua biografia e levantar dados inéditos, gerando contribuição relevante à compreensão da vida e didática do artista e professor que culminaram no artigo publicado, que também é tema de dissertação de mestrado de Marcelo Jorge.

Para ele, o intercambio foi fundamental para o trabalho. “É uma das maneiras mais evidentes de demonstrar a efetividade do programa de bolsas de intercâmbio do Ibram”, conta. O artigo completo está acessível online.

A parceria entre Ibram e Escola do Louvre já levou nove profissionais brasileiros para participar do Seminário Internacional de Verão de Museologia e estagiar em museus franceses, além de promover a vinda ao Brasil de estudantes para estágios e profissionais franceses para ministrar cursos no Brasil.

A última atividade foi a realização de um seminário sobre Museologia Social durante o Seminário Aberto aos Estudantes de Mestrado e Doutorado da Escola do Louvre.

Texto: Ascom/Ibram
Imagem: Europeana/Reprodução

Escola do Louvre recebe seminário sobre Museologia Social no Brasil

Acontece ao longo desta semana, na cidade de Paris (França), o Seminário Aberto aos Estudantes de Mestrado e Doutorado da Escola do Louvre.

Nesta edição, o museólogo Dr. Mario Chagas, servidor do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), ministra o curso Museologia Social no Brasil: Poéticas e Políticas no trabalho baseado na experiência prática.

Curso segue na Escola do Louvre até a sexta (27)

Curso com Mario Chagas segue na Escola do Louvre até a sexta (27)

A atividade é parte do projeto de cooperação destinado ao intercâmbio de profissionais e estudantes da área de museus entre o Ibram e a Escola do Louvre.

Com base em um experimento de campo realizado ao longo dos últimos anos, o seminário explora as tendências atuais em museologia social no Brasil.

Experiências comunitárias
São apresentados e discutidos exemplos de museus e ecomuseus que, cada um a sua maneira, estão fortemente ligados às comunidades em vários locais do Brasil: Museu da Maré, Museu Vivo de São Bento, Museu de Favela, Museu da Rocinha-Sankofa, Ecomuseu Nega Vilma, Museu do Horto, Ecomuseu Amigos do Rio Joana, Ecomuseu de Manguinhos e Museu das Remoções.

Poeta e museólogo, Mario Chagas, doutor em Ciências Sociais, é especialista em Museologia e Museografia, especificamente na Museologia Social, Educação Museal e práticas sociais relacionadas com a memória ao patrimônio.

Ele leciona na Escola de Sociologia e Pós-Graduação de Museologia e Patrimônio na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (Unirio), é coordenador técnico no Museu da República/Ibram e também é presidente do Minon (Movimento Internacional para uma Nova Museologia), organização afiliada ao Icom (Conselho Internacional de Museus).

Texto; Ascom/Ibram
Fotos: Escola do Louvre/Divulgação

Escola do Louvre: divulgado resultado da 3ª fase

Publicada nesta quinta-feira, 12 de maio, no Diário Oficial da União, a lista de inscrições consideradas aptas para a 3ª fase do intercâmbio acadêmico Brasil-França. Os nomes dos estudantes serão enviados para a Escola de Louvre, e salvo qualquer impedimento, darão início aos trâmites para o intercâmbio.

O Intercâmbio Acadêmico Ibram-Escola do Louvre vai acontecer durante o período de 29 de agosto a 26 de novembro deste ano em Paris, abarcando duas semanas de formação no Seminário Internacional de Verão de Museologia (SIEM) e até dois meses de estágio em museus franceses.

Foram selecionadas três estudantes brasileiras, de cursos de mestrado ou doutorado, nas áreas de Museologia, História da Arte, Arqueologia, Antropologia e Etnologia, além de demais áreas de Humanidades, Ciências Sociais e cursos multidisciplinares com projetos vinculados à área museal, que receberão auxílio para o período máximo de até noventa dias de estadia na França e passagem aérea de ida e de volta em classe econômica para o trecho Brasil-França-Brasil.

