Página 6 de 6« Primeira...23456

Ibram pede apoio internacional à proteção do patrimônio museológico

Durante encontro no Rio de Janeiro (RJ), na última segunda-feira (15), o presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), José do Nascimento Junior, entregou ao presidente do Conselho Internacional de Museus (ICOM), Hans-Martin Hinz, documento com contribuições do Ibram para a construção de um instrumento normativo internacional sobre patrimônio museológico e coleções.

Iniciativa do Ibram no âmbito da cooperação cultural Ibero-americana, a proposta tem como objetivo buscar soluções para os riscos que ameaçam o patrimônio museológico e as coleções em diversas nações, em especial nos países em desenvolvimento.

O texto destaca que há hoje cerca de 55 mil museus em todo o mundo e muitos deles continuam vulneráveis a situações de risco e perda, que incluem os desastres naturais, a má conservação, a falta de recursos técnicos e humanos, a ação criminosa em furtos, roubos ou atos de vandalismo, as instabilidades políticas nos países que abrigam este patrimônio e conflitos armados.

O documento, que já havia sido apresentado durante a XIV Conferência Ibero-americana de Cultura, ocorrida em Assunção (Paraguai) no início deste mês, foi submetido pela Delegação Permanente do Brasil junto à UNESCO ao secretariado do órgão, que deve deliberar sobre o tema em suas próximas reuniões.

Rede de educadores em museus do DF realiza encontro

A Rede de Educadores em Museus e Instituições Culturais do Distrito Federal (Remic-DF) convida estudantes, mediadores, educadores, técnicos e demais profissionais de museus e instituições culturais para seu 15º encontro (o primeiro de 2011).

O encontro acontece das 9h30 às 12h desta quinta-feira (28/4), no auditório do Ibram/MinC (Edifício CNC III, Setor Bancário Norte, Quadra 2, Bloco N, sobreloja).

Marcelle Pereira, coordenadora de Museologia Social e Educação do Departamento de Processos Museais do Ibram, e uma das fundadoras da REM/RJ, falará sobre Educação Museal: Entre Funções e Dimensões Educativas.

Mais informações: remicdf@gmail.com  e http://remic-df.blogspot.com

Caixa, animação de Raquel Piantino

1ª Reunião de Profissionais de Arquivos e Bibliotecas do Ibram/Minc

Nos dias 3 e 4 de maio, na unidade administrativa do Instituto Brasileiro de Museus do Rio de Janeiro-RJ, foi realizada a 1ª Reunião de Profissionais de Arquivos e Bibliotecas do Ibram/MinC. O encontro, promovido pela Coordenação Geral de Sistemas de Informação Museal do Ibram (CGSIM) , por meio da Coordenação de Acervos e Memória, apresentou e debateu programas e projetos desenvolvidos para as áreas de arquivos, bibliotecas e gestão documental dos museus e da área central da instituição.

A abertura do evento contou com a presença do presidente do Ibram/MinC, José do Nascimento Junior, que ressaltou a importância da valorização dos arquivos e bibliotecas de museus enquanto serviços de informação. Nascimento anunciou ainda a criação do Centro de Documentação e Informação do instituto, em Brasília.

Durante o encontro, a coordenadora da CGSIM, Rose Miranda, destacou o expressivo volume de bens conservados nas 28 unidades do Ibram/MinC. Segundo ela, o acervo bibliográfico soma 776.272 bens e o acervo arquivístico é formado por 529.472 itens e 408 metros lineares de documentos. A soma destes bens atinge cerca de 1,5 bilhões.

Temas como o 4º Fórum Nacional de Museus, que pela primeira vez terá um grupo de trabalho específico para a área de informação em museus, e o projeto de integração de bancos de dados em um sistema de gestão compartilhada, que vai possibilitar o desenvolvimento de serviços integrados de disseminação dos acervos documentais e bibliográficos do instituto pela internet, foram destaques durante o evento.

Os 52 profissionais que participaram do encontro compartilharam as experiências promovidas na área documental e bibliográfica das unidades museológicas em que atuam. Ao final, foi aprovada a criação do Sistema de Arquivos e da Rede de Bibliotecas dos Museus do Ibram/Minc, estruturas que têm o objetivo de incentivar a integração e comunicação, além de possibilitar a definição de padrões, normas e metodologias comuns.

1ª Reunião de Profissionais de Arquivos e Bibliotecas do Ibram/Minc

Nos dias 3 e 4 de maio, na unidade administrativa do Instituto Brasileiro de Museus do Rio de Janeiro-RJ, foi realizada a 1ª Reunião de Profissionais de Arquivos e Bibliotecas do Ibram/MinC. O encontro, promovido pela Coordenação Geral de Sistemas de Informação Museal do Ibram (CGSIM) , por meio da Coordenação de Acervos e Memória, apresentou e debateu programas e projetos desenvolvidos para as áreas de arquivos, bibliotecas e gestão documental dos museus e da área central da instituição.

A abertura do evento contou com a presença do presidente do Ibram/MinC, José do Nascimento Junior, que ressaltou a importância da valorização dos arquivos e bibliotecas de museus enquanto serviços de informação. Nascimento anunciou ainda a criação do Centro de Documentação e Informação do instituto, em Brasília.

Durante o encontro, a coordenadora da CGSIM, Rose Miranda, destacou o expressivo volume de bens conservados nas 28 unidades do Ibram/MinC. Segundo ela, o acervo bibliográfico soma 776.272 bens e o acervo arquivístico é formado por 529.472 itens e 408 metros lineares de documentos. A soma destes bens atinge cerca de 1,5 bilhões.

Temas como o 4º Fórum Nacional de Museus, que pela primeira vez terá um grupo de trabalho específico para a área de informação em museus, e o projeto de integração de bancos de dados em um sistema de gestão compartilhada, que vai possibilitar o desenvolvimento de serviços integrados de disseminação dos acervos documentais e bibliográficos do instituto pela internet, foram destaques durante o evento.

Os 52 profissionais que participaram do encontro compartilharam as experiências promovidas na área documental e bibliográfica das unidades museológicas em que atuam. Ao final, foi aprovada a criação do Sistema de Arquivos e da Rede de Bibliotecas dos Museus do Ibram/Minc, estruturas que têm o objetivo de incentivar a integração e comunicação, além de possibilitar a definição de padrões, normas e metodologias comuns.

Página 6 de 6« Primeira...23456