Duas mostras estão em cartaz no Museu Regional de São João del-Rei

O Museu Regional de São João del-Rei/Ibram está com duas exposições em cartaz: Memórias de Infância e Concerto.

Concerto do artista Guido Boletti, fica em cartaz no museu até o dia 29 de novembro. O trabalho do artista faz referência à relação entre a música e a pintura por meio da arte abstrata. O “músico das cores” expõe 22 obras que exibem o seu olhar no diálogo entre notas musicais e tintas que são retratadas em telas e esculturas.

Memórias da Infância é resultado do projeto de pesquisa e extensão de mesmo nome. Foram realizadas pesquisas e oficinas com funcionários do Museu Regional, estudantes do curso de Pedagogia da UFSJ e seus familiares, recuperandos da APAC e crianças albergadas na Casa Lar. A exposição conta, ainda, com a participação especial do Museu dos Brinquedos de Belo Horizonte. O objetivo do projeto é rememorar práticas culturais que caíram no esquecimento à medida em que o processo de industrialização se impôs e os brinquedos comprados tomaram conta do universo infantil. A mostra vai até 15 de dezembro.

O Museu

Aberto à visitação pública a partir de 1963, está localizado na antiga residência do comendador João Antônio da Silva Mourão (1806-1866), importante comerciante da cidade no período final da produção de ouro. Após a conclusão das obras, em 1859, o comendador instalou sua família na mansão, no segundo e terceiro pavimentos, e a loja de secos e molhados ficou no primeiro andar.

O Museu Regional de São João del-Rei apresenta uma exposição de aspectos do cotidiano no comportamento e nos costumes dos séculos XVIII e XIX, retratados em móveis, utensílios, meios de transporte, imagens religiosas e pinturas. O objetivo do acervo montado é contar um pouco da intimidade e do modo de viver dos mineiros no período colonial.

Recital de órgão de tubos no Museu Regional em São João del-Rei (MG)

O Museu Regional de São João del-Rei/Ibram realiza no dia 19 de janeiro, às 18h30, um recital de órgão de tubos com a organista Elisa Freixo. O evento, aberto ao público, acontece na galeria térrea do museu e faz parte de um conjunto de apresentações de uma das mais importantes peças do seu acervo.

Elisa Freixo é professora de órgão em São Paulo e organista titular da Arp-Schnitger da Sé de Mariana (MG). Estudou na Faculdade de Música Santa Marcelina, foi bolsista do Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico e frequentou a Escola de Música de Hamburgo.

O Órgão de tubos do Museu Regional foi fabricado no final do século XVIII, na região de São João del-Rei. O instrumento é o único de origem civil em funcionamento que foi confeccionado no Brasil, com técnicas manuais e matérias-primas locais. O museu localiza-se á Rua Marechal Deodoro, 12, Centro. Outras informações pelo telefone (32) 3371.7663.

Fonte: Divulgação Museu Regional de São João del-Rei

Museu Regional de São João del-Rei (MG) apresenta recital

O Museu Regional de São João del-Rei/Ibram realiza no dia 13 de outubro, às 18h30, mais um recital de órgão de tubos com a organista Josinéia Godinho. O evento, aberto ao público, acontece na galeria térrea do museu e faz parte de um conjunto de apresentações de uma das mais importantes peças do seu acervo.

O Órgão de tubos do Museu Regional, recentemente restaurado sob a coordenação técnica de Elisa Freixo, foi fabricado no final do século XVIII, na região de São João del-Rei. O instrumento é o único de origem civil em funcionamento que foi confeccionado no Brasil, com técnicas manuais e matérias-primas locais.

Josinéia Godinho formou-se em Música Sacra e Órgão na Escola Superior de Música e Teatro de Hamburgo (Alemanha). Desde agosto de 2000 está radicada na cidade de Mariana (MG), onde exerce o cargo de organista assistente do órgão Arp Schnitger da Catedral da Sé.

Serviço
Museu Regional de São João del-Rei
Rua Marechal Deodoro, 12, Centro

Domingo é dia de concerto gratuito no Museu Imperial

No próximo domingo, 11 de setembro, às 16h, amantes da música erudita terão a oportunidade de conferir um concerto gratuito no Museu Imperial (Ibram/MinC). A apresentação é a quinta da temporada 2011 do Conjunto Anima e Cuore da Universidade Católica de Petrópolis (UCP), com participação do Coro de Câmara da UCP, sob a regência do maestro Antônio Gastão.

A entrada na apresentação é livre, mas, como o número de lugares é limitado, o Museu recomenda a retirada antecipada de ingressos. Os convites estão disponíveis na bilheteria do Museu Imperial até o horário do evento.

O conjunto Anima e Cuore da UCP foi fundado em novembro de 1986 e já realizou centenas de apresentações. Formado por alunos e ex-alunos bolsistas da universidade, possui um repertório extenso e variado, incluindo desde peças de compositores anônimos do período medieval até os grandes mestres do período barroco. Desde sua fundação, é dirigido pelo maestro Antônio Gastão.

Graduado em Composição pelo Conservatório Brasileiro de Música, o maestro Gastão teve sua formação musical aperfeiçoada sob a orientação de diversos professores: estudou Composição com Geraldo Vespar e Guilherme Bauer, Regência com Gilberto Bittencourt e Carlos Alberto Figueiredo, Técnica Vocal com Eládio Pérez-González e Harmonia da Música Popular com Jan Guest.

