Página 2 de 212

Gestão é tema de encontros regionais do Programa Pontos de Memória

Teve início ontem (6), em Brasília (DF), a série de encontros regionais do Programa Pontos de Memória. O intuito é ampliar o debate sobre a gestão compartilhada e participativa do programa. As reuniões regionais são prévias ao encontro nacional, a Teia da Memória, que terá lugar nos dias 24 e 25 de novembro em Belém (PA), integrando a programação do 6º Fórum Nacional de Museus.

Na sede do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), o primeiro encontro reuniu representantes do Distrito Federal (DF), Goiás (GO) e Mato Grosso (MT), integrantes da Comissão Provisória de Gestão Participativa/Compartilhada do Programa Pontos de Memória, da comissão de organização da Teia da Memória, de representantes do Ibram e Ministério da Cultura (MinC).

encontro DF Pontos de Memória

DF recebeu o primeiro encontro regional dos Pontos de Memória

Na pauta dos encontros destacam-se as discussões sobre as etapas para a institucionalização do conselho de gestão do programa.

A recente aprovação da Lei Cultura Viva, e os decretos da Política Nacional de Participação Social  e do Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil fez com que tais temas também fossem incluídos na grade de atividades, com o intuito de colocar os Pontos de Memória alinhados com as novas formas de participação social.

Calendário
Nos dias 9 e 10 de outubro, no Museu da Imagem e do Som do Ceará (CE), em Fortaleza, o encontro regional vai reunir Pontos de Memória e iniciativas de museologia social do estado, assim como do Rio Grande do Norte (RN). No dia 11 é a vez de São Paulo (SP) se reunir no Casarão do Pau Preto em Indaiatuba.

Ainda em outubro estão programados, com datas a confirmar, os encontros do Maranhão (MA) e Pará (PA); Pernambuco (PE); Minas Gerais (MG) e Espírito Santo (ES); Bahia (BA), Sergipe (SE) e Alagoas (AL); e Rio Grande do Sul (RS), Santa Catarina (SC) e Paraná (PR).

Em novembro, no dia 7, acontece o encontro do Rio de Janeiro (RJ). Para encerrar, entre os dias 10 e 15, toda a comissão provisória ser reúne em Brasília para fazer o balanço dos encontros regionais e proceder os encaminhamentos para a Teia da Memória. Outras questões sobre as atividades podem ser encaminhadas para o endereço eletrônico pontosdememoria@museus.gov.br.

Edital 2014
O Prêmio Pontos de Memória 2014, que recebe inscrições até 20 de novembro, irá selecionar e premiar 47 ações desenvolvidas por iniciativas de memória e museologia social, visando reconhecer, incentivar e fomentar a continuidade e sustentabilidade na perspectiva do programa. 44 devem ser ações desenvolvidas por grupos, povos e comunidades em âmbito nacional, e três ações desenvolvidas por brasileiros residentes no exterior, que se caracterizem por ações de registro e representação da sua memória. Saiba mais.

Texto e foto: Ascom/Ibram

Prorrogadas as inscrições para apresentação de trabalhos no 6º FNM

A chamada pública para apresentação de trabalhos durante o 6º Fórum Nacional de Museus (FNM),  que se encerraria no domingo (28), foi prorrogada pra o dia 5 de outubro. O FNM será realizado de 24 a 28 de novembro de 2014, na cidade de Belém (PA), com o tema Museus Criativos.

Resumos de pesquisas, trabalhos ou relatos de experiência, em desenvolvimento ou já finalizadas, acadêmicos ou não, podem ser inscritos nas modalidades Apresentação oral e Pôsteres. Serão selecionados 18 trabalhos para a primeira modalidade e 30 para a segunda.

A lista dos trabalhos aprovados será divulgada até o dia 24 de outubro. Confira a chamada completa e seus anexos. A ficha de inscrição de trabalhos em formato .doc também está disponível.

O Fórum Nacional de Museus é um evento bienal, de abrangência e mobilização nacional, que tem o objetivo de refletir, avaliar e estabelecer diretrizes para o setor museal brasileiro, para a Política Nacional de Museus e o Sistema Brasileiro de Museus.

O espaço é voltado ao intercâmbio de experiências e conhecimentos entre a comunidade museológica, a sociedade civil, os museus e os órgãos de gestão museológica federais, estaduais e municipais. Saiba mais.

Texto: Ascom/Ibram

Museus de Belém vão integrar programação do 6º FNM em novembro

Desde o dia 24, uma equipe do Ibram está em Belém (PA) ajustando a realização do 6º Fórum Nacional de Museus (FNM), que acontece entre os dias 24 e 28 de novembro com o tema Museus Criativos.

