Governo de MG entrega Comenda Teófilo Ottoni ao Presidente do Ibram/MinC

O Governo de Minas Gerais entrega a Comenda Teófilo Ottoni ao Presidente do Ibram/MinC, José do Nascimento Jr,  e mais 29 agraciados, no dia 28 de novembro. A cerimônia acontece no Auditório da PUC Minas Serro a partir das 11h.

Imagem de Teófilo Benedito Ottoni (1807-1869)

A Comenda foi instituída pela lei n° 16.920, em 6 de agosto de 2007, ano em que foi comemorado o bicentenário do nascimento de Teófilo Ottoni , e tem como finalidade homenagear pessoas e instituições que contribuem para o desenvolvimento político, cultural, econômico e social das regiões dos Vales do Jequitinhonha, Mucuri, Norte e Nordeste de Minas Gerias. Saiba mais.

Em função da comemoração de entrega da comenda, o Museu Regional Casa dos Ottoni/Ibram abrirá as portas excepcionalmente para visitação neste dia. Esta será a primeira vez em que o museu participa da programação das comemorações. Além de expor seu acervo permanente, que contextualiza a história da casa onde nasceu Teófilo Ottoni, o museu irá apresentar peças que não costumam estar expostas.

Texto e imagem: Divulgação Museu Casa dos Ottoni

MinC entrega Ordem do Mérito Cultural 2011 em cerimônia no Recife

Nesta quarta-feira, 9 de novembro, Recife receberá a solenidade de entrega das insígnias da Ordem do Mérito Cultural 2011. A cerimônia da mais alta condecoração da Cultura brasileira será realizada, este ano, pela primeira vez na região Nordeste.

O palco escolhido para a festa foi o Teatro de Santa Isabel. As comendas são entregues pela Presidência da República e pelo Ministério da Cultura a personalidades, grupos de pessoas, iniciativas e a instituições que tenham prestado relevantes contribuições para a Cultura do país.

O tema da Ordem do Mérito Cultural de 2011 é a jornalista e escritora Patrícia Rehder Galvão (1910-1962), mais conhecida pelo apelido de Pagu. Inquieta e de comportamento destemido, Patrícia era feminista e militante do Partido Comunista Brasileiro. Ficou conhecida como uma mulher que viveu à frente de sua época, que sempre buscou quebrar preconceitos.

A escolha de Pagu como tema da edição 2011 da OMC, segundo a ministra da Cultura, Ana de Hollanda, teve o intuito de conferir uma homenagem “ a uma mulher extraordinária, raro exemplo de militância cultural, política e existencial, sempre com uma perspectiva inovadora e transformadora”.

A  ministra comentou também a decisão de realizar pela primeira vez a entrega das medalhas do Mérito Cultural em um estado da região Nordeste:  “a escolha de Pernambuco reforça a nossa visão da riqueza e da multiplicidade culturais do Brasil. O estado vive hoje um momento novo e especial de sua história, expressando-se com vigor nos mais diversos campos do fazer e do criar”, afirmou. Leia mais.

Fonte: Portal Ministério da Cultura