Os valores das bolsas terão como base a Portaria nº 174 da CAPES, de 6 de dezembro de 2012, na modalidade Capacitação. A vaga destinada a servidor do Ibram não foi preenchida este ano.

Leia mais sobre a seleção.

Ibram divulga inscrições aptas para a 2ª fase do intercâmbio na Escola do Louvre

Foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira (04), a relação das inscrições consideradas aptas para a Bolsa de Intercâmbio para formação no Seminário Internacional de Verão de Museologia (SIEM) da Escola do Louvre e estágio em museus franceses.

As candidatas Carolina Velloza Ferreira, Daniela Costa Dornfeld Saldanha e Gleyce Kelly Maciel Heitor, aprovadas na primeira fase (de análise documental), ainda passarão pela avaliação da análise de mérito, conforme item 7, do Edital nº 1 de 13 de janeiro de 2016 – Intercâmbio Acadêmico Ibram-Escola do Louvre. O resultado preliminar da segunda fase da seleção será publicado na data provável de 02 de maio de 2016.

Serão aceitas as interposições de recursos até três dias úteis após a divulgação do resultado preliminar da segunda fase. Dúvidas devem ser enviadas para o e-mail asint.selecao@museus.gov.br.

Leia mais sobre essa seleção

Ibram e Escola do Louvre realizam seminário na Bahia

cartaz-final bahiaSalvador recebe entre os dias 7 e 9 de outubro, o curso Fazendo nossas coleções falarem: o passado e o presente das exposições dos museus, ministrado pela professora Cecília Hurley Griener, da Escola do Louvre na França.

O apoio ao evento é do Programa de Pós Graduação em Museologia da Universidade Federal da Bahia e do Museu de Arte da Bahia, da diretoria de Museus do Estado.

O seminário possibilitará que estudantes da área, profissionais de museus e público interessado, possam refletir sobre  coleções e os discursos possíveis de apreender e produzir através das mesmas.

É o segundo ano que o Ibram traz um seminário em parceria com a Escola do Louvre. No ano de 2014, o curso aconteceu no Rio de Janeiro, com o apoio da Unirio.

A professora convidada de 2015 é Cecília Griener, PHD em História da Arte e está na Escola do Louvre desde 2014. O curso é dividido em três módulos. As atividades acontecem entre 14h e 20h30, no Museu de Arte da Bahia. Haverá tradução simultânea. As inscrições são gratuitas, com vagas limitadas e devem ser feitas pelo seminariooutubro@gmail.com.

Publicado o resultado final do intercâmbio Brasil-França

Após análise de recursos e a validação dos nomes dos selecionados pela instituição parceira, o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) publicou o resultado final da seleção para o intercâmbio acadêmico Brasil-França - publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (2).

Marcela Mazzilli Fassy, Marcelo Gonczarowska Jorge e Rebeca Ribeiro Bombonato foram aprovados pela Escola do Louvre para formação no Seminário Internacional de Verão de Museologia (SIEM) da Escola e estágio em museus franceses.

O Programa
O Intercâmbio Brasil-França 2015 é realizado em parceria com a Escola do Louvre, na França. O objetivo do intercâmbio, que está em sua segunda edição, é permitir aos estudantes adquirir conhecimentos práticos e experiências relevantes junto aos profissionais franceses nas suas respectivas áreas de atuação. O período de permanência na França será entre 31 de agosto e 30 de novembro de 2015.

Os selecionados recebem bolsas cujos valores terão como base a Portaria nº 174 da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) – modalidade Capacitação. A vaga destinada a servidor do Ibram seguirá a legislação federal relativa a afastamentos do país.

