Iniciativa do Museu Villa-Lobos celebrará obra do compositor na Sapucaí

Enredo

Enredo “Carnaval das Crianças”, homenagem à composição de mesmo título de Heitor Villa-Lobos que completa 100 anos, levará mil crianças à Sapucaí no dia 5 de março.

Do piano para o tamborim. A música de Heitor Villa-Lobos será tema do desfile da escola de samba carioca Pimpolhos da Grande Rio no próximo carnaval. Com o enredo “Carnaval das Crianças”, uma homenagem à composição de mesmo título que completa 100 anos, a apresentação levará mil crianças à Sapucaí no dia 5 de março, data que marca os 132 anos de nascimento do maestro.

O tema foi proposto à agremiação pelo Museu Villa-Lobos em conjunto com o Museu Nacional de Belas Artes – ambos integram a rede Ibram. “A iniciativa de representar esta obra em um desfile de escola de samba mirim valoriza dois elementos importantes da obra de Villa-Lobos: a referência às tradições populares da cultura brasileira e a importância da educação musical na formação de crianças e jovens”, explica a diretora do Museu Villa-Lobos, Claudia Castro.

Inspiração

O refrão do samba-enredo (“Tuhu, Tuhu, nosso trem já vai partir”) foi criado numa roda formada pelos músicos da Pimpolhos e do Museu Villa Lobos e faz referência ao apelido de infância do compositor, que se encantava com o som das locomotivas.

Na comissão de frente – preparada pelo projeto Balé no Samba – o público irá conhecer personagens ligados ao universo musical de Villa-Lobos como a Pierrette, o Dominozinho, o Trapeirozinho e o Mascarado Mignon. O enredo também apresenta figuras do folclore brasileiro presentes no trabalho do maestro.

“O educativo do Museu Villa-Lobos apresentou para as crianças de Duque de Caxias esse universo. Tivemos vários encontros didáticos para mostrar a música de Villa-Lobos e explicar a origem de mitos do folclore como o Uirapuru”, explica Claudia Castro.

“Carnaval das Crianças” é um conjunto de oito peças para piano solo escrito em 1919. Mais tarde, em 1929, o compositor reutilizou os temas na sua fantasia para piano e orquestra “Momoprecoce” e, em 1932, no balé “Caixinha de Boas Festas”.

A obra também serviu como inspiração para desenhos de Emiliano Di Cavalcanti (1897 – 1976). A pedido de Villa-Lobos, o pintor modernista elaborou figurinos e cenários para transformar “Carnaval das Crianças” em um balé. Os desenhos originais fazem parte do acervo do Museu Nacional de Belas Artes e irão ganhar exposição comemorativa no próprio MNBA. Já o Museu Villa-Lobos prepara uma exposição sobre a obra “Carnaval das Crianças”.

Ensaios

Antes do desfile no dia 5 de março, o enredo da Pimpolhos da Grande Rio para 2019 será executado em ensaios abertos nos dias 5 e 19 de fevereiro, no próprio Museu Villa-Lobos. O enredo “Carnaval das Crianças Brasileiras de Heitor Villa-Lobos” também já pode ser ouvido online na plataforma SoundCloud.

Museu das Missões recebe estudantes da rede pública municipal nesta quarta-feira

IMG_20180425_105523123_HDRO Museu das Missões/Ibram realizou nesta quarta-feira (25) uma ação educativa com cerca de 50 estudantes da Escola Municipal Eduardo Damião, da rede pública municipal de São Miguel das Missões (RS), englobando os 7º, 8º e 9º Anos do Ensino Fundamental.

Os estudantes e professores assistiram à exibição do vídeo documentário “João Hugo Machado – O zelador da história” que trata da história de vida do primeiro zelador do Museu, o qual foi um dos principais responsáveis pela formação do acervo museológico da unidade, através da coleta de peças que realizou nos anos 1940 e 1950 em diversos locais da região missioneira, como capelas comunitárias e residências de particulares. O museu detém a maior coleção pública de imagens missioneiras em madeira policromada dos séculos XVII e XVIII de todo o Mercosul.

