Página 1 de 212

Ibermuseus inscreve até 25 de setembro para bolsas de capacitação

Edital concederá bolsas para participação em atividades de curta duração e realização de residências em museus para o desenvolvimento de projetos de pesquisa.

Edital concederá bolsas para participação em atividades de curta duração e realização de residências em museus para o desenvolvimento de projetos de pesquisa.

O Programa Ibermuseus recebe até 25 de setembro inscrições para o edital Bolsas Ibermuseus de Capacitação 2018, que busca fortalecer as competências e conhecimentos dos profissionais de museus por meio de formações teóricas e práticas.

A terceira edição do edital concederá bolsas em duas categorias: a Categoria I é voltada à participação em atividades de curta duração (entre 2 e 5 dias); e a Categoria II à realização de residências em museus públicos ou mistos para o desenvolvimento de projetos de pesquisa.

Podem candidatar-se trabalhadores de museus e instituições públicas do setor museal dos 12 países membros do Programa Ibermuseus, para realização de atividades em museus públicos ou mistos de qualquer dos 22 países da região ibero-americana.

As bolsas são destinadas ao custeio de transporte, seguro de viagem e alojamento. As atividades poderão ser realizadas até 30 de abril de 2019. Para mais informações, leia a Convocatória Completa e o Guia de Candidatura.

Ibermuseus recebe inscrições para bolsas de capacitação até 31 de março

Interessados em apoio para atividades formativas de curta duração podem inscrever suas solicitações por meio da plataforma Convocatórias Ibermuseus. As atividades poderão ser realizadas até 30 de junho.

Interessados em apoio para atividades formativas de curta duração podem inscrever suas solicitações por meio da plataforma Convocatórias Ibermuseus. As atividades poderão ser realizadas até 30 de junho.

Seguem abertas até 31 de março as inscrições para o Programa de Bolsas Ibermuseus, destinado a promover a qualificação de profissionais de museus, estimular a circulação de conhecimento e facilitar o intercâmbio de conteúdos, experiências, práticas e conceitos entre os países da Comunidade Ibero-americana.

A categoria é direcionada ao apoio à capacitação profissional em atividades de curta duração, tais como jornadas, cursos, oficinas, seminários, conferências e afins, realizadas ou apoiadas por instituições governamentais responsáveis pelas políticas públicas para os museus.

A duração das bolsas oscila entre um mínimo de dois dias e um máximo de cinco dias. As Bolsas de Capacitação Ibermuseus podem financiar: transporte de ida e volta do local de origem ao destino da atividade ou intercâmbio; seguro de viagem; e acomodação.

O valor máximo por solicitação é de US$ 2.750 para atividades com destino em Espanha, Portugal ou Andorra e US$ 2.500 para atividades com destino na América do Sul, no México ou na América Central. O apoio econômico solicitado na candidatura estará sujeito à aprovação do comitê avaliador.

Interessados em apoio para atividades formativas de curta duração podem inscrever suas solicitações por meio da plataforma Convocatórias Ibermuseus. As candidaturas devem ser enviadas no prazo mínimo de 60 dias antes do início da capacitação e as atividades poderão ser realizadas até 30 de junho de 2018.

No ato da solicitação, é necessário apresentar um Projeto de Multiplicação que demonstre de forma clara, com indicadores, de que maneira os conhecimentos adquiridos serão multiplicados dentro de sua instituição de origem. Consulte o Guia de Informação Geral – Bolsas Ibermuseus de Capacitação. Dúvidas podem ser enviadas ao e-mail: convocatorias@ibermuseus.org.

Cursos e publicações contemplaram demanda do setor museal por capacitação

Uma das principais competências do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), a qualificação dos profissionais que atuam no setor museal foi contemplada em 2017 com o lançamento de publicações e a realização de cursos sobre diversos temas relacionados à área.

Curso presencial é uma iniciativa do programa Saber Museu e vai oferecer orientações para a elaboração daquele que é considerado o principal instrumento para a gestão de museus.

Curso presencial com Maristela Simão oferecido este ano pelo Ibram. Publicação tratou do tema

A cargo do programa Saber Museu, foram realizados ao longo do ano seis cursos presenciais em três unidades da federação – Rio Grande do Sul, Espírito Santo e Distrito Federal – sobre montagem de exposições, elaboração de planos museológicos, fomento para a área museológica e conservação preventiva de acervos culturais.

Os cursos contemplaram um público direto de cerca de 300 pessoas de 16 unidades da federação e todo o material relacionado está disponível também na plataforma virtual Saber Museu. A ideia é que, em breve, sejam promovidos outros cursos através do ambiente virtual de aprendizagem, sobre os temas mencionados e outros.