Encontros com o Sistema Integrado de Museus (SIM) do Pará, a coordenação do Curso de Museologia da Universidade Federal do estado (UFPA), a Companhia Paraense de Turismo (Paratur), o Memorial do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região, entre outros parceiros institucionais e privados, tiveram como foco a infraestrutura do evento, a recepção de participantes e a montagem de atividades de programação.

Reunião ontem (25) no Museu de Arte Sacra de Belém. Na foto, a coordenadora do SIM, Camem Cal

Reunião ontem (25) no Museu de Arte Sacra de Belém. Ao fundo, a coordenadora do SIM Pará, Carmem Cal

A equipe também está realizando visitas técnicas a museus da cidade: Museu Goeldi, Museu de Arte de Belém, Museu de Arte Sacra do Pará e Museu do Estado do Pará.

A proposta é que os espaços possam sediam atividades da programação do Fórum Nacional de Museus, como minicursos e exposições. Existe a ainda a expectativa de outras adesões, como o do Museu do Tribunal de Justiça do Estado.

Artesanato e Teia da Memória
“Há um grande interesse local na realização de um encontro de museus da região Norte durante o FNM”, conta Ana Lourdes Costa, que integra a equipe do Ibram que está na capital paraense. “A razão principal é dar início à formação de redes que possibilitem uma maior articulação entre os estados”.

Lourdes lembra ainda que a realização do Encontro Regional do Programa Nacional de Educação Museal (PNEM) em Belém, durante o mês de outubro, servirá para mobilizar museus e educadores antes do fórum nacional. Saiba mais sobre o PNEM.

Hoje (26), última dia da equipe do Ibram no Pará, as reuniões giram em torno da organização de uma feira de artesanato com artistas locais, como forma de promover o trabalho dos artesãos para um público vindo de todas as regiões do Brasil. Ainda se encontram com a equipe do Ponto de Memória Terra Firme, tendo em vista que a Teia da Memória também acontecerá durante o 6º Fórum Nacional de Museus.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: CPGII/Ibram

Matérias relacionadas
6º FNM: tema dá sequência a debate sobre museus e comunidades
6º Fórum Nacional de Museus vai acontecer em novembro no Pará

Abertas as inscrições para apresentação de trabalhos no 6º FNM

Foi publicada nesta quinta-feira (21), a chamada para apresentação de trabalhos durante o 6º Fórum Nacional de Museus (FNM), que será realizado de 24 a 28 de novembro de 2014, na cidade de Belém (PA), com o tema Museus Criativos.

Resumos de pesquisas, trabalhos ou relatos de experiência, em desenvolvimento ou já finalizadas, acadêmicos ou não, podem ser inscritos nas modalidades Apresentação oral e Pôsteres. Serão selecionados 18 trabalhos para a primeira modalidade e 30 para a segunda. As inscrições podem ser feitas até o dia 28 de setembro. A lista dos trabalhos aprovados será divulgada até o dia 24 de outubro. Confira a chamada completa e seus anexos. A ficha de inscrição em formato .doc também está disponível.

O Fórum Nacional de Museus é um evento bienal, de abrangência e mobilização nacional, que tem o objetivo de refletir, avaliar e estabelecer diretrizes para o setor museal brasileiro, para a Política Nacional de Museus e para o Sistema Brasileiro de Museus.

O espaço é voltado ao intercâmbio de experiências e conhecimentos entre a comunidade museológica, a sociedade civil, os museus e os órgãos de gestão museológica federais, estaduais e municipais. Saiba mais.

Texto: Ascom/Ibram

Matérias relacionadas
6º FNM: tema dá sequência a debate sobre museus e comunidades
6º Fórum Nacional de Museus vai acontecer em novembro no Pará

6º Fórum Nacional de Museus vai acontecer em novembro no Pará

Com a publicação ontem (18) de portaria que cria a Comissão Organizadora do 6º Fórum Nacional de Museus (FNM), o Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) dá início às atividades do evento, realizado a cada dois anos, que congrega o setor museal brasileiro. Em 2014, ele irá acontecer na cidade de Belém (PA), entre os dias 24 e 28 de novembro.

Interior do Museu do Estado do Pará, localizado em Belém

Interior do Museu do Estado do Pará, localizado em Belém

O Fórum Nacional de Museus é um espaço para o intercâmbio de experiências e conhecimentos entre a comunidade museológica, sociedade civil, museus e órgãos de gestão museológica federais, estaduais e municipais.

Em sua sexta edição, a programação do encontro incluirá conferências, painéis, minicursos, apresentações de Comunicações Coordenadas, grupos de trabalho temáticos, reuniões de redes e de sistemas de museus, além de programação paralela que visa valorizar a cultura local.

