Museus podem se inscrever para intercâmbio com o Reino Unido

Até 25 de junho, o British Council Brasil recebe candidaturas para  programa de intercâmbio com foco na construção de conexões entre museus, instituições culturais e universidades criativas no Brasil e no Reino Unido.

A incentiva, chamada Exchange Programme, visa a colaboração por meio do intercâmbio de conhecimento e melhores práticas para o desenvolvimento do setor cultural, fornecendo recursos às instituições para promover a capacitação de profissionais e aumentar a compreensão intercultural.

Intercambio_ExchangeMuseus, universidades criativas (ou seja, faculdades em áreas como artes e setores criativos) e instituições culturais sem fins lucrativos podem participar.

As candidaturas são feitas exclusivamente em nível institucional para funcionários do quadro permanente e com um mínimo de 3 anos de experiência no setor.

Os interessados devem preencher um formulário on-line e enviar uma carta aprovada pelos gestores das duas instituições envolvidas na proposta de intercâmbio. As candidaturas devem ser enviadas em inglês.

Os contemplados desenvolverão uma residência com a instituição parceira ou universidade por um período mínimo de duas semanas até um mês. Confira o Termo de Referência na íntegra.

Outras informações e questões devem ser enviadas para o endereço eletrônico contato@britishcouncil.org.br.

Texto: British Council/Divulgação
Edição: Ascom/Ibram

British Council promove conferência internacional sobre museus no Rio

“Museus para quê?” é o tema da conferência internacional que o British Council no Brasil realiza, nos dias 21 e 22 de novembro, no auditório do Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro (RJ).

Conferência internacional acontece no Museu do Amanhã no Rio

Conferência internacional acontece no Museu do Amanhã no Rio

O foco da conferência será o papel social dos museus e sua integração às causas mais contemporâneas e urgentes da sociedade: ativismo social, políticas públicas, engajamento de públicos, inovação, mídias e sustentabilidade são temas para palestrantes do Reino Unido, Brasil e Itália.

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) será representado pela diretora de Difusão, Fomento e Economia dos Museus, Eneida Braga Rocha, no painel Políticas Públicas: o que elas podem fazer por todos?.

Confira a programação completa. O evento contará com tradução simultânea. As inscrições são gratuitas e já estão abertas.

Programa Transform
A conferência “Museus para quê?” celebra quatro anos (2012-2016) do Programa Transform de Museus – plataforma de diálogo sobre as melhores práticas, intercâmbio de conhecimento e parcerias entre instituições no setor museológico.

Mais de 200 instituições participaram de visitas de estudo temáticos no Reino Unido e no Brasil, assim como seminários, workshops, cursos de formação, pesquisas e parcerias entre museus. Conheça a plataforma do British Council e leia entrevista realizada pelo programa com o presidente do Ibram, Marcelo Araujo, com o tema “A arte transforma a vida”.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Bryan Prujansky/Museu do Amanhã

Museus e seus públicos é tema de seminário nesta sexta (26) no Rio

Museus e seus públicos é tema de seminário que será realizado nessa sexta-feira (26), pelo British Council, no Museu de Arte do Rio (MAR). A iniciativa reunirá profissionais britânicos e brasileiros para discutir as melhores práticas, tendências e estudos de caso que possam inspirar novos modelos, ações e oportunidades para museus.

Museus e público: seminário é parceria do British Council com o MAR

Museus e públicos: seminário é parceria do British Council com o MAR

Para Lucimara Letelier, Diretora Adjunta de Artes do British Council, “o tema de atração e diversificação de públicos é um dos mais importantes para os museus brasileiros neste momento em que eles passam por um processo de revitalização, requalificação e abertura de novos espaços. É preciso abrir o debate sobre iniciativas que funcionam, práticas que colaboram para atrair e fidelizar públicos diversos”.

O seminário será dividido em dois painéis. O primeiro terá a participação do britânico Iain Watson, diretor do Tyne & Wear Archives & Museums (TWAM); Carlos Gradim, Diretor-presidente do Museu de Arte do Rio e Tatiana Levy, Gerente Executiva e Socioeducativa do Museu Internacional de Arte Naif.  O debate terá moderação de Luis Marcelo Mendes, Consultor da Fundação Roberto Marinho.

A segunda conversa será pautada pela experiência dos museus de ciência e será conduzida por Lucimara Letelier, com participação de Jean Franczyk, Diretora Adjunta do Science Museum de Londres. Compartilhando a experiência brasileira, participam do painel Diego Vaz, Chefe do Museu da Vida; e Luiz Alberto Oliveira, Curador do Museu do Amanhã, que está previsto para ser inaugurado em setembro.

O evento é gratuito e conta com tradução simultânea. As vagas são limitadas e sujeitas a lotação. Mais informações e inscrições na página do Programa Transform.

Texto: Divulgação British Council
Foto: Divulgação/Marcel Blanco (MAR)

Intercâmbio: museus do Reino Unido recebem brasileiros para estágios

A Secretaria da Economia Criativa do Ministério da Cultura (MinC), em parceria com o British Council, obteve duas vagas em estágios em museus do Reino Unido. As oportunidades serão no Science Museum Group e no Horniman Museum and Gardens.

Os candidatos devem se inscrever para as vagas no British Council e, simultaneamente, no Edital Conexão Cultura Brasil #Intercâmbio para obtenção de ajuda de custo para a cobertura de gastos de viagem. As inscrições para viagens em janeiro, fevereiro e março devem ser feitas até o dia 7 de novembro.

Jardim do Hornimam Museum em Londres

Hornimam Museum  and Gardens em Londres

O Science Museum Group é um dos museus dedicado à ciência mais importantes do mundo. É um organismo público do Reino Unido do qual também fazem parte o Museu Nacional Ferroviário (nas cidades de York e Shildon), o Museu Nacional de Comunicação Social (em Bradford) e o Museu de Ciência e Indústria (Manchester).

O estágio é uma oportunidade única para fazer parte de uma equipe que entrega um programa inovador baseado em ciência contemporânea, tecnologia e medicina, com foco no desenvolvimento de conteúdo, exposição, desenvolvimento de eventos e relações interpessoais. Os candidatos devem ter inglês intermediário, e o estágio tem duração de 12 semanas, a partir de janeiro de 2015.

Inaugurado em 1901, o  Horniman Museum and Gardens tem uma coleção de 350 mil objetos de todo o mundo, e suas galerias incluem história natural, antropologia, música e um aquário.

A oportunidade de estágio profissional possibilitará ao estudante trabalhar com equipe de aprendizagem e voluntariado do museu. Dentre as atividades previstas, aprenderá a manusear as coleções e a receber os visitantes, além de trabalhar na área de pesquisa e desenvolvimento de atividades e programas familiares. Os candidatos devem ter inglês intermediário, e o estágio tem duração de 10 semanas, a partir de fevereiro de 2015.

Texto: Divulgação MinC
Foto: Hornimam Museus/divulgação