Projeto que disponibiliza acervos dos Museus Ibram na web é destaque em palestra no MCTIC

tainacanComo parte das atividades em comemoração ao Dia do Bibliotecário, 12 de março, o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações promoveu nesta sexta-feira (15), em Brasília, a palestra Acervos em rede e memória em tempos de cultura digital: experiências e desafios do projeto Tainacan.

Na palestra o Prof. Dr. Dalton Lopes Martins falou sobre os processos de documentação, catalogação e indexação para a disponibilização de acervos digitais, e apresentou o Projeto Tainacan, um repositório digital, voltado para a gestão de acervos culturais de arquivos, bibliotecas e cinematecas.

Desenvolvido em software livre (plataforma WordPress), o Tainacan pode ser utilizado gratuitamente pelas instituições museológicas na identificação e catalogação de suas coleções. A ferramenta também permite a integração dos sites institucionais, a criação de coleções, a publicação de conteúdos nas redes sociais, o aumento da interconexão com outras instituições de memória, além da colaboração de usuários. Saiba mais.

Atualmente 10 museus Ibram já estão no Tainacan e até o final de 2019 todos os demais museus da rede Ibram também disponibilizarão seus acervos na plataforma. As faculdades de museologia da Universidade de Brasília (UnB) e da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) também utilizam a plataforma como repositório de suas exposições, além da Funarte e do Museu do Índio (Funai/MJ).

Assista aqui a transmissão da palestra.

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days