Após atividades em Brasília, Diretor da Escola do Louvre visita museus no RJ

Philippe Durey falou sobre a Escola do Louvre na sede do Ibram em Brasília

Na terça-feira, 8 de maio, o Ibram/MinC em Brasília recebeu Philippe Durey, Diretor da Escola do Louvre, instituição francesa voltada ao ensino e pesquisa nas áreas de história da arte, arqueologia e museologia.

A vinda de Durey teve o propósito de alavancar o projeto “Apoio aos Diálogos Setoriais Brasil-União Europeia” e a troca de experiências entre Brasil e França na área da Proteção e Promoção do Patrimônio Museológico e Coleções. 

Pela manhã, Philippe reuniu-se com o Presidente do Ibram, José do Nascimento Junior, onde foram traçados os principais pontos de um acordo de cooperação que visa promover o intercâmbio de alunos e profissionais para as escolas e museus dos dois países.

Já no período da tarde, no auditório do instituto, Durey ministrou a palestra École du Louvre: uma particularidade francesa por mais de 130 anos, em que apresentou a escola, sua história, dependências e proposta pedagógica.

Estudantes de Museologia, técnicos de museus e servidos do Ibram estiveram presentes

Além dos cursos de graduação e de pós-graduação, a Escola promove cursos e seminários sobre temáticas especificas, somando uma audiência de 15 mil pessoas em Paris e outros 7 mil em 24 outras cidades francesas. A palestra reuniu cerca de 150 pessoas entre técnicos do Ibram, estudantes e profissionais da área da cultura.

Antes de retornar à França no dia 11 de maio, Durey visita nos dia 9 e 10, no Rio de Janeiro, os museus Nacional de Belas Artes e Histórico Nacional, vinculados ao Ibram/MinC, e o Museu da Maré e Museu de Favela, onde poderá conhecer um pouco da dimensão do trabalho e da diversidade museal brasileira.

Texto: Ivy Costa (Ascom/Ibram)
Fotos: Ascom/Ibram

Diretor da Escola do Louvre faz palestra na sede do Ibram dia 8 de maio

École du Louvre: uma particularidade francesa por mais de 130 anos é o tema de palestra que o Ibram/MinC traz a sua sede em Brasília (DF), na terça-feira, 8 de maio. O palestrante convidado é o museólogo Philippe Durey, diretor da instituição de ensino superior francesa, voltada ao ensino e à pesquisa nas áreas de história da arte, arqueologia e museologia.

A palestra acontecerá no auditório do Ibram, às 15h, e será ministrada em francês. Os interessados em participar devem preencher formulário de inscrição. O número de vagas é limitado devido ao número de equipamentos disponíveis para a tradução simultânea.

Durey é diretor da Escola do Louvre desde 2002

Graduado em Museologia pela École du Louvre, Philippe Durey foi responsável pela gestão de coleções de escultura e pelo acompanhamento de museus nas diferentes regiões da França e diretor do Museu de Belas Artes de Lyon.

Nomeado Conservador Geral do Patrimônio em 1999, coordenou a doação da coleção da atriz francesa Jacqueline Delubac ao museu, incluindo obras de Picasso, Manet, Degas, Modigliani e Bacon, entre outras.

Em 2000, assumiu o cargo de Administrador Geral na Reunião de Museus Nacionais, instituição vinculada ao Ministério da Cultura da França – responsável pela administração e valorização de 34 museus e suas coleções, além do Gran Palais des Champs-Élysées, em Paris.

Diretor da École du Louvre desde 2002, Durey liderou o projeto de modernização da instituição, a reorganização do mestrado e o desenvolvimento de atividades de cooperação internacional e de pesquisa.

Autor de numerosas publicações e especialista em história da escultura neoclássica, que lecionou na École du Louvre de 2006 a 2008, Philippe Durey foi também Presidente do Comitê Francês de História da Arte.

Texto: Ascom/Ibram