Paraty lamenta perda do mestre Natalino

vitalinoDe maio a agosto deste ano, o Museu Forte Defensor Perpétuo de Paraty- Ibram/MinC expôs em seu salão central parte do acervo de máscaras e bonecos produzidos por Natalino de Jesus Silva, falecido na noite desta terça-feira (08), aos 78 anos.

Natalino era uma personalidade muito querida pela comunidade. Nascido em Paraty em 25 de dezembro de 1934, os trabalhos do mestre utilizavam uma técnica similar à de outros artistas locais como Jubileu, Mestre Biba e Lúcio Cruz. Eram um hobby antigo do menino que criava suas próprias máscaras nos antigos carnavais  da cidade. Na década de 70, Natalino começou a experimentar a pintura em suas criações, com cores e formas intuitivas que com o tempo se mostraram a expressão de um artista.

A equipe do Museu Forte Defensor Perpétuo de Paraty deixa registrados seus sentimentos à família e amigos do mestre.

Texto: Henrique Carvalho (Forte Defensor -Ibram/MinC)
Foto: Máscaras do Mestre Natalino / Divulgação

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days