Investimentos públicos federais em museus bateram recorde em 2014

Levantamento dos Investimentos Públicos Federais em Instituições Museais em 2014 acaba de ser disponibilizado pelo Ibram. Desde 2010, o Instituto realiza o estudo, que tem como objetivo identificar todos os empenhos realizados pelas unidades orçamentárias do Sistema MinC em cada exercício, no campo museal.

Os projetos foram financiados com alocação de recursos orçamentários do Tesouro e do Programa Nacional de Apoio à Cultura – Pronac, que compreende o Fundo Nacional de Cultura – FNC e Incentivo Fiscal.

Em 2014, houve um aumento dos investimentos, que pela primeira vez ultrapassaram R$300 milhões. O Ibram empenhou cerca de 16,5% deste valor, sendo os outros 83,5% empenhados pelas demais unidades orçamentárias do Sistema MinC.

A maior parte dos investimentos foi nas áreas de artes visuais e patrimônio cultural, cerca de 88%. O restante se dividiu nas áreas de audiovisual, humanidades, artes integradas, artes cênicas e música.

A pesquisa completa está disponível na página do Ibram. O levantamento de 2015 começa a ser feito em abril deste ano, para conclusão no segundo semestre.

Semana Nacional de Museus dobra o público das instituições participantes

Realizada entre os dias 18 e 24 de maio de 2015, a 13ª edição da Semana Nacional de Museus teve um aumento de público de 92% no período – ponto alto dos resultados de pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). Veja a pesquisa na íntegra.

De acordo com o estudo realizado pela Coordenação de Estudos Socioeconômicos e Sustentabilidade do Departamento de Difusão, Fomento e Economia dos Museus do Ibram, elaborado a partir de amostragem de 669 das 1.380 instituições participantes, a Semana Nacional de Museus 2015, que teve como tema Museus para uma sociedade sustentável, também foi responsável por um aumento de 21,9% na visitação com relação ao mês anterior à ação.

Todos os estados participantes tiveram respondentes da pesquisa. Destaque para Rondônia, onde  80% das instituições participantes responderam ao questionário.

A contratação de profissionais para a realização de atividades também foi expressiva: a pesquisa revela que 1.349 profissionais foram contratados pelas instituições participantes no período, entre monitores, palestrantes, músicos, educadores e outros. O número de voluntários é ainda mais expressivo. Mais de 3 mil pessoas se mobilizaram para trabalhar voluntariamente durante o período.

Outra parceria bastante significativa ocorreu entre os museus e agentes culturais que, em troca da experiência promovida pela ação, trabalham voluntariamente auxiliando os museus na realização de sua programação. Em 2015, a Semana Nacional de Museus mobilizou mais de três mil voluntários.

Texto: Ascom/Ibram