Reunião define detalhes para intervenção de força-tarefa no Museu Nacional

Durante reunião realizada na tarde desta segunda-feira (3) no Museu Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro (RJ), a força-tarefa articulada pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram) destinada a colaborar na recuperação das instalações e acervo do Museu Nacional, que sofreu grave incêndio no último domingo (2).

O encontro contou com a participação de profissionais e gestores de instituições vinculadas ao Ibram e outros museus do Rio de Janeiro, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), Superintendência Estadual de Museus da Secretaria do Estado de Cultura do Rio de Janeiro, Prefeitura do Rio de Janeiro e Conselho Internacional de Museus (ICOM).

A força-tarefa é composta por técnicos e especialistas em gestão de risco (museólogos, arquitetos e outros profissionais da área cultural) das três esferas de governo, e em sua primeira reunião traçou diretrizes orientadoras para a atuação do grupo. Foram criadas comissões de especialistas voluntários em diversos setores necessários à recuperação do museu, que ficarão à disposição, e definidas etapas prioritárias para a intervenção.

Ficou definido que, tão logo o prédio histórico seja liberado pela Defesa Civil, uma equipe destacada entrará no museu para dar início a um trabalho de diagnóstico, mapeamento de danos e planejamento de recuperação do patrimônio cultural atingido. A ideia é, num primeiro momento, focar na estrutura do museu, considerada emergencial, para que seja possível a entrada, peneiragem do acervo, mapeamento das peças, higienização, acondicionamento e catalogação.

Representantes de museus do Rio de Janeiro disponibilizaram na reunião a cessão de materiais e equipamentos para uso na intervenção junto ao Museu Nacional. O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) também anunciou, na oportunidade, que já está sendo orçada a contenção de paredes internas do museu, que correm risco de desabamento, além de andaimes e cobertura.

A próxima reunião da força-tarefa, para continuidade dos trabalhos, está programada para esta terça-feira (3). O presidente do Ibram, Marcelo Araujo, está no Rio de Janeiro, onde acompanha o esforço conjunto que o órgão articula para recuperação do Museu Nacional.

Publicado em

2 comentários para “Reunião define detalhes para intervenção de força-tarefa no Museu Nacional

  1. Boa tarde, gostaria de saber como participar como voluntário. Sou estudante de arquivologia e gostaria de participar desse esforço.

    Obrigado.
    Atenciosamente,
    Mateus

    • Olá Mateus,

      A constituição da força-tarefa ainda está em sua fase inicial. Oportunamente divulgaremos amplamente informações sobre a dinâmica desse trabalho.

      Nos acompanhe em nosso site ou em nossas Redes Sociais.

      Abraço

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days