Página 3 de 812345...Última »

Museu da Imprensa abre concurso para estudantes e professores

A 17ª edição do concurso nacional de Desenho, Redação e Artigo do Museu da Imprensa, localizado em Brasília (DF), está com as inscrições abertas até 31 de dezembro.

Podem participar estudantes de todos os níveis de ensino, regularmente matriculados em escolas públicas e particulares de todo o país. Os vencedores ganharão prêmios em caderneta de poupança. Professores dos alunos vencedores também serão premiados.

Ary Barroso compôs sucessos como

Ary Barroso compôs sucessos como “Aquarela do Brasil” e “No tabuleiro da baiana”

Neste ano, o desafio proposto na categoria Redação (Ensino Fundamental/6º ao 9º ano) é abordar o legado do compositor e cantor baiano Dorival Caymmi (1914-2008).

Ainda em Redação, os estudantes do 1º ao 3º ano do ensino médio devem escrever a respeito do Sentimento Nacional na obra de Ary Barroso (1903-1964), outro compositor brasileiro de música popular.

Destaque também na categoria Artigo (Ensino Superior) para o tema importância dos museus na formação cultural do país.

Os estudantes do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) podem concorrer na categoria Desenho trabalhando o tema Ayrton Senna visita o Museu da Imprensa. Como forma de incentivo, o professor indicado em cada um dos trabalhos dos alunos vencedores em 1º, 2º e 3º lugares, exceto na categoria Artigo, também será premiado com uma caderneta de poupança. Saiba mais.

Texto: Divulgação Imprensa Nacional
Foto: Internet/divulgação

A céu aberto: Brasília ganha Ecomuseu do Cerrado

Uma série de eventos, que começaram ontem (10) e seguem até amanhã (12), marcam a inauguração de um novo museu a céu aberto em Brasília (DF). Trata-se do Ecomuseu do Cerrado Laís Aderne, que não possui um espaço fechado ou cercado na capital federal.

Segundo a professora doutora da Faculdade de Educação da Universidade de Brasília (UnB), Rosângela Corrêa, a ideia é que todo o Distrito Federal e entorno, com seus parques, ruas, praças, reservas naturais e mesmo escolas, façam parte do ecomuseu.

Ecomuseu homenageia a professora, ativista do cerrado e criadora do projeto Lais Aderne

Laís Aderne: ecomuseu homenageia a professora, ativista do cerrado e idealizadora do projeto

“Para isso, cada parceiro fará parte de um roteiro sociocultural para promover uma leitura sobre o cerrado nessas cidades, estabelecendo calendários culturais para que as pessoas possam visitar os diferentes locais do ecomuseu,” explica a professora.

Ela ressalta ainda que o ecomuseu servirá para que as comunidades se encontrem e se expressem nos seus habitats, constituindo-se em uma rede diversificada de saberes e fazeres.

Cultura e natureza
O  foco do projeto está no desenvolvimento sustentável embasado nas culturas locais, que tem a intenção de resgatar a história das cidades e a eco-história do cerrado, contribuindo assim para a conservação ambiental do DF e a promoção da preservação patrimonial – natural, material e imaterial.

O Ecomuseu do Cerrado leva o nome de Laís Fontoura Aderne Faria Neves (1937-2007). Mineira, natural de Diamantina, foi artista, arte-educadora e professora da UnB na área de cultura e sociedade, e, como presidente do Instituto Huah do Planalto Central, também idealizadora do Projeto Ecomuseu do Cerrado.

As primeiras atividades já acontecem em diferentes espaços da cidade: da Escola da Natureza, no Parque da Cidade, ao Centro de Excelência em Turismo na UnB. Outras atividades serão realizadas entre 20 de setembro e 30 de novembro, no Centro de Visitantes do Parque Nacional de Brasília (Água Mineral). Saiba mais.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Divulgação/internet
Última atualização em 17/09/2014

DF realiza Encontro Regional do Programa Nacional de Educação Museal

Nos dias 29 e 30 de setembro acontece o Encontro Regional do Programa Nacional de Educação Museal (PNEM) do Distrito Federal (DF). A atividade terá lugar no Museu Nacional Honestino Guimarães, que integra o Conjunto Cultural da República em Brasília, e se propõe a ampliar a participação dos profissionais da área de educação em museus na construção do PNEM.

