Primeiro museu litúrgico da América latina é inaugurado em Tiradentes

A histórica cidade mineira de Tiradentes ganhou no dia 14 de abril, o primeiro museu litúrgico da América Latina. Reunindo um acervo de 429 peças de arte sacra, das quais 325 ficarão expostas ao público, o Museu da Liturgia foi implantado com apoio financeiro não reembolsável de R$ 10,6 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

O novo espaço cultural está instalado em uma das casas paroquiais da Igreja Matriz de Santo Antônio, uma construção de meados do século XVIII. Por causa da obra, um espaço contíguo ao prédio foi reformado para abrigar a nova residência do pároco — cargo ocupado desde 1987 pelo padre Ademir Sebastião Longatti, que cedeu em comodato a edificação e o acervo para o museu pelo prazo mínimo de 50 anos.

Desde a concepção até a conclusão das obras de readequação do espaço, foram necessários cerca de dois anos. Os trabalhos foram acompanhados por técnicos do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan/MinC) que moram na cidade. A manutenção das características originais e a integração do conjunto arquitetônico orientaram as obras.

Grande parte das peças que compõem o acervo estava deteriorada, pela ação dos cupins, da oxidação e de outros agentes, demandando um minucioso trabalho de restauração. Foram abertas várias frentes de trabalho, para o restauro da prataria, do mobiliário e do vestuário.

Parte do acervo ficará exposto na edificação histórica, onde também haverá projeção de vídeos referentes ao acervo. O projeto inclui ainda ações complementares, como o website do museu, um catálogo de todas as peças e um programa de educação patrimonial dirigido aos diversos perfis de visitantes — tais como estudantes, pesquisadores, historiadores, turistas e a comunidade em geral.

O Museu da Liturgia fica na Rua Padre Toledo, 2, centro de Tiradentes. A instituição ficará aberta ao público de terça-feira a domingo, das 10h às 17h. Os ingressos custarão R$ 5. Crianças, idosos e moradores do município estão isentos da taxa. Leia mais.

Fonte: Divulgação BNDES
Edição: Ascom/Ibram

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days