Publicações
Como desdobramento do trabalho do Saber Museu, foi lançado este ano o primeiro volume da série Caminhos da Memória – que passa a agregar a expressiva produção de conhecimento gerada para a realização dos cursos, oficinas, seminários e outras atividades de capacitação, presenciais e a distância.

Com pesquisa e elaboração de Maristela Simão, Lúcia Valente e Katia Bordinhão, Caminhos da memória: para fazer uma exposição traz orientações básicas, além de recursos teóricos e metodológicos, para a montagem de uma exposição, abrangendo as fases de planejamento, execução e avaliação. A versão digital do livro está disponível para download gratuito.

Também foi lançada em 2017, em parceria com o Programa Ibermuseus, a versão atualizada da publicação Gestão de Riscos ao Patrimônio Musealizado Brasileiro, com texto integral do programa e cartilha, agora também traduzidos para o espanhol.

Foram ainda disponibilizadas em 2017 as versões digitais e gratuitas dos livros Pontos de Memória: Metodologia e Práticas em Museologia Social (disponível em português, espanhol e inglês) e Subsídios para a elaboração de planos museológicos.

Texto e foto: Ascom/Ibram

Ibram oferece ao público geral curso sobre concepção de exposições

14047269_1118746204850617_4393053702900250598_o

Montagem de exposição no Museu Victor Meirelles, em Florianópolis (SC).

Nas próximas quinta e sexta-feira, dias 23 e 24, o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) oferece, em sua sede em Brasília (DF), minicurso gratuito voltado a estudantes, profissionais do campo museal, servidores do órgão e público em geral sobre a concepção, planejamento, execução e avaliação de exposições.

“Caminhos da Memória: fazendo uma exposição”, ministrado pela museóloga e historiadora Maristela Simão, será oferecido numa iniciativa do programa de formação, capacitação e qualificação Saber Museu. Com carga horária de 8h e desenvolvido em duas manhãs (das 8h30 às 12h30), no auditório do Ibram, o curso vai trazer ao público orientações básicas e recursos teóricos sobre o tema.

Interessados em participar devem enviar nome completo, CPF e e-mail para suporte.ead@museus.gov.br. Serão oferecidas 40 vagas, preenchidas por ordem de inscrição. O Ibram está situado no endereço: SBN Quadra 2, Bloco N, Edifício CNC III, em Brasília (DF).

Programa oferece bolsas de capacitação a profissionais de museus

Estão abertas as inscrições para a primeira edição do Bolsas Ibermuseus de Capacitação. O objetivo da ação é promover mecanismos de proteção e gestão do patrimônio museológico ibero-americano, por meio da qualificação profissional, além de fomentar a consolidação da Rede Ibero-Americana de Museus.

Bolsas_IbermuseusA iniciativa faz parte do Programa Ibermuseus e permitirá a participação de profissionais da área em atividades como cursos de curta duração, seminários, congressos e oficinas sobre temas relacionados à conservação preventiva, gestão de riscos e atuação em emergências.

Os interessados podem submeter online as candidaturas até dezembro de 2016 – ou até que se esgotem os recursos disponíveis. A inscrição deve ser feita com antecedência mínima de 60 dias ao início da atividade pretendida.

12 países podem concorrer
As bolsas serão concedidas aos profissionais que atuem nas áreas relacionadas à gestão e manejo de coleções: conservação, restauração ou curadoria em instituições museais ou instituições governamentais responsáveis pelas políticas públicas para os museus dos 12 países membros do Comitê Intergovernamental do Programa: Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, Espanha, México, Paraguai, Peru, Portugal e Uruguai.

As bolsas cobrirão taxa de inscrição, caso se aplique; passagens de avião, trem ou ônibus, dependendo do local da atividade; translado terrestres em transporte público entre o aeroporto, o hotel e o local da atividade; seguro viagem; hospedagem e alimentação.

De acordo com o edital, a duração do benefício poderá oscilar de dois a cinco dias de atividade formativa. Após a conclusão das ações de capacitação, os selecionados deverão executar um projeto de multiplicação dos conhecimentos adquiridos em sua instituição. O projeto deverá ser apresentado no ato de inscrição e será submetido à aprovação (junto às demais documentações solicitadas).

Acesse a íntegra da convocatória e saiba mais sobre o Programa Ibermuseus.

Texto: Portal Brasil

Ibram dá pontapé inicial para a construção do Saber Museu

O Ibram iniciou, neste segundo semestre, a reformulação do seu programa de formação, capacitação e qualificação. O Saber Museu está em fase de construção e tem como proposta integrar os diferentes esforços de formação já empreendidos pelo Instituto. Para tanto, foi desenvolvido um ambiente virtual de aprendizagem – Moodle, com o propósito de expandir o acesso aos conteúdos instrucionais que serão produzidos e disponibilizados online, para além da oferta direta e pontual de oficinas presenciais, que deverão ser retomadas e redesenhadas nesse novo projeto.

