Ouro Preto homenageia ex-diretor do Museu da Inconfidência, Rui Mourão

Rui Mourão, diretor do Museu da Inconfidência por 43 anos.

Rui Mourão, diretor do Museu da Inconfidência por 43 anos.

O dia 05 de outubro, quinta-feira, receberá uma série de atividades que marcam as boas-vindas à nova diretora do Museu da Inconfidência (Ibram/MinC), a arquiteta restauradora Deise Cavalcanti Lustosa, e a despedida do romancista e ensaísta Rui Mourão, que ocupou o posto durante 43 anos. Haverá cerimonial de posse, sessão solene organizada pelos vereadores na Câmara Municipal de Ouro Preto, lançamento de livro e abertura de exposição.

A primeira cerimônia começa às 17h, no Auditório, Anexo I, com transmissão oficial do cargo pelo presidente do Instituto Brasileiro de Museus – Ibram, Marcelo Mattos Araújo, seguida de homenagem dos servidores. Às 19h, a Câmara Municipal reverenciará Rui Mourão, com entrega de placa em Honra ao Mérito pelo Vereador Chiquinho de Assis. O encerramento se dará com o lançamento do livro de contos Caderno de Viagem, de Lucas Carvalho Rôla Santos, no Auditório do Museu, e inauguração de mostra com o mesmo nome na Sala Manoel da Costa Athaide.

EXPOSIÇÃO – Os 32 desenhos que compõem a exposição Caderno de Viagem são produzidos em nanquim sobre papel, dentro da perspectiva do “Realismo Fantástico”, apresentando situações cotidianas, mas com alguma ruptura surreal, que conduzem a um novo significado das situações retratadas. As obras, todas de autoria de Lucas Carvalho Rôla Santos, trazem para o primeiro plano o absurdo, mas de maneira naturalizada.

As imagens tecem diálogo com a vida, cujo dia-a-dia também guarda seus absurdos, velados pela lida irrefletida com a rotina e as exigências que ela impõe. Na superfície da série, viram, todavia, objeto de reflexão e causam o espanto pelo real. As ilustrações expostas também integram livro de contos de igual nome, no qual aparecem como contos imagéticos, autônomos, figurando entre páginas para que estejam a serviço da imaginação do leitor.

Texto: Ascom Museu da Inconfidência

Foto: Janine Ojeda

Exposição conta a História da Maré na Câmara Municipal do Rio de Janeiro

Termina nesta sexta-feira, 21 de maio, a exposição Rede Memória da Maré, na Câmara Municipal do Rio de Janeiro. A mostra retrata o cotidiano de uma comunidade marcada por conflitos e histórias marcantes, através de fotos, mapas, vídeos, documentos e objetos cedidos pelos próprios moradores da região.
A exposição foi concebida pelos coordenadores do Museu da Maré Markito Fonseca, Marcelo Vieira e Luciano Ribeiro e é uma homenagem à comunidade que foi instituída como bairro no ano de 1994.

Durante a semana, a comunidade da Maré foi homenageada através de diversas ações pelo vereador Paulo Messina , com a concessão da Medalha Pedro Ernesto ao Museu da Maré, a entrega de Moções e Congratulações e Louvor à Associação de Moradores do bairro, além da apresentação do Projeto de Lei que institui a Semana da Maré entre os dias 1º e 8 de maio.

A exposição está aberta das 9h às 18h, no Sagão José do Patrocínio, entrada Principal da Câmara do Rio. Entrada Franca.