SERVIÇOS

V Concerto da Temporada 2011 – Conjunto Anima e Cuore da UCP
Data: 11 de setembro de 2011, domingo, 16h
Local: Sala da Batalha de Campo Grande – Museu Imperial
Entrada franca
Retirada de ingressos na bilheteria até o horário do evento
Informações: (24) 2245-4668

Fonte: Ascom Museu Imperial

Museu Imperial (RJ) apresenta concerto gratuito domingo

O próximo domingo, 07 de agosto, é dia de concerto gratuito no Museu Imperial. O evento é o quarto da temporada de 2011, que oferece apresentações todo primeiro domingo do mês, às 16h, na Sala da Batalha de Campo Grande. A iniciativa é uma parceria com o conjunto Anima e Cuore da Universidade Católica de Petrópolis (UCP), sob regência do maestro Antonio Gastão, e terá participação especial do Coro de Câmara da UCP.

A entrada na apresentação é livre, mas, como o número de lugares é limitado, o Museu recomenda a retirada antecipada de ingressos. Os convites já estão disponíveis na bilheteria do Museu Imperial.

O conjunto Anima e Cuore da UCP foi fundado em novembro de 1986 e já realizou centenas de apresentações. Formado por alunos e ex-alunos bolsistas da universidade, possui um repertório extenso e variado, incluindo desde peças de compositores anônimos do período medieval até os grandes mestres do período barroco. Desde sua fundação, é dirigido pelo maestro Antônio Gastão.

Graduado em Composição pelo Conservatório Brasileiro de Música, o maestro Gastão teve sua formação musical aperfeiçoada sob a orientação de diversos professores: estudou Composição com Geraldo Vespar e Guilherme Bauer, Regência com Gilberto Bittencourt e Carlos Alberto Figueiredo, Técnica Vocal com Eládio Pérez-González e Harmonia da Música Popular com Jan Guest.

Veja abaixo o programa do concerto:

TRÊS CANÇÕES DA RENASCENÇA ESPANHOLA
Com o coro de câmara da UCP
1.                  ENCINA, Juan del – Levanta Pascual
2.                  ANÔNIMO – Venid a sospirar
3.                  ENCINA, Juan Del – Ou comamos y bebamos

RACHMANINOFF, Sergei – Vocalise (versão para cello e piano)

ROFT, William – Sonata I (das “Seis sonatas a duas flautas)
1.                  Grave
2.                  Allegro
3.                  Adagio
4.                  Allegro 

VILLA-LOBOS, Heitor – Elegia (para cello e piano)

VILLA-LOBOS, Heitor – Mazurka-Chôro (da Suíte Popular Brasileira, para violão solo)

BESOZZI, Alessandro – Duetto IV em Mib Maior para duas flautas
1.                  Allegro
2.                  Presto 

TRÊS CANÇÕES DA RENASCENÇA ESPANHOLA
Com o coro de câmara da UCP
1.                  ANÔNIMO – Dindirindin
2.                  FERNANDES, Antonio – Três moricas
3.                  ANÔNIMO – A La Villa voy

SERVIÇO:
IV Concerto da Temporada 2011 – Conjunto Anima e Cuore
Quando: 07 de agosto de 2011, domingo, 16h
Onde: Sala da Batalha de Campo Grande – Museu Imperial (Rua da Imperatriz, 220 – Centro – Petrópolis, RJ)
Informações: (24) 2245-4668
Entrada franca, mediante retirada de ingressos na bilheteria (a partir de 2/8)
 

Fonte: Museu Imperial

Museus do Ibram comemoram Dia Nacional da Música Clássica

O Dia Nacional da Música Clássica, 5 de março, teve comemorações especiais em duas unidades museológicas do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC). O Museu Imperial, em Petrópolis-RJ, e o Museu Villa-Lobos, no Rio de Janeiro-RJ, prepararam apresentações de corais e orquestras. No Museu Imperial, sob a regência Antônio Gastão se apresentaram Coral, Orquestra e Conjunto Anima e Cuore. O evento é resultado de parceria entre o museu e a Universidade Católica de Petrópolis.
Com a regência do maestro Sérgio Barbosa, a Orquestra Villa-Lobos e, com a participação de crianças e jovens músicos que integram o projeto patrocinado pela Petrobras, realizaram Concerto Didático no Museu Villa-Lobos. Crianças da rede pública lotaram o pátio do Museu e também foi assinado o convênio com o Dr Orlando Guillon, representando a Rádio Nacional, que transmitirá ensaios e concertos da jovem Orquestra.

Ainda no dia 5 de março, na Academia Brasileira de Música, tomou posse a nova diretoria, presidida por Turíbio Santos, músico e diretor do Museu Villa-Lobos, eleito no final do ano passado. A Academia foi fundada em 1945 por Heitor Villa-Lobos e na cerimônia da posse Turíbio prestou homenagem a Arminda Villa-Lobos, fundadora do Museu do mesmo nome ,que festeja seu cinquentenário em 2010. Foram homenageados também os presidentes que antecederam Turíbio: Edino Krieger e Ricardo Tacuchian, compositores e Vasco Mariz e Jose Maria Neves (in memoriam) musicólogos.