Página 1 de 812345...Última »

MHN recebe evento internacional sobre Patrimônio Arquitetônico Brasil-Portugal

O 5° Fipa – Fórum Internacional do Patrimônio Arquitetônico Brasil – Portugal começa nesta quarta-feira (23), no Rio de Janeiro (RJ).

Até o dia 25 de maio acontecem conferências, mesas redondas, sessões temáticas, exibição de filme e visitas mediadas no Museu Histórico Nacional (MHN/Ibram) e Paço Imperial/Iphan.

Filme de Sinai Sganzerla será exibido no MHN na quinta (24)

Filme de Sinai Sganzerla será exibido no MHN na quinta (24)

Após a sessão solene de abertura no dia 23, o diretor do MHN e historiador Paulo Knauss realiza, às 9h30, a conferência “A refuncionalização dos lugares históricos – o caso do Museu Histórico Nacional”.

Entre os destaques da programação no MHN estão, além de mesas e sessões temáticas, a exibição, no dia 24, às 18h, do documentário em longa-metragem “O desmonte do Monte”, de Sinai Sganzerla, às 18h, no auditório do museu.

O filme aborda a história do Morro do Castelo, escolhido pelos colonizadores portugueses para ser o local das primeiras moradias e fundação da cidade do Rio.

Apesar de sua importância histórica e arquitetônica, o morro foi destruído por sucessivas reformas urbanísticas. A diretora estará presente para conversar com o público após a sessão.

No dia 25, o MHN também será ponto de encontro para as visitas guiadas preparadas pelo evento para os participantes. Entre 9h e 12h, acontecem simultaneamente três roteiros no centro histórico do Rio. Confira a programação completa.

Resultado de um convênio entre instituições brasileiras e portuguesas, o Fipa acontece um ano no Brasil e outro em Portugal, agregando profissionais  nos campos científicos, técnicos e de gestão do patrimônio.

O 5º Fipa contribuirá ainda com a preparação do 27º Congresso Mundial de Arquitetos UIA-2020, o mais importante evento de arquitetura mundial, que está programado para acontecer no Rio de Janeiro. Saiba como participar do 5º Fipa.

Texto: Ascom/MHN
Imagem: Divulgação

Brasil segue na lista de exposições mais visitadas no mundo em 2017

Três exposições brasileiras aparecem no ranking das mais visitadas no mundo ano passado, de acordo com levantamento realizado anualmente pela publicação de arte em língua inglesa The Art Newspaper.

Los Carpinteiros (CCBB Rio) entrou na lista das exposições de arte contemporânea mais visitadas no mundo ano passado

Los Carpinteiros (CCBB Rio) entrou na lista das exposições de arte contemporânea mais visitadas no mundo ano passado

O Brasil ocupa a sexta posição geral da lista com as 20 mostras mais visitadas com Mondrian e o movimento De Stijl, que esteve em cartaz no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) do Rio de Janeiro (RJ), entre outubro de 2016 e janeiro de 2017, com público total de 516 mil pessoas – média diária de 6,6 mil visitantes.

Com o recorte de exposições de arte Pós-Impressionista e Moderna, a mesma ocupa o segundo lugar entre as dez mais – perdendo apenas para uma exposição na Fundação Louis Vuitton em Paris (França).

O CCBB Rio, com o recorte mostra Temática, emplacou também um quarto lugar, entre as 10 mais vistas, com A figura humana na Coleção Masp, com mais de 217 mil visitantes – média superior a 4 mil por dia.

Los Carpinteros: objeto vital, outra exposição do mesmo centro cultural, aparece em oitavo lugar entre as 10 mais visitadas com o tema Arte Contemporânea. No total, foram mais de 351 mil visitantes, com média de 4,4 mil visitas diárias.

Segundo a publicação, houve uma ampliação geográfica na lista das 20 exposições mais visitadas em relação aos resultados do ano anterior (2016). “Brasil, Reino Unido e Taiwan têm tradicionalmente dominado a lista. Mas, em 2017, vemos Espanha, França e Austrália entrando na briga”.

Ano passado, lembra ainda, o Brasil ocupou os três primeiros lugares do Top 20. Confira a reportagem completa (em inglês).

