Projeto mensal prevê visita aos bastidores do Museu Imperial (RJ)

Os participantes do projeto O Museu Que Não Se Vê, desenvolvido pelo Museu Imperial/Ibram, tiveram a oportunidade de conhecer um acervo diferente no dia 18 de novembro: os itens relacionados à fotografia guardados nos setores técnicos.

A atividade fez parte do festival de fotografia Clic! Petrópolis, que acontece na cidade até 27 de novembro, e esteve integrada ao projeto mensal que revela os bastidores do Museu Imperial, apresentando os setores técnicos e o acervo que não fica exposto no palácio.

A edição especial apresentou ao público livros sobre fotografia, periódicos, álbuns, câmeras antigas e imagens capturadas com diversas técnicas fotográficas, como daguerreótipo e ambrótipo. Os participantes tiveram até mesmo a oportunidade experimentar um estereoscópico, técnica do início do século XX que permite visualizar fotografias em três dimensões.

Além do acervo da Biblioteca, do Arquivo Histórico e do Setor de Museologia, os visitantes conheceram o Laboratório de Conservação e Restauração, que preserva todo esse acervo, e o Projeto de Digitalização do Acervo do Museu Imperial (Projeto DAMI), que digitaliza e disponibiliza no site do Museu as coleções guardadas na instituição.

A participação no projeto é gratuita e pode ser agendada pelo telefone (24) 2245-4668 ou pelo e-mail mimp.someluz@museus.gov.br. São realizadas visitas toda última quarta-feira do mês, das 9h e das 14h. Mais informações aqui.

Texto e fotos: Divulgação Museu Imperial

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days