Região Serrana do Rio recebe oficina sobre museu, memória e cidadania

O Centro Cultural Viva, de Duas Barras, e o Ponto de Cultura e Ecomuseu Rural, em Santo Antônio (Bom Jardim), no Rio de Janeiro, reconhecidos como Pontos de Memória nos últimos editais do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), sediarão nos dias 21 e 22, a oficina Museu, Memória e Cidadania na Diversidade Cultural.

Ministrada por Inês Gouveia, consultora do Programa Pontos de Memória, e com participação especial de uma das sociofundadoras do Museu da Maré, Cláudia Rose Ribeiro, a oficina deve reunir agentes e gestores culturais da região serrana do estado para debater temas-base voltados para o fortalecimento e a qualificação de ações de memória social desenvolvidas por grupos locais.

Além da oficina, o objetivo ainda é convidar as iniciativas a participarem da rede de museologia social que está sendo impulsionada por várias organizações no estado do Rio de Janeiro.

A oficina propõe uma reflexão sobre o poder da memória na promoção da cidadania cultural e do fortalecimento das ações desenvolvidas por grupos, povos, comunidades e movimentos sociais. Também aborda as discussões acerca do museu como espaço vivo dinâmico, que deve estar a serviço da sociedade e ser pensado coletivamente como meio de transformação social, valorização e representação das diversas identidades e memórias que se configuram no país.

No dia 21, a oficina acontece no Centro Cultural Viva (R. Everaldo do Vale Moreira 83, Centro – Duas Barras), e no dia 22 acontece na sede do Ponto de Cultura Rural (Estrada entre São Pedro da Serra  e Santo Antonio), sempre das 9h às 18h. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (21) 98058.7203 ou pelo endereço eletrônico pontosdememoria@museus.gov.br.

Texto: Programa Pontos de Memória

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days