Países BRICS formalizam criação de aliança para área de museus

Plataforma terá como foco difusão e proteção do patrimônio cultural dos cinco países que integram o grupo, além da capacitação de profissionais.

Plataforma terá como foco difusão e proteção do patrimônio cultural dos cinco países que integram o grupo, além da capacitação de profissionais.

Os cinco países que integram o grupo BRICS – Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul – formalizaram no dia 25 de outubro, durante encontro de entendimento realizado no Museu Nacional da China, em Pequim, a criação da Aliança BRICS de Museus.

Conforme declaração conjunta assinada pelos representantes que participaram do encontro, a mais nova plataforma de cooperação cultural criada no âmbito dos BRICS terá como objetivos incrementar intercâmbios voltados à difusão do patrimônio cultural dos cinco países que integram o grupo, bem como à sua proteção; e à capacitação de profissionais destes países que atuam na área.

Encaminhamentos aprovados

Durante a conferência fundadora da Aliança BRICS de Museus, que aconteceu no âmbito do III Encontro BRICS de Ministros da Cultura, foi assinado ainda memorando de entendimento que estabelece um conjunto de encaminhamentos considerados necessários para o alcance dos objetivos pactuados.

O memorando define que o escopo de atuação da Aliança BRICS de Museus incluirá a realização de exposições de forma bilateral ou multilateral; assim como de intercâmbios acadêmicos e atividades de capacitação em caráter cooperativo.

O documento, que foi assinado pelo presidente interino do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), Marcos Mantoan, também define a criação de um portal da nova plataforma e a realização de conferências da Aliança BRICS de Museus com periodicidade bienal – a próxima está programada para acontecer em 2020 em Moscou (Rússia).

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days