Judiciário realiza Seminário Nacional de Museus e Centros de Memória

Acontece na próxima semana, no Rio de Janeiro, o 2º Seminário Nacional de Museus e Centros de Memória do Poder Judiciário. Promovido pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região, o evento tem por objetivo promover o intercâmbio de experiências entre os museus e centros de memória vinculados ao Poder Judiciário no Brasil.

Para o diretor executivo do Centro Cultural da Justiça Federal, Cícero de Almeida, “temos muitas iniciativas mapeadas e é importante discutir a preservação e a promoção da memória do Judiciário brasileiro”.

O seminário compreende quatro eixos temáticos principais: a construção de redes/sistemas de relacionamento; a identificação e tratamento dos acervos; a difusão dos trabalhos de preservação da memória do Judiciário brasileiro e; avaliação das ações desenvolvidas a partir das recomendações do 1º Seminário Nacional de Museus e Centros de Memória do Poder Judiciário, realizado em agosto de 2012, de forma a permitir um diagnóstico mais preciso sobre os temas que avançaram e as pendências.

O presidente do Ibram, Angelo Oswaldo de Araújo, ministra palestra na segunda-feira. Sua fala será voltada para a construção da Política Nacional de Museus e o avanço no setor desde 2003.

O evento é voltado para magistrados, gestores de iniciativas de memória e demais servidores do Poder Judiciário, profissionais que atuam no campo dos museus e dos centros de memória, pesquisadores e profissionais atuantes na área e estudantes universitários.

A programação completa está disponível aqui.

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days