Encontro acontecerá no Museu Nacional em Brasília

Encontro acontecerá no Museu Nacional em Brasília

A expectativa é que educadores e trabalhadores de museus, professores e estudantes dos cursos de Artes, Museologia e Educação, pessoas que trabalham com memória social, profissionais da área de cultura participem das atividades durante os dois dias.

Relatos e ‘feira de trocas’ de experiências inovadoras em educação museal no DF, grupos de trabalho e apresentação cultural compõem a grade de programação.

As inscrições para o encontro devem começar nos próximos dias e serão feitas em formulário online, que ficará disponível no blogue do PNEM, onde o interessado também deverá selecionar um grupo de trabalho para participar.

Os encontros regionais servem para sintetizar as contribuições pactuadas em diversos momentos ao longo de 2014 em todo o país, sendo a penúltima etapa do processo de aperfeiçoamento do documento-base do programa. A Plenária Nacional  do PNEM vai acontecer durante o 6º Fórum Nacional de Museus (FNM), que terá lugar em Belém (PA) entre os dias 24 e 28 de novembro.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Site GDF/Letícia Verdi

Moradores do Lago Sul entregam contribuições para novo museu no DF

Representantes dos moradores do Lago Sul, região administrativa do Distrito Federal (DF), estiveram no dia 2 de setembro no Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), quando entregaram ao presidente da autarquia, Angelo Oswaldo, documento contendo contribuições para disciplinar a ocupação da área onde será instalado o Parque Mandela e o futuro Museu Nacional da Memória Afrodescendente.

Contribuições:presidente do Ibram recebeu moradores do Lago Sul

Contribuições: presidente do Ibram recebeu moradores do Lago Sul

O parque será criado numa área de 65 mil m², localizada no Lote B da QL 24, às margens do lago Paranoá, em área cedida pelo Governo do DF. Já o museu terá entre 12 mil e 15 mil m² e contará, além de salas para exposições de longa e curta duração, com área para o desenvolvimento de projetos educacionais.

O Ibram é responsável pela coordenação do processo de implantação do museu, em uma ação interinstitucional com as fundações Palmares e Casa de Rui Barbosa – instituições que integram o Ministério da Cultura (MinC).

“A comunidade do Lago Sul pediu uma reunião com o instituto para apresentar subsídios arquitetônicos e urbanísticos para o novo parque e museu na capital federal, e nós acolhemos as contribuições com satisfação”, exalta Eneida Braga, presidente do Ibram substituta.

Segundo o documento, as propostas visam preservar o Lago Sul como “bairro de natureza essencialmente residencial e de baixa densidade demográfica, em que sejam privilegiadas atividades culturais, esportivas e de lazer de baixo potencial construtitvo, que valorizem a contemplação da beleza cênica e paisagística do local”.

As contribuições da comunidade local, assim como as das instituições do MinC envolvidas, deverão ser entregues para o Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento Distrito Federal (IAB/DF), que será responsável pelo concurso internacional para a escolha do projeto arquitetônico do novo museu.

Texto e foto: Ascom/Ibram

Matéria relacionada
Concurso internacional vai escolher projeto para museu afrodescendente no DF

Teia Nacional da Memória é tema de encontros em Brasília

Duas reuniões de trabalho, nos dias 27 e 28, retomam o diálogo acerca da construção da programação da Teia Nacional da Memória, prevista para acontecer nos dois primeiros dias do 6º Fórum Nacional de Museus (FNM) – programado para os dias 24 e 28 de novembro, na cidade de Belém (PA).

Os membros da Comissão Provisória de Gestão Participativa e Compartilhada do Programa Pontos de Memória (Cogepaco) estarão na sede do Instituto Brasileiro de Museus, em Brasília (DF), no dia 27, para debater o tema da gestão participativa/compartilhada no âmbito do Programa Pontos de Memória, a relação com o Programa Cultura Viva e a nova Lei de Participação Social, e a possibilidade de inclusão destes temas na programação do FNM 2014.

Já a reunião com membros da Comissão da Teia da Memória, eleita no 5º Fórum Nacional de Museus (2012), ocorrerá no dia 28 de agosto, tendo como pauta a participação dos Pontos de Memória na programação do 6º Fórum Nacional de Museus e a atuação de seus representantes em painéis, grupos de trabalho e oficinas que compõem as atividades do encontro nacional do setor museal.

