MinC promove encontros pelo Brasil para tirar dúvidas sobre Lei Rouanet

O Ministério da Cultura (MinC) iniciou uma série de encontros com produtores culturais e proponentes de projetos da Lei Rouanet. O objetivo é apresentar a nova versão do Sistema de Apoios às Leis de Incentivo à Cultura (Salic) e esclarecer dúvidas sobre a Instrução Normativa nº 1/2017, que trouxe novas regras para a Lei de Incentivo à Cultura.

Lei Rouanet: série de encontros começaram em Brasília na terça (25)

Lei Rouanet: série de encontros começou em Brasília na terça (25)

O segundo encontro, sempre gratuito e aberto ao público, está marcado para amanhã (28) em Brasília (DF) – onde teve lugar o primeiro deles na terça (25).

Os próximos encontros com os proponentes serão realizados no Rio de Janeiro (RJ), nos dias 3 e 22 de maio; em Belo Horizonte (MG), em 16 de maio; e em Porto Alegre (RS), em 29 de maio. No mês de junho, a equipe do MinC visitará as cidades de Recife (12), Belém (19) e São Paulo (26).

Técnicos de todas as áreas da Secretaria de Fomento e Incentivo à Cultura (Sefic) esclarecerem as principais alterações trazidas pela nova normativa da Lei Rouanet.

A discussão aborda a requalificação do processo de custos e prazos; acesso aos projetos; desconcentração de recursos incentivados; e o controle na fiscalização das ações com a implementação de controle social e institucional. Continue lendo no portal do MinC.

Aplicativo
O aplicativo do Salic para sistema IOS já está disponível para download em smartphones e tablets. Para quem tem sistema Android, a instalação do App Salic já acontece desde o início de abril. A novidade integra a política de dar maior transparência a dados relativos aos projetos culturais incentivados com recursos da Lei Rouanet. Saiba mais.

Texto e foto: Ascom/MinC
Edição: Ascom/Ibram

Ibram divulga a programação do 6º Fórum Nacional de Museus em Belém

A Comissão Organizadora do  6º Fórum Nacional de Museus (FNM), cujo tema em 2014 será Museus Criativos, divulgou hoje (21) a programação geral do evento, que acontece em Belém (PA) entre os dias 24 e 28 de novembro.

Painéis, grupos de trabalho, minicursos, comunicações coordenadas, reuniões setoriais, conferências e programação cultural compõem a grade de atividades durante os cinco dias do evento bianual, que congrega os diversos entes do setor museal brasileiro. Confira a programação na íntegra.

Interior do Museu do Estado do Pará, localizado em Belém

Museu do Estado do Pará: participantes do FNM poderão conhecer museus de Belém

No dia (24), começam os encontros de Pontos de Memória, a Teia da Memória, e do Programa Nacional de Educação Museal (PNEM), assim como os seis minicursos abertos aos participantes. A conferência de abertura será a noite com o tema Museus criativos: experiências e práticas inovadoras nos museus.

PNSM e painéis
No dia 25, além dos encontros iniciados no dia anterior, têm início os painéis e as comunicações coordenadas, nas modalidades Apresentação Oral e Pôsteres. A conferência do dia traz como tema Cooperação e criatividade.

No dia 26 começam os Grupos de Trabalho (GTs) que tratam da revisão do Plano Nacional Setorial de Museus (PNSM), que seguem até o dia 28, e a conferência do dia tem como tema Museus vivem de futuro? .

No penúltimo dia de atividades (27), estão programadas as últimas apresentações de comunicações coordenadas, assim como de painéis, e o FNM abre-se para uma programação cultural com o objetivo de aproximar os participantes oriundos de todas as regiões do país. No último dia (28) acontece a Plenária Final dos GTs e a tarde será dedicada a visitas aos museus da cidade de Belém.

Ao longo de todo o 6º Fórum Nacional de Museus estão previstas nove reuniões setoriais, abrangendo diversas vertentes do campo museal: Rede de Educadores de Museus, Conselho Federal de Museologia, sistemas de museus, Conselho Consultivo do Patrimônio Museológico do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) entre outras.