A seleção, para todos os inscritos, se desenvolveu em verificação da consistência documental, análise de mérito e seleção dos três finalistas. As duas primeiras etapas foram de caráter eliminatório, sendo que a segunda se revestiu também de caráter classificatório. Confira o edital na íntegra e seus anexos. Dúvidas devem ser enviadas para o e-mail asint.selecao@museus.gov.br.

Texto: Ascom/Ibram

Publicado resultado de seleção para estágio na Escola do Louvre

O resultado da seleção para o intercambio acadêmico Brasil-França foi publicado no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira (28). Foram escolhidos para formação no Seminário Internacional de Verão de Museologia (SIEM) da Escola do Louvre e estágio em museus franceses: Marcela Mazzilli Fassy, Marcelo Gonczarowska Jorge e Rebeca Ribeiro Bombonato. Seus nomes, porém, ainda deverão passar pela aprovação final da Escola.

O Programa
O Intercâmbio Brasil-França 2015 é realizado em parceria com a Escola do Louvre, na França. Duas vagas são destinadas ao público em geral e uma para servidores do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram).

O objetivo do intercâmbio, que está em sua segunda edição, é permitir aos estudantes adquirir conhecimentos práticos e experiências relevantes junto aos profissionais franceses nas suas respectivas áreas de atuação. O período de permanência na França será entre 31 de agosto e 30 de novembro de 2015.

Os selecionados recebem bolsas cujos valores terão como base a Portaria nº 174 da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) – modalidade Capacitação. A vaga destinada a servidor do Ibram seguirá a legislação federal relativa a afastamentos do país.

A seleção, para todos os inscritos, se desenvolveu em verificação da consistência documental, análise de mérito e seleção dos três finalistas. As duas primeiras etapas foram de caráter eliminatório, sendo que a segunda se revestiu também de caráter classificatório. Confira o edital na íntegra e seus anexos. Dúvidas devem ser enviadas para o e-mail asint.selecao@museus.gov.br.

Texto: Valentina Naves (Ascom/Ibram)

Divulgadas inscrições aptas para 2ª fase do Intercâmbio Brasil-França 2015

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) publicou nesta terça-feira (7), no Diário Oficial da União, lista de inscrições consideradas aptas para a 2ª fase do intercâmbio acadêmico Brasil-França. O prazo para recursos é de dois dias, a partir de quarta-feira (8).

As razões de recurso deverão ser encaminhadas ao Ibram por meio de ofício assinado, enviado para o endereço eletrônico asint.selecao@museus.gov.br. A previsão para divulgação do resultado da 2ª fase é 15 de abril.

O Programa
O Intercâmbio Brasil-França 2015 é realizado em parceria com a Escola do Louvre, na França. O edital vai selecionar até três estudantes de mestrado ou doutorado brasileiros, nas áreas de Museologia, História da Arte, Arqueologia, Antropologia e Etnologia, para participar, na cidade de Paris, de formação no Seminário Internacional de Verão de Museologia (Siem), durante duas semanas, e  de estágio em museus franceses, nas outras dez semanas. Duas vagas são destinadas ao público em geral e uma para servidores do Ibram.

O objetivo do intercâmbio, que está em sua segunda edição, é permitir aos estudantes adquirir conhecimentos práticos e experiências relevantes junto aos profissionais franceses nas suas respectivas áreas de atuação. O período de permanência na França será entre 31 de agosto e 30 de novembro de 2015.

Os selecionados recebem bolsas cujos valores terão como base a Portaria nº 174 da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) – modalidade Capacitação. A vaga destinada a servidor do Ibram seguirá a legislação federal relativa a afastamentos do país.

A seleção, para todos os inscritos, se desenvolverá em três fases: verificação da consistência documental, análise de mérito e seleção dos três finalistas. As duas primeiras fases são de caráter eliminatório, sendo que a segunda se revestirá também de caráter classificatório. Confira o edital na íntegra e seus anexos. Dúvidas devem ser enviadas para o email asint.selecao@museus.gov.br.

Texto: Ascom/Ibram

Página 1 de 212