São João do Meriti terá museu em homenagem a líder da Revolta da Chibata

São João do Meriti, na baixada fluminense, ganhará um complexo cultural que comportará um museu em homenagem ao homem que lutou pelo fim dos castigos físicos e pela melhoria das condições de trabalho dos marinheiros.

João Cândido Felisberto, que ficou conhecido como Almirante Negro, líder da Revolta da Chibata (1910), foi morador do município, onde ainda residem muitos de seus familiares.

Nascimento (esq.), prefeito (ao centro) e Araújo (dir.) avaliaram projeto, junto com a neta de João Cândido (dir.). Foto: Ronaldo Bapt/PMSJM

A iniciativa do projeto é da prefeitura municipal e conta com o apoio do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) e da Fundação Palmares, ambos do Ministério da Cultura.

Nesta terça-feira (12/7), o presidente do Ibram, José do Nascimento Junior; o presidente da Fundação Palmares, Eloi Ferreira de Araújo e o prefeito de São João do Meriti, Sandro Matos, reuniram-se na prefeitura da cidade para discutir o projeto.

A reunião foi acompanhada por líderes partidários, vereadores, diretores da prefeitura, familiares de João Cândido e representantes da sociedade civil.

O Museu Marinheiro João Cândido será construído no Morro do Embaixador, na Vila São José, e terá a forma arquitetônica de um navio. O projeto do novo complexo cultural ainda comportará a construção de um outro prédio destinado a atividades culturais, além de duas edificações já existentes e que serão restauradas – uma delas, a casa do Embaixador de Portugal Martinho Nobre de Melo, construída no século XIX.

As áreas próximas ao local serão revitalizadas e receberão melhorias em urbanização, pavimentação, iluminação e acessibilidade. Os processos de licitação para as obras já começaram e a previsão é de que o projeto seja concluído em um ano.

Saiba mais sobre o projeto e sobre João Cândido

Publicado em

2 comentários para “São João do Meriti terá museu em homenagem a líder da Revolta da Chibata

    • Bom dia! Como o projeto trata-se de iniciativa oriunda de emenda parlamentar, a consulta sobre o andamento do processo deve ser feita diretamente ao Ministério da Cultura pelo e-mail da Assessoria Parlamentar: aspar@cultura.gov.br. Obrigado!

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days