Ibram anuncia tema da Primavera dos Museus deste ano

Museus e memórias indígenas será tema da Primavera dos Museus 2015

Ministro da Cultura durante Roda de Conversa no Amapá ontem (25): questão indígena tem destaque

Museus e Memórias Indígenas será o tema da 9ª Primavera dos Museus, que acontecerá de 21 a 27 de setembro de 2015.

O anúncio foi feito ontem (25), pelo presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Carlos Roberto Brandão, durante a Caravana da Cultura na Região Norte, que teve lugar em Macapá (AP), e contou com a presença do Ministro da Cultura (MinC), Juca Ferreira.

A causa indígena é uma das bandeiras da atual gestão do MinC e o ministro reiterou seu compromisso com ela durante o encontro.

As comunidades indígenas representadas entregaram documentos com suas reivindicações e Juca Ferreira participou de ritual chamado Avasi, em tupi-guarani, e que significa ‘Festa do Milho”. Saiba mais sobre a Roda de Conversa em Macapá.

Museus na primavera
A Primavera dos Museus, que acontece anualmente desde 2007, é o resultado de uma ação conjunta entre as instituições museológicas de todo o país e o Ibram – autarquia vinculada ao MinC.

O Instituto lança um tema e convida os museus e outras instituições culturais a desenvolverem uma programação especial, sempre no início da primavera – que este ano começa no dia 23 de setembro.

O Ibram receberá entre 1º de julho e 21 de agosto as inscrições dos interessados em participar da temporada nacional de eventos do segundo semestre de 2015 .

Para participar, basta acessar a página de inscrições, que ficará disponível no sítio web do Ibram, e  inscrever as atividades, que podem ser exposições, visitas guiadas, shows, palestras, exibição de filmes, entre outras.

os eventos devem acontecer entre os dias 21 e 27 de setembro, chamando assim a comunidade a refletir, discutir e trocar experiências sobre o tema Museus e Memórias Indígenas.

Ao longo das edições da Primavera dos Museus, a participação das instituições teve um crescimento médio de 18% ao ano, assim como o número de eventos cadastrados aumentou 21%. Veja como foram as edições anteriores.

Texto: Ascom/Ibram (com Ascom/MinC)
Foto: Lia de Paula/MinC

Caravana da Cultura abre diálogo com artistas e gestores culturais de Minas Gerais

Roda da conversa com gestores culturais de Minas

Roda da conversa com gestores culturais de Minas

Nesta semana, Minas Gerais recebeu a Caravana da Cultura, do Ministério da Cultura. Promovida pelo MinC, a Caravana visa ouvir demandas e estreitar laços entre o governo e gestores, artistas e produtores culturais da região. Esta é a quarta edição do projeto, que já passou, neste ano, pelo Maranhão, Bahia e Ceará. O encontro começou com o Fórum Nacional de Secretários de Cultura das Capitais e Regiões metropolitanas, na quarta-feira (6) e terminou com uma roda de conversa, na tarde de quinta-feira (7).

A roda de conversa contou com a presença do presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Carlos Brandão; o secretário de Articulação Institucional do MinC, Vinícius Wu; o diretor do Centro de Artes Cênicas da Funarte, Leonardo Lessa; a superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais (Iphan/ MG), Célia Corsino; o assessor especial do MinC,  Fred Maia, e o secretário de cultura de Minas Gerais, Angelo Oswaldo.

Desburocratização, participação social na formulação de diretrizes, acesso mais democrático e contínuo a financiamentos, políticas culturais específicas para comunidades quilombolas e para o artesanato foram alguns dos questionamentos levantados pelo público durante roda de conversa. O objetivo do encontro foi ouvir demandas e estreitar laços entre ministério e sociedade.

Na ocasião, o presidente do Ibram destacou a importância da preservação da memória e de se pensar políticas públicas para museus. “Temos museus em cerca de 20% dos municípios brasileiros. É importante atentarmos para esse passivo no resguardo da memória”.