Relação de Castro Maya com natureza do Rio é tema no Museu do Açude

Como parte da programação da 6ª Primavera dos Museus, o Museu do Açude, vinculado ao Ibram, inaugura no próximo domingo (23), ao meio-dia, a exposição de longa duração “Castro Maya e a Natureza do Rio: paisagem e patrimônio”.

A mostra, que ocupa duas salas da Galeria Rugendas do museu, revela a relação do patrono da instituição, Raymundo Ottoni de Castro Maya, com a natureza carioca em duas dimensões: o colecionador de imagens sobre a paisagem natural do Rio de Janeiro e sua gestão em favor da preservação do patrimônio natural da cidade como administrador da Floresta da Tijuca de 1943 a 1946.

São 81 imagens, reproduzidas a partir do acervo dos Museus Castro Maya, que revelam a primorosa iconografia de obras dos artistas viajantes europeus do séc. XIX, e uma série de fotografias em preto e branco que serviram de registro para o seu trabalho de recuperação das áreas degradadas da Floresta da Tijuca, devolvendo à cidade um legado paisagístico e ambiental revitalizado.

A exposição, que é aberta no ano em que o Rio celebra o título de Patrimônio Mundial como Paisagem Cultural Urbana, concedido pela UNESCO pela excelência de sua paisagem cultural, ressalta a figura de Castro Maya como um notável carioca que, em vida, sempre esteve empenhado em valorizar o patrimônio natural e humano da cidade do Rio de Janeiro.

“Castro Maya e a Natureza do Rio: paisagem e patrimônio” poderá ser vista a partir deste domingo diariamente, exceto às terças-feiras, das 11 às 17h.

SERVIÇO

O quê: Exposição “Castro Maya e a Natureza do Rio: paisagem e patrimônio”
Quando: Abertura neste domingo, das 12 às 16h. Visitação diariamente, exceto às terças-feiras, das 11 às 17h.
Ingresso: R$ 2,00. Entrada franca às quintas-feiras. Gratuidade: para menores de 12 anos, maiores de 65 anos, grupos escolares, professores e guias turísticos em serviço, membros da Associação dos Amigos do Museu e do ICOM.
Endereço: Estrada do Açude, 764 – Alto da Boa Vista | Rio de Janeiro – RJ

Como chegar
Ônibus: do Centro e da Barra da Tijuca – Linhas 221, 225, 233 e 234.
Saltar na Rua Boa Vista, próximo ao quartel do Corpo de Bombeiros.
Carro: por São Conrado, subir a Estrada das Canoas; pela Tijuca, subir pela Av. Edson Passos.
Estacionamento: gratuito no próprio museu.
Informações: (21) 3433.4984 | mdac@museus.gov.br | www.museuscastromaya.com.br

 

 

 

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days