Nesta primeira etapa, está sendo realizado um projeto piloto com servidores do Instituto e Pontos de Memória. Serão testados os recursos da plataforma virtual a partir de dois cursos iniciais – Museu, Memória e Cidadania na Diversidade Cultural e Inventário Participativo de Referências Patrimoniais. O objetivo é que essas primeiras turmas avaliem, proponham e validem o conteúdo dos cursos, para que, em uma segunda etapa, estes cursos sejam ofertados amplamente para o setor museal.

Os servidores e Pontos de Memória interessados em participarem do piloto têm até o dia 09/10 para se inscrever, através do email comuse@museus.gov.br. Os cursos se iniciam no dia 19/10/15. A previsão é que os cursos comecem a ser ofertados para a comunidade museal no próximo ano.

Museus dinarmarqueses receberão profissionais brasileiros para intercâmbio

dinamarca-redesO Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) está com seleção pública aberta para bolsa de intercâmbio em Museus Dinamarqueses.

O edital, aberto na segunda-feira (25), irá em selecionar cinco profissionais  para participar de intercâmbio em instituições museais em um período de 15 dias entre os meses de setembro a dezembro de 2015.

O programa tem com objetivo trocar experiências e conhecimento em parcerias de aprendizagem, qualificar a formação dos profissionais de museus e produzir novos conhecimentos em museus no Brasil e na Dinamarca, através de realização de seminários, palestras, workshops ou atividade previamente descrita no projeto conforme edital.

Os interessados, além de preencherem os requisitos do edital, devem enviar projeto redigido em língua portuguesa e inglesa contendo a descrição da ideia, justificativa, objetivo, tempo de execução e museu de preferência, listados no Anexo I, para execução com o limite máximo de quinze dias.

A justificativa deve obrigatoriamente conter o modo como o projeto tem a intenção de fortalecer a capacitação e treinamento dos profissionais dos museus participantes em relação à pesquisa, à conservação, à prática de exposições, educação, aprendizagem ou área específica do projeto apresentado.

As inscrições serão recebidas pelo Ibram até 17 de julho. Acesse todas as informações sobre o edital de intercâmbio.

Texto: Maria Valentina Naves (Ascom/Ibram)

Rio Grande do Norte é o segundo estado a receber Encontro Regional

Teve início hoje (14), a primeira etapa do Encontro Regional do Programa Pontos de Memória em Natal, Rio Grande do Norte (RN). Este é o segundo encontro de uma série de dez programados para acontecer em 2015 em todo o país – o primeiro teve lugar em Belém (PA) no mês de março.

Abertura da exposição Memórias Plurais em Belém (PA) dia 27 de março

Abertura da exposição Memórias Plurais  na Universidade Federal do Pará no dia 27 de março

Realizados pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), os encontros promovem, com os parceiros locais, capacitações direcionadas a iniciativas de museologia social, Pontos de Memória e museus comunitários.

A proposta é aproximar grupos e entidades que dialogam com a proposta do Programa Pontos de Memória do Ibram: ampliar o direito à memória no país, atendendo a grupos sociais que não têm oportunidade de narrar e expor suas próprias histórias, memórias e patrimônios nos museus tradicionais.

Exposição itinerante
No RN, as capacitações acontecem no mês de abril, com as oficinas Museu, Memória e Cidadania (dias 14 e 15) e Inventário Participativo (dias 22 e 23); e no mês de junho, com a atividade Diálogos sobre Exposições Colaborativas (dias 16 e 17).

Já no dia 24 de abril acontece a abertura da exposição itinerante Memórias Plurais. O enfoque dado à mostra são as redes de memória e museologia social que articulam pontos e iniciativas pelo país.

Cada rede enviou textos e fotografias para a Coordenação de Memória e Museologia Social do Ibram que, com o apoio da jornalista e consultora Sara Schuabb e da arquiteta do Ibram Simone Kimura, reuniu e selecionou o material, definindo os contornos da exposição.

A etapa potiguar dos Encontros Regionais de Pontos de Memória tem a realização local da Secretaria Estadual de Cultura, Fundação José Augusto, Rede de Pontos de Memória e Museus Comunitários do RN e o Museu Nísia Floresta.

Grupo de Trabalho, em Belém (PA), discute a montagem da exposição Memórias Plurais

Grupo de Trabalho, em Belém (PA), discute a montagem da exposição Memórias Plurais

A iniciativa conta ainda com a parceria da Secretaria do Estado de Educação e Cultura do RN e da Rede Potiguar de Televisão Educativa e Cultural. Outras informações sobre o encontro em Natal podem ser obtidas pelo telefone (84) 9950.4984.

