Servidoras do Ibram lançam livros literários

thumbnailA temática dos museus e da memória está presente em duas publicações literárias lançadas esse mês de outubro por servidoras do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC).

Nessa sexta-feira (27), a historiadora Eneida Queiroz, lança o livro Úmida Trama. O romance narra a história de criação dos quadros “A origem do mundo”, do realista francês Gustave Courbet, e “Leitura”, do brasileiro José Ferraz de Almeida Junior.  O evento de lançamento acontece no Rio de Janeiro, na Livraria Arlequim, às 18h.

Este é o segundo livro da historiadora, que dedica-se a dar vida a personagens dos museus e da história brasileira. Seu primeiro livro, “A mulher e a casa” retrata o amor entre uma escravocrata e um abolicionista no século XIX.

Outra servidora do Ibram, a museóloga Luciana Palmeira, também lançou seu primeiro livro este mês, em parceria com a também museóloga Cássia Valle. Calu: uma menina cheia de histórias aborda de forma lúdica criativa e transformadora as memórias da ilha da Boca do Rio, contadas por uma menina, que foi habilitada por seus avós – griots, detentores do passado e da ancestralidade – para ser uma nova narradora e propagadora das histórias, das personagens, dos costumes e dos modos de agir de matriz africana que se tornou parte constitutiva da diversidade cultural do lugar.

Calu está a venda no site da Editora e Úmida Trama pode ser adquirido na Livraria Arlequim, no Rio de Janeiro, e-book pela Amazon ou direto com a autora através do e-mail eneidaqueiroz2002@yahoo.com.br.

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days