Texto: Divulgação Pontos de Memória

Aplicativos para smartphones aproximam a população da arte

Nesta semana, três empresas lançaram novos aplicativos voltados para a cultura e pensando no turismo, que cresce a cada dia no Brasil.

Três museus brasileiros disponibilizaram seus novos aplicativos gratuitos na Google Play Sotre: o Museu Lasar Segall (Ibram/MinC), o Museu de Arte Moderna de São Paulo e a Pinacoteca do Estado de São Paulo.  Essa tecnologia faz parte das nossas ofertas de ferramentas do Google Open Gallery para o setor cultural.

A coleção do museu Lasar Segall tem mais de três mil obras. A curadoria selecionou a arte mais representativa de toda a produção do artista para exibição neste aplicativo para dispositivos móveis, com vários guias em áudio nas principais obras.

Além da nova tecnologia para dispositivos móveis, as instituições também fazem uso da página do Cultural Institute.  O Museu Lasar Segall, por exemplo, é um dos primeiros do mundo a usar o Google Open Gallery para disponibilizar parte da coleção on-line e montar exposições que todos podem aproveitar.

Já o Itaú Cultural desenvolveu um guia on-line para aqueles que vão circular pelas cidades sedes do Mundial entre junho e julho – e pretendem aproveitar ao máximo as atrações, a arte e a cultura locais.

Acessível para smartphones, o web app Cultura na Rede traz dicas de museus, galerias e outras instituições culturais de cada uma das 12 cidades. Pontos históricos, restaurantes típicos e a programação de eventos – shows, peças, festas – também são indicados na página.

O guia é um dos desdobramentos do Cultura na Rede – Encontro Internacional de Iniciativas Culturais para 2014, evento que o Itaú Cultural e a Fundação Roberto Marinho realizaram, em junho do ano passado, no Museu de Arte do Rio (MAR).

Brasília

Lançado essa semana, o Beekme é resultado de uma parceria entre a Memora e a Secretaria de Turismo do Distrito Federal.  O aplicativo é totalmente voltado para o turismo, e permite aos usuários visualizar informações sobre os pontos turísticos de Brasília na medida em que circulam pela cidade.

O Beekme é um aplicativo interativo. Basta que o visitante se aproxime de um quadro, de uma obra de arte ou de um monumento histórico e ele receberá em seu smartphone ou tablet (iOS ou android) uma notificação com informações, curiosidades e fotos daquela atração em tempo real. Todo o conteúdo já esta disponível em português, inglês e espanhol.

Programa Ibermuseus realiza encontros internacionais em Brasília

Entre os dias 22 e 25 de abril, o Programa Ibermuseus realiza, na sede do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), em Brasília (DF), dois eventos que reunirão representantes ibero-americanos para debater linhas de ação e projetos com foco no fortalecimento do Espaço Cultural Ibero-Americano.

Logo_IbermuseusNos dias 22 e 23 de abril acontece a primeira reunião da Mesa Técnica de Formação e Capacitação de Museus com especialistas e representantes de instituições de oito países da comunidade Ibero-Americana, responsáveis por programas de formação e capacitação nacionais, para definir plano de ação para a área.

Durante a reunião, os delegados irão discutir e aprovar um documento-base para o desenvolvimento daquela linha de ação. A reunião é fechada aos participantes e convidados – confira a lista.

Presença do público
Com o objetivo de avaliar e aprovar o documento resultante da reunião da mesa técnica, assim como outros pontos sobre a gestão do Programa Ibermuseus, acontece, nos dias 24 e 25 de abril, uma Reunião Extraordinária do Comitê Intergovernamental, com a participação de 10 dos 11 países membros: Argentina, Brasil, país que atualmente preside o comitê, Colômbia, Equador, Espanha, México, Paraguai, Peru, Portugal e Uruguai. A lista dos representantes está disponível.

Angelo Oswaldo fala durante a IV Reunião do Comitê Intergovernamental em 2012 na Colômbia

Angelo Oswaldo fala durante a IV Encontro Ibero-Americano de Museus em 2013 na Colômbia

Conduzida pelo presidente do Programa Ibermuseus e do Ibram, Angelo Oswaldo, conjuntamente com representantes da Secretaria Geral Ibero-Americana (Segib) e da Organização dos Estados Ibero-Americanos (OEI), a abertura da reunião, no dia 24 às 9h, contará com a participação do público.