Outras atividades
O FNM 2014 ainda deve realizar a Teia da Memória, encontro nacional dos Pontos de Memória e iniciativas de memória e museologia social do Brasil, a revisão do Plano Nacional Setorial de Museus (PNSM) e o encontro do Programa Nacional de Educação Museal (PNEM).

O PNSM prevê a sua revisão a cada quatro anos (2010-2014) de modo a permitir o constante aprimoramento deste instrumento de planejamento e gestão das políticas públicas voltadas para o setor museal.

Já a realização do encontro do Programa Nacional de Educação Museal tem como objetivo a votação e aprovação do texto final do programa com a ampla participação do setor.

Ainda esta semana será lançado o edital de chamada pública para apresentação de trabalhos durante o fórum. Acompanhe durante esta semana na página do Ibram as primeiras notícias sobre o 6º Fórum Nacional de Museus.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Divulgação/Internet

Projeto Conexões Ibram: Pará retoma programação nos dias 7 e 8 de agosto

Depois de passar por oito estados no primeiro semestre, o projeto Conexões Ibram retoma sua programação chegando ao Pará nos dias 7 e 8 de agosto. O evento acontece na Estação Gasômetro em Belém.

Alguns dos principais programas e ferramentas oferecidos pelo Ibram ao setor de museus serão temas de palestras e debates durante os três dias do evento. Serão discutidos temas como Programa iMuseus, Plano Nacional Setorial de Museus, Estatuto de Museus, Patrimônio Museológico em Risco, Estratégias de Fomento e Financiamento aos Museus e Programa Pontos de Memória.

Além das palestras, grupos de trabalho construirão propostas para a segurança, a  modernização e o financiamento de museus. Será também assinado Acordo de Cooperação Técnica entre o Ibram/MinC e o Governo do Pará.

Até dezembro, o Conexões Ibram já tem paradas confirmadas em Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Tocantins, Rondônia, Rio de Janeiro, Distrito Federal, Paraíba, Sergipe e São Paulo. Acompanhe a cobertura do evento no blogue do Conexões Ibram.

Texto: Ascom/Ibram

Inventário participativo: Ponto de Memória em Belém tem série de atividades

O Ponto de Memória de Terra Firme, em Belém (PA), vai promover uma série de ações museais no mês de março. Como parte do processo de inventário participativo, serão realizadas as Rodas de Memória temáticas Mingau da Tarde na Terra – Cultura do Bairro, no dia 9, às 17h, e a Frutas da Terra – Cotidiano do Bairro, no dia 30 de março.

Também estão previstas oficina do Jornal comunitário Tucunduba, nos dias 12, 19 e 26 de março, e reunião do conselho gestor com jovens moradores, nos dias 8, 15, 22 e 29 de março, para discutir a identificação dos movimentos socioculturais do bairro.

Desde janeiro de 2012, o Ponto de Memória paraense vem trabalhando na identificação das memórias, histórias e características peculiares de Terra Firme, bem como no levantamento de fotografias, entrevistas, contos, lendas e objetos que poderão contar a história da comunidade.

Para mobilizar os moradores e os movimentos culturais da região, no dia 21 de abril será realizado um cortejo cultural pelo bairro, que reunirá as quadrilhas juninas, os grupos de dança de Rua e Grafite (Hip Hop); grupos de capoeira, de carimbó, poetas, artistas plásticos e cantores populares.

 Mais informações podem ser obtidas pelos endereços eletrônicos pontodememoriaterrafirme@gmail.com e camilafsmoura@gmail.com/.

Fonte: Divulgação Pontos de Memória/Ibram

Questão indígena é debatida no Museu Goeldi

Pesquisadores das três Américas e da Europa estarão reunidos em Belém (PA), no período de 22 a 26 de junho, para apresentar e discutir estudos sobre Antropologia, Arqueologia e História na América do Sul, durante a VII Conferência da Sociedade para a Antropologia das Terras Baixas da América do Sul (Salsa). O evento é promovido pelo Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG) juntamente com a Salsa.

A VII Conferência conta ainda com a participação de lideranças indígenas como a do pajé e presidente da Associação Yanomami Hutukara, Davi Kopenawa Yanomami, que comporá mesa redonda sobre “Conhecimento Indígena e Antropológico: possibilidades de diálogo”, que acontece na sexta-feira, dia 24, às 20 horas, no Teatro Maria Sylvia Nunes. Da mesa, participa também Andre Fernando Baniwa, liderança indígena e vice-prefeito de São Gabriel da Cachoeira (AM). Na ocasião, os integrantes da mesa abordarão diversos aspectos sobre Belo Monte desde a questão sobre a água do rio Xingu até as políticas econômicas previstas para a região.

Mais informações acesse http://www.museu-goeldi.br/acs/conferencia.html

Página 2 de 212