Rio Grande do Norte é o segundo estado a receber Encontro Regional

Teve início hoje (14), a primeira etapa do Encontro Regional do Programa Pontos de Memória em Natal, Rio Grande do Norte (RN). Este é o segundo encontro de uma série de dez programados para acontecer em 2015 em todo o país – o primeiro teve lugar em Belém (PA) no mês de março.

Abertura da exposição Memórias Plurais em Belém (PA) dia 27 de março

Abertura da exposição Memórias Plurais  na Universidade Federal do Pará no dia 27 de março

Realizados pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), os encontros promovem, com os parceiros locais, capacitações direcionadas a iniciativas de museologia social, Pontos de Memória e museus comunitários.

A proposta é aproximar grupos e entidades que dialogam com a proposta do Programa Pontos de Memória do Ibram: ampliar o direito à memória no país, atendendo a grupos sociais que não têm oportunidade de narrar e expor suas próprias histórias, memórias e patrimônios nos museus tradicionais.

Exposição itinerante
No RN, as capacitações acontecem no mês de abril, com as oficinas Museu, Memória e Cidadania (dias 14 e 15) e Inventário Participativo (dias 22 e 23); e no mês de junho, com a atividade Diálogos sobre Exposições Colaborativas (dias 16 e 17).

Já no dia 24 de abril acontece a abertura da exposição itinerante Memórias Plurais. O enfoque dado à mostra são as redes de memória e museologia social que articulam pontos e iniciativas pelo país.

Cada rede enviou textos e fotografias para a Coordenação de Memória e Museologia Social do Ibram que, com o apoio da jornalista e consultora Sara Schuabb e da arquiteta do Ibram Simone Kimura, reuniu e selecionou o material, definindo os contornos da exposição.

A etapa potiguar dos Encontros Regionais de Pontos de Memória tem a realização local da Secretaria Estadual de Cultura, Fundação José Augusto, Rede de Pontos de Memória e Museus Comunitários do RN e o Museu Nísia Floresta.

Grupo de Trabalho, em Belém (PA), discute a montagem da exposição Memórias Plurais

Grupo de Trabalho, em Belém (PA), discute a montagem da exposição Memórias Plurais

A iniciativa conta ainda com a parceria da Secretaria do Estado de Educação e Cultura do RN e da Rede Potiguar de Televisão Educativa e Cultural. Outras informações sobre o encontro em Natal podem ser obtidas pelo telefone (84) 9950.4984.

Estrutura dos encontros
divididos em módulos, os encontros regionais contam, de modo alternado, com capacitações em torno dos temas Museus, Memória e Cidadania na Diversidade Cultural; Inventário Participativo; Registros Audiovisuais e Diálogos sobre Exposições Colaborativas.

Promover a reflexão sobre as possibilidades de realização de intervenções urbanas e exposições de longa e curta duração, de caráter comunitário e colaborativo, a partir de experiências concretas realizadas por Pontos de Memória é o mote da formação Diálogos sobre Exposições Colaborativas.

Já a formação dos agentes de memória participantes nas áreas fotografia e audiovisual, apoiando ainda a produção de conteúdos de caráter colaborativo, é a proposta da oficina Registros Audiovisuais.

A oficina Museu, Memória e Cidadania na Diversidade Cultural visa promover a reflexão sobre os conceitos de “museu”, “memória”, “cidadania” e “diversidade cultural”, incentivando os participantes a utilizar o “fazer museal” como estratégia de transformação social a partir do seu patrimônio.

Encerramento da oficina Inventário Participativo no Pará

Encerramento da oficina Inventário Participativo no Pará

Oferecer condições para a identificação, registro, preservação e salvaguarda do patrimônio cultural de grupos, comunidades e iniciativas de memória e museologia social, é o tema da oficina Inventário Participativo.

Durante o encontro, a reflexão sobre os conceitos de “museu”, “memória”, “patrimônio cultural”, “inventário participativo” e “referências culturais” permeiam as discussões.

Calendário nacional
Até dezembro, mais oito Encontros Regionais do Programa Pontos de Memória estão programados. Após as etapas de Belém e Natal, o encontro chega a Fortaleza (CE) no mês de maio, Recife (PE) em junho, e Salvador e Ilhéus (BA) entre os meses de julho e agosto.

Em setembro, será a vez de Goiânia (GO) receber o encontro. São Paulo (SP) está agendado para outubro, Rio de Janeiro (RJ) para novembro e Porto Alegre (RS) encerra os encontros em dezembro. As datas, locais e parceiros locais ainda estão em definição e serão divulgados aqui na página do Ibram.

O Programa Pontos de Memória do Ibram conta atualmente com 120 pontos de memória parceiros (107 no Brasil e 13 no exterior), sendo 12 “pioneiros” (fomentados com recursos do Pronasci/Ministério da Justiça) e os demais premiados nos editais 2011 e 2012 do Ibram – com recursos do Fundo Nacional de Cultura (FNC). Ainda este semestre será divulgado o resultado final do Prêmio Pontos de Memória 2014. Saiba mais.

Texto: Geyzon Dantas (Ascom/Ibram)
Fotos: Programa Pontos de Memória/divulgação

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days