Às 9h, está programado o lançamento de três publicações sobre Gestão de Riscos ao Patrimônio Museológico: atas de dois seminários organizados pelo Ibermuseus e a Fundação Getty, em 2011 (Brasil)  e 2012 (Colômbia); e uma cartilha realizada pelo Ibram e Ibermuseus.

As duas primeiras publicações estarão disponíveis em formato digital e a terceira será distribuída aos presentes.

Exposição e palestra
Também terá lugar na abertura do encontro o lançamento do edital V Prêmio Ibero-Americano de Educação em Museus , cujo objetivo é identificar e premiar práticas de ação educativa que promovam o desenvolvimento pessoal e a coesão social.

O público também poderá visitar a exposição A Década do Patrimônio Museológico (2012-2022), organizada pelo Ibermuseus, que celebra os 40 anos da Mesa Redonda de Santiago do Chile – ocorrida em 1972 e considerada um marco para as políticas públicas voltadas para o campo museal nos países Ibero-Americanos. Saiba mais.

Jesús Pietro

Jesús Prieto fará palestra pública

Em seguida, às 10h, o diretor de Belas Artes e Bens Culturais do Ministério da Educação, Cultura e Esportes da Espanha, Jesús Prieto, ministra conferência com o tema O Espaço Cultural Ibero-Americano. O evento é aberto ao público, mas limitado a 100 participantes. Inscreva-se para garantir sua presença.

Doutor em Direito, Catedrático de Direito Administrativo e Titular da Cátedra Andrés Bello de Direitos Culturais, Prieto é especialista em Comunicação Cultural e Cooperação Territorial. Membro de diferentes conselhos acadêmicos em várias universidades ibero-americanas, tem ampla trajetória de colaboração com diversos organismos internacionais e administrações públicas.

Ele é co-criador da Carta Cultural Ibero-Americana, documento que introduz a ideia do Espaço Cultural Ibero-Americano, uma aposta que promove a integração regional da Comunidade Ibero-Americana de Nações, entendida como a primeira região cultural supranacional que aposta por unificar e compartilhar ideias e valores. Saiba mais sobre os eventos e sobre o Programa Ibermuseus.
Texto e fotos: Programa Ibermuseus
Edição: Ascom/Ibram

Conselho Consultivo do Patrimônio Museológico divulga nota após reunião

A primeira reunião do Conselho Consultivo do Patrimônio Museológico do Ibram, que aconteceu após a posse dos novos conselheiros no dia 11 de abril, em Brasília (DF), teve como resultado uma nota assinada por todos os representantes presentes e pelo presidente do Instituto Brasileiro de Museus, também presidente do conselho, Angelo Oswaldo.

Conselho teve primeira reunião após a posse dos novos membros

Conselho teve primeira reunião após a posse dos novos membros

Tendo em conta a importância do Estatuto de Museus como “instrumento fundamental para a valorização do patrimônio museológico brasileiro”, a nota registra o interesse dos membros “no aperfeiçoamento dos dispositivos legais do Decreto nº 8124″, que regulamenta o Estatuto de Museus, “visando instrumentalizar o instituto para o cumprimento de sua missão”.

Por se tratar de um conselho formado por representantes de entidades culturais assim como da sociedade civil, o documento reconhece ainda ” a importância estratégica do colecionismo privado para o desenvolvimento da cultura brasileira” e destaca que serão feitos esforços para que o colecionismo seja valorizado “inclusive por parte dos poderes públicos”.

No último aspecto, o conselho garante que serão feitas sugestões para o “aprimoramento da Declaração de Interesse Público e de seus consequentes direitos, nos quais se inclui o de preferência”. Leia o documento na íntegra.

A próxima reunião ordinária deve acontecer durante o 6º Fórum Nacional de Museus, programado para o segundo semestre.

Texto e foto: Ascom/Ibram

Matéria relacionada
Conselho Consultivo do Patrimônio Museológico tomou posse em Brasília

Conselho Consultivo do Patrimônio Museológico toma posse sexta (11)

Será instalado de forma oficial, na sexta feira (11), o Conselho Consultivo do Patrimônio Museológico, escolhido para o período 2014-2018 pela ministra da Cultura, Marta Suplicy, e que atende ao decreto que regulamenta o Estatuto de Museus.

