Mais de 32 milhões visitaram museus brasileiros em 2017

Em sua quarta aplicação, esse foi o maior número já contabilizado pelo Formulário de Visitação Anual.

Em sua quarta aplicação, esse foi o maior número já contabilizado pelo Formulário de Visitação Anual.

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) verificou, com a aplicação de seu Formulário de Visitação Anual (FVA) em 2017, que os museus brasileiros participantes da pesquisa receberam 32.239.871 visitantes no ano passado. O número corresponde ao total do público contabilizado entre os 1.001 museus que informaram realizar a contagem do público, dentre as 1.081 respostas válidas.

Em sua quarta aplicação, esse foi o maior número já contabilizado pelo Formulário de Visitação Anual. Em 2016, o FVA contabilizou um total de 28.594.539 visitas, distribuídas em 919 museus que informaram realizar a contagem de seu público. Já em 2015, foram 25.528.788 visitantes, em 716 museus; e, em 2014, foram 24.638.673 visitantes, em 827 museus.

Previsto pelo Decreto 8.124/2013, o Formulário de Visitação Anual visa colher dados sobre a visitação aos museus brasileiros. Tais informações são essenciais para o monitoramento de diretrizes, estratégias, ações e metas estabelecidas em políticas públicas, como o Plano Nacional de Cultura e o Plano Nacional Setorial de Museus, e para o desenvolvimento do setor.

Este ano a coleta de dados foi realizada através da plataforma Museusbr. Para a coordenadora de Produção e Análise da Informação do Ibram, Rafaela Lima, isso facilitou o preenchimento do Formulário e agilizou a sistematização dos resultados.

“A mudança na metodologia do levantamento foi um desafio, mas apostamos nas vantagens dessa integração para os museus: não é mais necessário fornecer nome, contatos e endereço do museu, além da possibilidade de conferência anual dos dados disponibilizados na plataforma”, explica Lima. “Além disso, o resultado foi extremamente positivo, pois o nível de respostas válidas aumentou em mais de 10% em relação à aplicação anterior e mais de 350 museus atualizaram suas informações só nesse período”, conclui.

Saiba mais sobre o Formulário de Visitação Anual e veja os resultados do FVA 2017.

Museus Ibram receberam mais 1,2 milhão de visitantes em 2017

Os museus vinculados ao Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) receberam, em 2017, um total de 1.223.113 visitantes. O número registrado representa um aumento de 16% comparado ao ano anterior.

Museu da República, no Rio de Janeiro, recebeu 112.361 visitantes em 2017, 89% a mais que no ano anterior.

Museu da República, no Rio de Janeiro, recebeu 112.361 visitantes em 2017, 89% a mais que no ano anterior.

Entre as unidades mais visitadas estão o Museu Imperial, em Petrópolis (RJ), com 400.839 visitantes; o Museu da Inconfidência, em Ouro Preto (MG), com 174.382 visitantes; o Museu Histórico Nacional, na cidade do Rio de Janeiro, com um público de 137.479 pessoas; e o Museu da República (foto), também no Rio de Janeiro, com 112.361 visitantes. Este último apresentou um incremento de 89% em relação a 2016.

Também chama a atenção o aumento percentual de público no Museu Forte Defensor Perpétuo, em Paraty (RJ); na Casa Cláudio do Souza, em Petrópolis (RJ); e no Museu das Bandeiras, em Goíás, registrando índices de 80%, 67 % e 58%, respectivamente.

Os museus Ibram informam o quantitativo de visitação através do Fomulário de Visitação Mensal. A contagem de público é uma atividade fundamental para planejamento estratégico dos museus e para a definição de ações que visem a melhoria no atendimento ao público. Confira aqui  os dados de visitação dos museus Ibram.

Formulário de Visitação Anual (FVA) – 2017

Previsto pelo Decreto 8.124/2013, o Formulário de Visitação Anual visa colher dados sobre a frequência de público de todos os museus brasileiros. Desenvolvido pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), o FVA viabiliza o envio das informações sobre o quantitativo anual de visitação de maneira padronizada e organizada. O preenchimento do FVA 2017 já pode ser feito através da plataforma Museusbr.

Museu Casa dos Ottoni registrou novo recorde de visitação em 2017

Atividade no Museu Regional Casa dos Ottoni realizada durante a 11ª Primavera dos Museus atrai público recorde

Atividade no Museu Regional Casa dos Ottoni realizada durante a 11ª Primavera dos Museus atrai público recorde

Localizado na cidade do Serro (MG), o Museu Casa dos Ottoni (MRCO/Ibram) recebeu 6.039 visitantes em 2017, o que significa um aumento de 32% em relação ao ano de 2016. Desde o início dos estudos de público no museu, em 2011, o incremento foi de 136%.