Os dados do Brasil são fornecidos pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) para a publicação The Art Newspaper desde 2010. Como interlocutor do jornal com os museus brasileiros, o Ibram traduz e divulga a pesquisa, coleta e envia as informações dos museus participantes para a publicação.

Texto: Ascom/Ibram
Imagem: CCBB/Divulgação

Mais de 1,1 mil instituições estão inscritas para a Semana de Museus 2018

Clique para ampliar

Clique para ampliar

Com um total de 1.130 instituições participantes, a 16ª Semana de Museus acontece de 14 a 20 de maio em todo o Brasil.

Com o aumento do número de inscritos em relação ao ano passado, a edição deste ano conta com 3.261 eventos cadastrados. As atividades propostas são as mais diversas – como exposições, ações educativas, exibição de filmes e bate-papos.

489 municípios de 26 estados brasileiros participam da Semana de Museus 2018. A região Sudeste teve o maior número de inscritos (466), seguida pelas regiões Nordeste (270), Sul (263), Centro-Oeste (77) e Norte (54). Confira os dados das edições anteriores.

O tema deste ano, Museus hiperconectados: novas abordagens, novos públicos, propõe uma aproximação das instituições com seus públicos tanto pelo viés tecnológico quanto por outras conexões.

Ao mesmo tempo em que museus investem em tecnologia para alcançar novos públicos, ainda é indispensável esforços para engajar quem ainda não está online – especialmente em áreas periféricas, rurais e regiões de difícil acesso.

A Semana de Museus é um evento coordenado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) a partir de tema proposto anualmente pelo Conselho Internacional de Museus (Icom) para celebrar o Dia Internacional de Museus (18 de maio).

A programação nacional será divulgada a partir da segunda quinzena de abril. Outras informações sobre a 16ª Semana de Museus podem ser obtidas pelo endereço eletrônico semana@museus.gov.br.

Texto: Ascom/Ibram

Museus podem se inscrever para intercâmbio com o Reino Unido

Até 25 de junho, o British Council Brasil recebe candidaturas para  programa de intercâmbio com foco na construção de conexões entre museus, instituições culturais e universidades criativas no Brasil e no Reino Unido.

A incentiva, chamada Exchange Programme, visa a colaboração por meio do intercâmbio de conhecimento e melhores práticas para o desenvolvimento do setor cultural, fornecendo recursos às instituições para promover a capacitação de profissionais e aumentar a compreensão intercultural.

Intercambio_ExchangeMuseus, universidades criativas (ou seja, faculdades em áreas como artes e setores criativos) e instituições culturais sem fins lucrativos podem participar.

As candidaturas são feitas exclusivamente em nível institucional para funcionários do quadro permanente e com um mínimo de 3 anos de experiência no setor.

Os interessados devem preencher um formulário on-line e enviar uma carta aprovada pelos gestores das duas instituições envolvidas na proposta de intercâmbio. As candidaturas devem ser enviadas em inglês.

Os contemplados desenvolverão uma residência com a instituição parceira ou universidade por um período mínimo de duas semanas até um mês. Confira o Termo de Referência na íntegra.

Outras informações e questões devem ser enviadas para o endereço eletrônico contato@britishcouncil.org.br.

Texto: British Council/Divulgação
Edição: Ascom/Ibram

Ibram divulga identidade visual e texto para a Semana de Museus 2017

O Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) lançou hoje (13), a identidade visual e o texto de referência para as instituições interessadas em participar da 15ª Semana de Museus – que acontece entre os dias 15 e 21 de maio.

Museus e histórias controversas: dizer o indizível em museus foi o tema definido pelo Conselho Internacional de Museus (Icom) para a edição deste ano do Dia Internacional de Museus (18 de maio), sendo adaptado à realidade dos diversos países que celebram a data.

Identidade visual da Semana de Museus 2017 (clique para ampliar)

Identidade visual da Semana de Museus 2017 (clique na imagem para ampliar)

Presenças e ausências
“Como pensar então as histórias contadas pelos museus?”, pergunta o texto de referência brasileiro sobre o tema, resultado da colaboração de pesquisadores do Museu Histórico Nacional (MHN) com a equipe do Ibram sede.