Primeira Missa no Brasil (1948): quadro de Portinari foi adquirido pelo Ibram em 2012 fazendo uso do Direito de Preferência

Os 21 integrantes que irão compor o órgão serão apresentados e empossados em cerimônia no auditório do edifício-sede do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), em Brasília (DF), a partir das 10h, com a presença de servidores do instituto e demais interessados.

A seguir, o grupo realiza sua primeira reunião de trabalho. O encontro terá como pauta a construção do Regimento Interno do conselho e será fechado.

O Conselho Consultivo do Patrimônio Museológico terá a atribuição de definir bens culturais e coleções que deverão ser declarados de interesse público – o que aumentará as garantias sobre sua preservação e manutenção, além de conferir ao Ibram direito de preferência em caso de venda.

Governo e sociedade
Integram a lista 8 representantes, e respectivos suplentes, de cada uma das seguintes entidades, indicados pelos respectivos dirigentes: Comitê Brasileiro do Conselho Internacional de Museus (Icom), Associação Brasileira de Museologia (ABM), Conselho Federal de Museologia (Cofem), Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Fundação Cultural Palmares, Fundação Nacional do Índio (Funai), Fundação Nacional de Artes (Funarte) e Comitê Brasileiro de História da Arte (CBHA).

Além deles, compõem o conselho 13 representantes da sociedade civil com notório e especial conhecimento nos campos de atuação do Ibram: Angela Gutierrez, Antônio Carlos Motta de Lima, Fábio Luiz Pereira de Magalhães, Gaudêncio Fidélis, João Cândido Portinari, João Maurício Ottoni Wanderley de Araujo Pinho, José Olympio Pereira, Leonel Kaz, Marcelo Mattos Araújo, Maria Célia Moura Santos, Modesto Souza Barros Carvalhosa, Paulo Herkenhoff e Ronaldo Barbosa.

O conselho se reunirá em caráter ordinário uma vez por semestre, podendo reunir-se em caráter extraordinário por convocação do presidente ou da maioria de seus membros. Os integrantes indicados cumprirão mandato de quatro anos, permitida a recondução. A participação no Conselho Consultivo do Patrimônio Museológico, na qualidade de membro, não será remunerada, sendo considerada prestação de serviço público relevante. Saiba mais sobre o decreto nº 8.124/13, que regulamenta o Estatuto de Museus.

Texto: Ascom/Ibram
Imagem: MNBA/divulgação
Última atualização: 8.4.2014

Museu Afro Brasil é tema de palestra no Ibram na quarta (26)

Prédio do Museu Afro Brasil no Parque do Ibirapuera em SP

Prédio do Museu Afro Brasil no Parque do Ibirapuera em SP

No dia 26 (quarta-feira), às 15h, o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), em Brasília, recebe Nelson Fernandes Inocêncio, professor Adjunto no Departamento de Artes Visuais da Universidade de Brasília (UnB), para uma palestra sobre o Museu Afro Brasil, localizado em São Paulo (SP).

Com o tema Museu Afro Brasil no contexto da diáspora: dimensões contra-hegemônicas das artes e culturas negras, a palestra parte de sua tese de doutorado defendida este ano na Unb.

Os estudos do professor estão voltados prioritariamente para a presença negra na História da Arte na Cultura Visual. Desde 2001 é o Coordenador do Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros pertencente ao Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares da UnB.

O debatedor convidado é Leonardo Neves, museólogo do Centro Nacional de Estudos e Documentação da Museologia (Cenedom/Ibram). A palestra tem entrada franca e acontece no Auditório do Ibram (Setor Bancário Norte, Quadra 2 Bloco N – Edifício CNC III – Sobreloja).

A atividade, organizada pela Coordenação de Pesquisa e Inovação Museal do Ibram, ligado ao Departamento de Processos Museais, tem como objetivo fazer circular o conhecimento produzido pela academia no campo de atuação dos museus, bem como estimular o desenvolvimento de pesquisas sistemáticas que versem sobre os a museologia, os museus e seus acervos.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Divulgação/Internet

Página 3 de 812345...Última »