As inscrições para os participantes estarão disponíveis nos próximos dias na página do Ibram, assim como o resultado dos selecionados para apresentação de trabalhos. Outras questões sobre o FNM 2014 devem ser enviadas para o endereço eletrônico fnm@museus.gov.br.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Internet/divulgação

Matérias relacionadas
Museus de Belém vão integrar programação do 6º FNM em novembro
6º FNM: tema dá sequência a debate sobre museus e comunidades

Sete estados discutem o documento preliminar do PNEM no mês de maio

Durante o mês de maio, sete estados realizam debates e encontros sobre o documento preliminar do Programa Nacional de Educação Museal (PNEM) – disponível para download.

No dia 12, o Museu da Abolição/Ibram, no Recife, sedia a atividade em Pernambuco. Já no dia 13, é a vez de Minas Gerais sediar mais um encontro, desta vez no Museu do Ouro/Ibram, na cidade de Sabará.

Em João Pessoa (PB), o encontro, que vai abordar os desafios e perspectivas do PNEM no estado, organizado PNEM_logopela Rede de Educação em Museus da Paraíba (REM/PB), acontece nos dias 14 e 15 de maio no auditório da Empresa Paraibana de Turismo, integrando a 12ª Semana de Museus.

Na sexta-feira (16), será a vez do Rio Grande do Sul discutir as diretrizes para o programa. A atividade acontece na cidade de Santo Ângelo, no Centro Municipal de Cultura. No dia 19 de maio, o Rio de Janeiro  recebe a terceira rodada de discussões no Centro Cultural da Justiça Federal na capital fluminense.

Em São Paulo, a Universidade de Taubaté sedia o encontro das regiões do Vale do Paraíba e Litoral no dia 26, e o estado do Pará encerra as ações do mês de maio nos dias 27 e 28. O encontro acontece no Museu de Arte de Belém. Saiba os horários e informações sobre inscrições na página do PNEM.

Sobre o programa
Constituir diretrizes para as ações de educadores e profissionais dos museus na área educacional, fortalecer o campo profissional e garantir condições mínimas para a realização das práticas educacionais nos museus e processos museais são alguns dos objetivos do Programa Nacional de Educação Museal.

Por isso, é importante que o documento seja apreciado e pensado por museus, redes de educadores, cursos de Museologia, secretarias de cultura e demais entes interessados no desenvolvimento do programa.

Para realizar uma atividade em uma cidade/estado, basta entrar em contato com a equipe do PNEM pelo endereço eletrônico pnem@museus.gov.br para que sejam enviadas todas as informações necessárias para a realização de encontros.

Texto: Ascom/Ibram

Começam os encontros para discutir o Documento Preliminar do PNEM

Museus e instituições culturais pelo país já organizam debates e encontros para discutirem o Documento Preliminar do Programa Nacional de Educação Museal (PNEM).

PNEM_logoO objetivo é que tais espaços de discussão gerem complementações e mesmo alterações às diretrizes, estratégias e ações até agora organizadas no documento prévio que está disponível para consulta.

O primeiro evento está marcado para o dia 10 de março no Memorial Getúlio Vargas, no Rio de Janeiro (RJ). Outros encontros na capital fluminense acontecem nos dias 10 e 14 de abril, na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e Museu da República/Ibram, respectivamente.

Já em Minas Gerais (MG), serão em Juiz de Fora as discussões sobre o PNEM durante o Encontro de Educadores de Museus Brasileiros, no dia 25 de março, e durante a 12ª Semana de Museus, no dia 13 de maio – ambos no Museu de Arte Murilo Mendes.

Os estados da Paraíba (PB), São Paulo (SP) e Rio Grande do Norte (RN) também já têm datas para seus encontros. Confira a agenda e como participar.

Museus, Redes de Educadores de Museus (REMs), universidades, cursos de Museologia, escolas públicas ou privadas, Sistemas Estaduais de Museus e secretarias de Educação e Cultura, dentre outras instituições, podem propor Encontros do PNEM.

Para tanto, basta entrar em contato com o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) pelo endereço eletrônico pnem@museus.gov.br, solicitando as informações para a realização dos eventos.

Texto: Divulgação PNEM
Edição: Ascom/Ibram