“As narrativas museográficas são produzidas a partir de escolhas, disputas de poder e silêncios. Tal seleção produz ausências e esquecimentos: é o que chamamos de ‘não dito’”, segue a reflexão.

A presença, no formato tradicional de museus, de “objetos representativos das memórias” das classes dominantes criaria “lacunas” e “esquecimentos”, segundo o texto, em relação a referências próprias das classes populares.

Assim, abrir-se ao diálogo seria, para os museus, uma forma de confrontar preconceitos e criar espaço para outras narrativas. “E o grande desafio é articular os silêncios com as peças de acervos, de modo a construir ritmo e harmonia expográficos”. Acesse o texto de referência na íntegra.

Sob esse ponto de vista, a identidade visual traz a imagem de dois objetos do acervo do MHN que representam perspectivas aparentemente divergentes: masculino e feminino; erudito e popular; passado e presente. Ao aproximá-los, seus contrastes ficam mais evidentes e provocativos – produzindo então novas interações.

Inscrições abertas
Até 3 de março, museus e instituições culturais interessadas em participar da 15ª Semana de Museus devem programar atividades em torno do tema (exposições, visitas mediadas, shows, palestras etc.) e inscrevê-las no formulário eletrônico disponível na página do Ibram. Saiba mais.

Matéria relacionada
Cartilha do Ibram traz dicas de parcerias para a Semana de Museus

Ibram realiza o Registro de Museus

Logo-RegMuseus-300x86A partir do dia 3 de janeiro, todos os museus brasileiros já podem solicitar o seu registro junto ao Instituto Brasileiro de Museus.

O Registro de Museus é obrigatório e visa criar mecanismos de coleta, análise e compartilhamento de informações sobre os museus brasileiros, com o propósito de aprimorar a qualidade de suas gestões e fortalecer as políticas públicas setoriais.

Previsto pelo Estatuto de Museus, Lei 11.904/2009 e regulamentado pelo Decreto nº 8.124/2013, o Registro de Museus é um produto da Rede Nacional de Identificação de Museus (Renin) e resultado do trabalho conjunto do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e dos Sistemas Estaduais de Museus, e possibilitará o trabalho em rede em torno de uma plataforma colaborativa que irá reunir e compartilhar informações com todo o país.

A Resolução Normativa Nº 1, publicada no Diário Oficial de 15 de dezembro de 2016, estabelece os procedimentos e critérios relativos ao Registro de Museus junto ao Instituto Brasileiro de Museus e demais órgãos públicos competentes.

Mais informações através da plataforma Museusbr, pelo e-mail registro@museus.gov.br ou pelos telefones 3521-4329 ou 4330.

Saiba mais sobre o Registro de Museus:
O que é o Registro de Museus
10 vantagens para os museus registrados
O que mudou com o Registro de Museus

Ibram divulga investimentos públicos federais no setor museal em 2015

Os investimentos no setor museal, pela segunda vez consecutiva, ultrapassaram o valor de R$300 milhões. Os dados acabam de ser disponibilizados pelo Instituto Brasileiro de Museus – Ibram e correspondem ao ano de 2015.

Desde 2011, o Ibram empreende anualmente o levantamento dos investimentos públicos federais em instituições museais efetuados pelo governo federal por meio da pasta da Cultura. Tal levantamento tem como objetivo identificar os valores captados pela Lei Rouanet ou empenhados pelas unidades orçamentárias do Sistema MinC em cada exercício, caracterizados como investimentos no setor museal.

Em 2014, pela primeira vez os investimentos ultrapassaram R$300 milhões. Em 2015, os investimentos totalizaram R$ 307.412.866. O Ibram empenhou cerca de 17,6% deste valor, sendo os outros 82,3% empenhados pelas demais unidades orçamentárias do Sistema MinC.

A pesquisa completa está disponível na página do Ibram.

Diretores de museus brasileiros visitam instituições na Holanda

Diretores de museus e representantes de instituições culturais brasileiras estarão visitando a Holanda entre os dias 11 e 16 de dezembro.

O objetivo da missão é ampliar a troca de experiências e boas práticas entre museus brasileiros e holandeses, com vistas a se estabelecer novas atividades de cooperação.