Estrutura dos encontros
divididos em módulos, os encontros regionais contam, de modo alternado, com capacitações em torno dos temas Museus, Memória e Cidadania na Diversidade Cultural; Inventário Participativo; Registros Audiovisuais e Diálogos sobre Exposições Colaborativas.

Promover a reflexão sobre as possibilidades de realização de intervenções urbanas e exposições de longa e curta duração, de caráter comunitário e colaborativo, a partir de experiências concretas realizadas por Pontos de Memória é o mote da formação Diálogos sobre Exposições Colaborativas.

Já a formação dos agentes de memória participantes nas áreas fotografia e audiovisual, apoiando ainda a produção de conteúdos de caráter colaborativo, é a proposta da oficina Registros Audiovisuais.

A oficina Museu, Memória e Cidadania na Diversidade Cultural visa promover a reflexão sobre os conceitos de “museu”, “memória”, “cidadania” e “diversidade cultural”, incentivando os participantes a utilizar o “fazer museal” como estratégia de transformação social a partir do seu patrimônio.

Encerramento da oficina Inventário Participativo no Pará

Encerramento da oficina Inventário Participativo no Pará

Oferecer condições para a identificação, registro, preservação e salvaguarda do patrimônio cultural de grupos, comunidades e iniciativas de memória e museologia social, é o tema da oficina Inventário Participativo.

Durante o encontro, a reflexão sobre os conceitos de “museu”, “memória”, “patrimônio cultural”, “inventário participativo” e “referências culturais” permeiam as discussões.

Calendário nacional
Até dezembro, mais oito Encontros Regionais do Programa Pontos de Memória estão programados. Após as etapas de Belém e Natal, o encontro chega a Fortaleza (CE) no mês de maio, Recife (PE) em junho, e Salvador e Ilhéus (BA) entre os meses de julho e agosto.

Em setembro, será a vez de Goiânia (GO) receber o encontro. São Paulo (SP) está agendado para outubro, Rio de Janeiro (RJ) para novembro e Porto Alegre (RS) encerra os encontros em dezembro. As datas, locais e parceiros locais ainda estão em definição e serão divulgados aqui na página do Ibram.

O Programa Pontos de Memória do Ibram conta atualmente com 120 pontos de memória parceiros (107 no Brasil e 13 no exterior), sendo 12 “pioneiros” (fomentados com recursos do Pronasci/Ministério da Justiça) e os demais premiados nos editais 2011 e 2012 do Ibram – com recursos do Fundo Nacional de Cultura (FNC). Ainda este semestre será divulgado o resultado final do Prêmio Pontos de Memória 2014. Saiba mais.

Texto: Geyzon Dantas (Ascom/Ibram)
Fotos: Programa Pontos de Memória/divulgação

Rede LGBT organiza capacitação para o Prêmio Pontos de Memória

No dia 16 de novembro, entre 14h e 18h (horário de Brasília), a Rede LGBT de Memória e Museologia Social vai realizar, via videoconferência, uma oficina com foco na participação de entidades no Prêmio Pontos de Memória 2014 do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) – cujo prazo para inscrições encerra-se no dia 20 de novembro.

“Lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e travestis e suas memórias podem ser premiadas”, informa a rede no chamado para a participação do público-alvo na capacitação. Um material de apoio para tirar dúvidas específicas sobre o edital, que será apresentado na videoconferência, também foi preparado. As inscrições devem ser enviadas para o endereço eletrônico redememorialgbt@gmail.com.

O Programa Pontos de Memória atende os diferentes grupos sociais do Brasil que não têm oportunidade de narrar e expor suas próprias histórias, memórias e patrimônios nos museus. O prêmio, em sua terceira edição, se propõe a premiar e estimular iniciativas em memória e museologia social de comunidades e seu patrimônio comunitário.

Texto: Divulgação Rede LGBT

Museu do Ouro participa de atividade com foco na capacitação de mulheres

Visita mediada ao Museu do Ouro para participantes do projeto

No mês de julho, o Museu do Ouro/Ibram, localizado em Sabará (MG),  participou do projeto Com Licença, vou à luta, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social. O objetivo é inserir 60 mulheres do município no mercado de trabalho, por meio de palestras e cursos profissionalizantes.

A participação ocorreu por meio da palestra Ética e Cidadania, ministrada por técnica em Assuntos Educacionais do Museu do Ouro, no dia 9 de julho. Além da palestra,  uma visita mediada, seguida de dinâmica em grupo, foi realizada no Museu do Ouro, no dia 27, para os participante do projeto.

Diante dos resultados, o museu foi convidado pela prefeitura municipal a ampliar a atividade, no  mês de agosto, para a Coordenadoria do Idoso de Sabará.

O Museu do Ouro localiza-se à Rua da Intendência, S/Nº – Centro. Outras informações pelo telefone (31) 3671.1848.

Texto e foto: Divulgação Museu do Ouro

 

Página 1 de 212