Obras de requalificação dos museus Ibram em Paraty (RJ) estão adiantadas

As obras de requalificação dos museus Arte Sacra de Paraty e Forte Defensor Perpétuo, ambos na mesma cidade fluminense, já estão avançadas. Vinculados ao Ibram/MinC, os museus estão entre os nove da rede que tiveram serviços de intervenção em seu espaço físico contratados no final do ano passado.

Museu Forte Defensor Perpétuo encontra-se parcialmente fechado ao público. Na foto, atividade realizada ano passado em Paraty

Situado na antiga Igreja de Santa Rita – construída em 1722 e tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) em 1962 – o Museu de Arte Sacra de Paraty já havia dado início, em abril de 2012, à reforma de seu telhado e rede elétrica, através de parceria privada.

Desde o início deste ano, o edifício passa também por intervenções estruturais contratadas pelo Ibram, que seguem em ritmo acelerado.

Os serviços incluem a recuperação da fachada externa da igreja, da nave e da torre sineira, com reparo de todo o reboco e pintura. Os recursos do Ibram também garantirão ao monumento a conclusão da já iniciada atualização de sua rede elétrica, assim como das redes de lógica (telefonia) e segurança.

Sem cimento
“O reboco das paredes externas e internas está sendo feito com argamassa de cal e areia, sem adição de cimento”, explica Henrique Milen Vizeu, Técnico em Assuntos Culturais.

“Está sendo removida toda a antiga argamassa que continha cimento, material que retém muita umidade, extremamente prejudicial ao acervo. Visando também prevenir danos por infiltrações e vazamentos, a caixa d’água do telhado da capela-mor foi transferida para a parte inferior do edifício, concentrada no atual Consistório”, completa o técnico.

No Museu Forte Defensor Perpétuo, a aguardada reforma na estrutura do telhado já está sendo realizada também com a liberação dos recursos do Ibram/MinC. O contrato prevê também a realização de serviços especializados de arqueologia para realizar pesquisa prospectiva no Morro da Vila Velha, área tombada em nível federal sobre a qual o museu está situado. O museu continua parcialmente aberto ao público, apesar das intervenções, que estão sendo feitas de forma escalonada.

A conclusão das obras nos dois museus está prevista para julho. Conheça os museus Ibram.

Texto: Ascom/Ibram
Foto: Divulgação

Matéria relacionada
Modernização: Ibram abre licitações para reformas de mais cinco museus

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days