Na ocasião, o MRCO aplicou um questionário qualitativo entre os moradores do Serro e os seus visitantes, a fim de estudar a percepção quanto ao trabalho desenvolvido na instituição. Tal proposta procurou avaliar o papel do Museu para a sociedade local e vice-versa, o que possibilitou a definição de estratégias para criação de programas e projetos, visando o aumento do público visitante.

De acordo com o diretor do museu, Carlos Alberto Silva Xavier, a equipe do MRCO promove análises de público mensais que traçam o perfil dos visitantes. “Esta informações embasam o planejamento estratégico da instituição e proporcionam a visualização dos resultados das ações propostas”, declarou.

Uma das estratégias do projeto Museus & Público, a contagem de público é uma atividade fundamental para o estabelecimento de uma melhoria progressiva da qualidade do funcionamento da instituição e do atendimento às necessidades dos visitantes. Os museus Ibram informam seu quantitativo de visitação mensal. Tais informações além de outros detalhes e leituras possíveis a partir desses dados, podem ser encontradas no site do Instituto.

Formulário de Visitação Anual (FVA) – 2017BannerFVA fevereiro2018-01

Previsto pelo Decreto 8.124/2013, o Formulário de Visitação Anual visa colher dados sobre a frequência de público de todos os museus brasileiros. Desenvolvido pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), o FVA viabiliza o envio das informações sobre o quantitativo anual de visitação de maneira padronizada e organizada. O preenchimento do FVA 2017 já pode ser feito através da plataforma Museusbr.

 

Museus já podem enviar dados de visitação em 2015

Banner (televisao elevador)Desde segunda-feira (1), está disponível para preenchimento, o Formulário de Visitação Anual (FVA) – 2015. Desenvolvido pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), o Formulário de Visitação Anual viabiliza o envio das informações sobre o quantitativo anual de visitação de maneira padronizada e organizada. Composto de 11 (onze) perguntas, o FVA é um instrumento exclusivamente online e seu preenchimento pode ser feito em cerca de 5 minutos.

Previstos pelo Decreto 8.124/2013, a coleta e o envio ao Ibram de dados anuais sobre visitação são considerados estratégicos para o desenvolvimento do setor de museus. Mais do que aferir o fluxo de visitação, a contagem de público pode indicar a necessidade de adequação dos serviços oferecidos e a ampliação da ação educativa, entre outras possibilidades.

A contagem de público é também essencial para o acompanhamento e o monitoramento de diretrizes, estratégias, ações e metas estabelecidas em políticas públicas, como as que constam no Plano Nacional de Cultura, Estatuto dos Museus e Plano Nacional Setorial de Museus.

O Formulário de Visitação Anual – 2015 deve ser preenchido até o dia 29 de abril de 2016.

Contagem de público: museus deverão enviar dados ao Ibram

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) publicou nesta sexta-feira (21), no Diário Oficial da União, a Resolução Normativa nº 3 que dispõe sobre a regulamentação de dispositivos do Decreto nº 8.124/2013, relativos à obrigatoriedade de museus brasileiros informarem ao órgão federal seu quantitativo anual de visitação.

CNM fará campanha destacando a importância da contagem de público

CNM fará campanha destacando a importância da contagem de público em museus

A resolução estabelece que todos os museus brasileiros, públicos e privados, deverão preencher questionário disponível no portal do Ibram, que estará disponível a partir de 2 de fevereiro de 2015, no qual serão informados dados básicos sobre cada instituição, o total de visitantes no ano de referência (ano anterior à coleta de dados) e técnica utilizada para a contagem de público.

A convocação para o envio do quantitativo anual de visitação será feita a partir da base de dados do Cadastro Nacional de Museus (CNM).

O período para preenchimento do questionário será de três meses. A resolução já está em vigor e a primeira coleta de dados será relativa ao ano de 2014. Assista vídeo explicativo sobre a importância da contagem de público em museus.

“Em paralelo, vamos lançar durante o 6º Fórum Nacional de Museus uma campanha de esclarecimento aos museus sobre como compartilhar esses dados conosco”, explica a coordenadora de Produção e Análise da Informação do Ibram, Karla Uzêda.

De acordo com a coordenadora, os museus receberão por via postal fôlderes com orientações sobre o preenchimento do questionário. Também será lançada uma cartilha sobre o assunto. “O próprio formulário eletrônico será bem simples e didático, e a equipe do CNM estará à disposição dos museus para ajudar no processo”, completa. Entenda melhor os procedimentos na página do Cadastro Nacional de Museus.

Texto: Ascom/Ibram