Revista MUSAS divulga resultado final de seleção de artigos

Neste número, MUSAS terá como tema central os 200 anos do museu mais antigo do Brasil em atividade – o Museu Nacional, no Rio de Janeiro (RJ).

Neste número, MUSAS terá como tema central os 200 anos do museu mais antigo do Brasil em atividade – o Museu Nacional, no Rio de Janeiro (RJ).

A Revista Brasileira de Museus e Museologia (MUSAS) divulgou o resultado final de chamada pública para artigos destinados a compor sua oitava edição, que será publicada ainda este ano.

Foram selecionados três trabalhos que irão integrar, neste número, a seção Artigos do periódico de caráter interdisciplinar, que é editado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram). Os textos foram escolhidos após avaliação pelo corpo de pareceristas da revista. Confira a lista de selecionados.

A seção Artigos da Revista MUSAS é aberta à publicação de trabalhos que versem sobre Museologia, Antropologia, Arqueologia, Arquitetura, Arte, Ciência, Educação, Expografia, História, Restauração, Sociologia e demais assuntos que envolvem os museus.

Neste número, MUSAS terá como tema central os 200 anos do museu mais antigo do Brasil em atividade – o Museu Nacional, no Rio de Janeiro (RJ). Aproveitando a ocasião, a revista vai propor uma reflexão sobre dois séculos de experiência museal em território brasileiro, lançando um amplo olhar avaliativo sobre as principais questões, experimentações e conquistas acumuladas nesta trajetória.

A equipe editorial da publicação informa que entrará em contato com os autores selecionados. Confira as edições anteriores da MUSAS.

Ibram abre chamada de parcerias para divulgação da 16ª Semana de Museus

Clique para ampliar

Clique para ampliar

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) abriu hoje (19), chamada pública para a realização de parcerias, sem repasse de recursos financeiros, com foco na divulgação da 16ª Semana de Museus – que acontece entre 14 e 20 de maio em todo o Brasil.

Podem participar da chamada empresas (pessoas jurídicas de direito privado) interessadas em apresentar produtos e serviços que ampliem a visibilidade do evento junto a seus públicos.

O Recebimento de propostas acontece até o dia 30 de março por meio do envio de Ficha para Credenciamento e minuta de Plano de Trabalho, ambos preenchidos e assinados pelo representante da empresa, para o e-mail semana@museus.gov.br. A divulgação do resultado será no dia 13 de abril.

A contrapartida do Ibram será a inclusão das logomarcas das empresas apoiadoras em todo material digital de divulgação produzido para a temporada nacional de eventos, destinado aos museus brasileiros e instituições participantes, assim como no guia digital da programação – voltado para o público. Acesse a íntegra do edital e seus anexos.

Atualmente, o Ibram tem mapeados cerca de 3,8 mil museus no Brasil. Em 2017, 1.070 instituições participaram da Semana de Museus. Confira  as estatísticas de participação de todas as edições.

Parcerias locais
O Ibram também lançou este ano uma versão atualizada de publicação com dicas para museus realizarem parcerias com empresas sem repasse de recursos financeiros.

Para o Ibram, “os objetivos dessas parcerias são ampliar a divulgação dos museus brasileiros, incentivando a visitação e democratizando o acesso, e promover uma maior aproximação com a comunidade e seu entorno”. A publicação está disponível para download.

Texto: Ascom/Ibram

Ibram abre seleção para dirigente do Museu Histórico Nacional no RJ

Publicado hoje (31), no Diário Oficial da União (DOU), aviso de Edital de Chamada Pública para seleção de candidato para ocupação de cargo comissionado de direção no Museu Histórico Nacional (MHN), unidade do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), no Rio de Janeiro (RJ).

Museu Histórico Nacional (RJ)

Seleção para dirigente do MHN está aberta até 23 de novembro

Serão levados em consideração critérios técnicos e objetivos de qualificação baseados na análise de currículo, Declaração de Interesse e de Plano de Trabalho.

Podem concorrer ao cargo servidores efetivos e não servidores que cumpram critérios como formação acadêmica em nível superior, experiência comprovada em gestão e conhecimento das políticas públicas do setor museológico e da área de atuação do museu.

Os candidatos devem enviar a documentação (Currículo, Declaração de Interesse e Plano de Trabalho) até às 23h59 (horário de Brasília) do dia 23 de novembro de 2014, para o endereço eletrônico selecao@museus.gov.br, informando no assunto Chamada Pública Museu Histórico Nacional. Dúvidas e outras questões também devem ser enviadas para o mesmo endereço eletrônico.

Confira a Chamada Pública na íntegra e acesse o Plano Museológico do Museu Histórico Nacional – documento essencial para a proposta de Plano de Trabalho a ser apresentada.

“Com o processo democrático, implementado pelo Ibram, acredito que um número considerável de profissionais habilitados deverá  se apresentar para a seleção: é uma oportunidade extraordinária”, comemora o presidente do Ibram, Angelo Oswaldo.

92 anos de história
O Museu Histórico Nacional foi criado em 1922, quando se celebrou no Brasil o centenário da Independência (1822) com uma exposição mundial. O conjunto arquitetônico que abriga o MHN desenvolveu-se a partir do Forte de Santiago, na Ponta do Calabouço, um dos pontos estratégicos para a defesa da cidade do Rio de Janeiro.

Considerado um dos mais importantes museus do país, reúne um acervo de mais de 348 mil itens, entre os quais a maior coleção de numismática da América Latina. Sediou, a partir de 1932, o primeiro curso de Museologia brasileiro, assim como a Inspetoria de Monumentos Nacionais – futuro Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Com recursos do Ministério da Cultura (MinC), entre 2003 e 2006, o museu passou por importantes obras de restauração e modernização. Em 2009, com a criação do Ibram, o MHN passou a integrar sua rede de museus federais. Saiba mais.

Texto e foto: Ascom/Ibram

Matéria relacionada
Ibram abre seleção para escolha de novos diretores em seis museus