IMG-20180425-WA0028Além da exibição do vídeo e debate sobre a trajetória do zelador e do museu, também foi realizada uma visita mediada à Casa do Zelador e ao atelier de Restauro do Museu das Missões, localizado no Pavilhão Lucio Costa. Lá os estudantes conversaram com o restaurador do museu e sua assistente sobre o tratamento das imagens missioneiras em madeira policromada dos séculos XVII e XVIII, e conheceram detalhes das etapas e processos que envolvem os serviços de Conservação e Restauro do acervo museológico institucional.

As atividades foram realizadas em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e Secretaria Municipal de Turismo e Cultura, no âmbito das comemorações aos 30 anos de emancipação do município de São Miguel das Missões e dos 40 anos do Espetáculo Som e Luz.

Texto e fotos: Equipe do Museu das Missões.
Edição: Ascom Ibram

70 anos da CLT: Museu da República desenvolve ação educativa com CIEP

O Museu da República (MR/Ibram), no Rio de Janeiro (RJ), vem desenvolvendo, desde 12 de março, o projeto Educação e trabalho: uma ação de cidadania, com alunos do Programa de Educação de Jovens e Adultos (Peja) do Centro Integrado de Educação Pública (CIEP) Tancredo Neves – vizinho ao museu no bairro do Catete.

Alunos do CIEP visitam Museu da República no Rio

O projeto é realizado a partir da exposição Trabalho, luta e cidadania: 70 anos da CLT, que está nas salas de exposição de curta duração do Museu da República  desde 15 de novembro de 2013 – e fica em cartaz até 18 de maio de 2014.

O objetivo da ação é desenvolver atividades de caráter educativo relacionados ao tema Trabalho, dirigidas a 240  homens e mulheres trabalhadores que chegam para as aulas noturnas após um dia de trabalho, ávidos por informações que possam contribuir para seu desenvolvimento pessoal. A maior parte deles são trabalhadores informais, camelôs, empregados domésticos e taxistas.

Etapas
Antecedendo a visita dos alunos, os professores do Peja/CIEP encontram com os educadores do MR, participam de palestra e fazem visita programada com o curador da exposição Trabalho, Luta e Cidadania: 70 anos da CLT, Marcus Vinicius Rodrigues.

Em um segundo momento, todos os alunos, no horário noturno, vistam todo o museu e suas exposições, e retornam, divididos em turmas, para conhecerem a exposição da CLT. A maioria não conhece o Museu da República nem nenhum outro museu.

Como resultado final de todas as ações, será montada no MR uma exposição sobre a memória do projeto, prevista para ser inaugurada no dia 5 de maio, chamada Trabalho e Cidadania.

O Museu da República define-se como um espaço de cidadania e tem como missão preservar, investigar e comunicar os testemunhos vinculados à História da República Brasileira. Mais informações pelo telefone (21) 2127.0324 ou pelo endereço eletrônico mr@museus.gov.br.

Texto e foto: Divulgação Museu da República
Edição: Ascom/Ibram

 

 

Ibermuseus divulga resultado da 2ª edição do Prêmio Educação e Museus

O Programa Ibermuseus divulgou o resultado da 2ª edição do Prêmio Ibero-americano de Educação e Museus. Lançado este ano, o objetivo do concurso foi identificar e premiar práticas de ação educativa que promovam o desenvolvimento pessoal e a coesão social.

Foram premiadas e reconhecidas com Menção Honrosa iniciativas de vários países da região Ibero-americana. O Brasil está presente com três projetos. Veja a lista completa dos contemplados.

A ação educativa é uma das principais áreas de atuação dos museus, com significativa contribuição ao conhecimento e proteção do patrimônio e a memória, à harmonia social, e à diversidade cultural e identidades que compõem a Ibero-america.

Fonte: Divulgação Ibermuseus