Exposições de arte contemporânea no Museu da República ganham livro

Para comemorar os dez anos de atividades da Galeria do Lago, espaço dedicado à arte contemporânea situado em seu jardim, o Museu da República/Ibram, no Rio, lança nesta segunda-feira (8), a partir das 18h, livro que apresenta cronologicamente as exposições individuais e coletivas realizadas no espaço.

Jardins do Museu da República no Catete

Jardins do Museu da República no Catete

Com organização da artista visual Martha Niklaus, que esteve à frente da galeria durante estes dez anos, Galeria do Lago: arte contemporânea no Museu da República traz imagens das obras de todos os 140 artistas envolvidos e textos inéditos.

O livro tem edição bilíngue (português-inglês), 320 páginas e será distribuído gratuitamente no lançamento.

A própria Martha Niklaus, a crítica de arte Glória Ferreira, o museólogo e poeta Mario Chagas e a curadora Isabel Sanson Portella, atual coordenadora da Galeria do Lago, assinam os textos da publicação, que traz também reedição das entrevistas com os artistas publicadas nos fôlderes de suas exposições.

Com exposições que duram em média três meses, a Galeria do Lago apresenta obras que dialogam com o Museu da República, seu acervo histórico, paisagístico e arquitetônico, possibilitando o acesso aos cinco mil frequentadores que desfrutam diariamente do maior jardim público do bairro do Catete. Saiba mais.

Texto: Divulgação Museu da República
Foto: Arquivo Ibram

Visitas guiadas ao Museu da República acontecem antes do carnaval

Na semana que antecede o carnaval, entre os dias 13 e 17 de fevereiro, o Museu da República/Ibram programou uma série de visitas guiadas pelo Palácio do Catete e jardins do museu.

O jardim  é uma área tombada, e tem entre os atrativos lagos, grutas, chafariz e várias esculturas, como o conjunto que representa os cinco continentes: Ásia, África, América, Europa e Oceania.

O Palácio do Catete, além de fazer parte da História do Brasil por ter sido sede do governo brasileiro por cerca de 63 anos e ter hospedado 16 presidentes, é considerado de grande valor arquitetônico e artístico nacional. O Palácio também apresenta um conjunto de obras de arte, como quadros e esculturas, e uma exposição de longa duração sobre a história da República no Brasil.

Para realizar a visita guiada, o visitante tem que comparecer pelo menos 10 minutos antes do início da visita. O número mínimo de participantes por visita é de cinco pessoas e o número máximo é de 20 pessoas. Visita de grupos deve ser agendado pelo telefone (21) 3235. 5124. Outras informações aqui.

Calendário de visitas guiadas
Dia 13 (segunda-feira) , às 10h
Um jardim de História

Dia 14 (terça-feira), às 15h
Arte no Palácio

Dia 15 (quarta-feira), às 15h
Um tempo de memórias

Dia 16 (quinta-feira), às 15h
A Res Pública Brasileira (1º conjuntura)

Dia 17 (sexta-feira), às 10h30
Símbolos Republicanos

Dia 17 (sexta-feira), às 14h30
A Res Pública Brasileira

Fonte: Divulgação Museu da República

Museu da República completa 51 anos com programação especial no feriado

O Museu da República/Ibram, localizado no centro do Rio de Janeiro, comemora 51 anos de criação na terça-feira (15). 

Para marcar a data, o Palácio do Catete, que foi sede do Poder executivo brasileiro até a transferência da capital federal para Brasília (1960), oferece ao público uma programação especial.

No feriado da Proclamação da República, o museu abre suas portas às 10h, com entrada franca. A partir das 10h30, e durante todo o dia, atividades como contação de histórias, visitas mediadas e jogos garantem o entretenimento de crianças e adultos.

A programação será encerrada com a apresentação da Orquestra Villa-Lobos e Crianças, no jardim do museu, a partir das 16h, e com o encerramento da exposição Adjetos e Aparatos Femininos, que acontece a partir das 17h na Galeria do Lago. Veja mais detalhes aqui.

Fonte: Divulgação Museu da República