Museu Nacional da Holanda (Rijksmuseum) está no roteiro da missão

Visita ao Museu Nacional da Holanda (Rijksmuseum) está no roteiro da missão

A missão é organizada pelo Centro para a Cooperação Internacional da Holanda (Dutch Culture), em colaboração com o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Fundação Getúlio Vargas e Embaixada da Holanda em Brasília.

Os temas da visita incluem reuniões, palestras, visitas a museus e troca de experiências em torno de empreendedorismo, sensibilização e alcance de público, além das relações entre museus e instituições governamentais.

As reuniões contarão com a presença de profissionais dos diversos museus holandeses nas cidades de Amsterdã, Haia, Roterdã, Haarlem e Enkhuizen. Haverá ainda encontros no Ministério de Educação, Cultura e Ciência da Holanda, Associação de Museus Holandeses e na Reinwardt Academy – a escola de Museologia da Universidade das Artes de Amsterdã.

Os participantes foram selecionados pelos museus holandeses, com base nas indicações do Dutch Culture. Dentre eles encontram-se representantes dos Museu Judaico e Museu de Arte de São Paulo, além do Instituto Moreira Salles (RJ) e Instituto Inhotim (MG).

Texto: Ascom/Ibram
Foto: John Lewis Marshall/Rijksmuseum

100 obras de artistas de cinco países estão expostas até dia 31 no MHN

A partir desta sexta-feira (14), o Museu Histórico Nacional (MHN/Ibram), no Rio de Janeiro (RJ), recebe a mostra Aomei Fine Arts 2016, que reúne cerca de 100 obras de artistas da China, Japão, Irlanda, Coréia do Sul e Brasil.

Imagem que compõe a exposição mostra uma partida de hóquei na China antiga

Com o tema A Arte faz as Olimpíadas ainda mais bela, a exposição traz pinturas que retratam esportes seculares da China e sua civilização, que já apresentava esportes como o futebol e o hóquei, há dois mil anos.

A mostra fica em cartaz somente até o dia 31 de outubro e depois segue para outros países. No dia 25, haverá um seminário que contará com a presença de artistas chineses e dos curadores da mostra, no auditório do MHN, às 19h30.

Fruto da celebração do Ano de Intercâmbio China – América Latina – Caribe, iniciativa nascida após reunião do presidente chinês Xi Jinping e dos líderes da América Latina e do Caribe, realizada em julho de 2014, a exposição busca interpretar o espírito olímpico nas artes, refletindo a mistura multicultural chinesa, da América Latina e do mundo.

A Aomei Fine Arts é uma produção da China Society for the Promotion of Cultural and Art Development, da Beijing Association for the Promotion of Olympics-related Culture e do Beijing Olympic Club.

O Museu Histórico Nacional fica na Praça Marechal Âncora, s/nº – Centro, e está aberto ao público de terça a sexta-feira, das 10h às 17h30 e aos sábados, domingos e feriados das 14h às 18h.

Texto e foto: Divulgação MHN

Cultura lança cartilha sobre projetos para emendas parlamentares

Todos os anos, cada deputado e senador brasileiro pode apresentar emendas individuais à proposta orçamentária do Governo Federal. Para incentivar os parlamentares federais a apoiarem emendas para o setor cultural, o Ministério da Cultura (MinC) produziu a edição 2016 da cartilha Projetos para Emendas Parlamentares.

O objetivo é orientar os representantes sobre a formulação de emendas para a área da cultura, indicando projetos desenvolvidos pelo MinC e suas vinculadas que podem ser apoiados.

No capítulo dedicado a iniciativas do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Adote um Museu de sua Região, estão descritas as oportunidades de apoio a projetos de  promoção e fomento, implantação e modernização de museus.

O prazo para apresentação de emendas ao orçamento de 2017 encerra-se em 20 de outubro. Os museus interessados devem procurar os parlamentares de sua cidade ou região para apresentar projetos que poderão ser desenvolvidos pelas instituições com os recursos das emendas.

Para orientações adicionais, pode-se fazer contato com a Coordenação de Fomento e Financiamento do Ibram pelo telefone (61) 3521.4140 ou endereço eletrônico cff@museus.gov.br.

Texto: Ascom/Ibram

Página 1 de 812345...Última »