Museu da Inconfidência abre nova exposição em Ouro Preto

Museu da Inconfidência (MG)

Museu da Inconfidência (MG)

Formado pelos fotógrafos Alexandre Martins, Antônio Laia e Eduardo Tropia e pelo poeta Guilherme Mansur, o Coletivo Olho de Vidro, de Ouro Preto (MG), é o convidado da exposição Dobra sobre dobra, que o Museu da Inconfidência inaugura nesta sexta-feira (11), às 19h30.

A mostra é baseada na expressão Pli selon pli, cunhada pelo filósofo francês Gilles Deleuze, que redefine o sentido do Barroco, apresentando-o como efeito de dobras: “O Barroco é aquilo que faz dobras no objeto estético, seja ele um texto, uma música, uma casa, uma roupa, uma igreja, um quadro, etc. Tudo que é barroco é dobrado”.

Com base no tema proposto, os integrantes deixam a criatividade fluir: cada um conhece o trabalho do outro somente no ato da montagem da exposição. A mostra tem visitação gratuita até 10 de agosto de terça-feira a domingo, das 12h às 18h, na Sala Manoel da Costa Athaíde, Anexo I do museu Ibram em Ouro Preto. Saiba mais.

Texto: Divulgação Museu da Inconfidência
Foto: Ibram/MinC