Obra O Beijo da Guanabara é mote para atividades no Museu da República

Beijo na Guanabara

O quadro Beijo da Guanabara (1926)

O Museu da República/Ibram, no Rio de Janeiro, participa da 13ª Semana de Museus com uma série de atividades que têm como ponto de partida a obra Beijo da Guanabara, pintada em 1926 pelo artista plástico Carlos Chambelland, exibida no mesmo ano no 33º Salão Oficial de Belas Artes, da Escola Nacional de Belas Artes, no Rio de Janeiro.

O Beijo da Guanabara será o mote adequado para a reflexão em torno das questões ambientais contemporâneas, tais como a crise hídrica e a poluição da Baía de Guanabara.

A obra de Carlos Chambelland, no entanto, desafia a nossa imaginação à medida que faz uma citação explícita do beijo de Eros, o deus do Amor, em Psiquê (em grego, a alma), uma das três filhas de um rei da Grécia. A imagem do Beijo da Guanabara retrata e personifica a união entre o “amor” e a “alma”.

Confira a programação completa:

A partir do dia 18 de maio, segunda-feira:

- Exposição “Por um beijo da Guanabara”, no Jardim Histórico do Museu da República, de 8 às 18 horas.

- Exposição “Programa de Sustentabilidade Ambiental do Museu da República”, no Jardim Histórico do Museu da República, de 8 às 18 horas.

Dia 23 de maio:

- Seminário de pós-graduação em Educação Museal, uma parceria entre o IBRAM (Instituto Brasileiro de Museus), os Museus da República e Castro Maya com a FAETEC, sobre temas relativos à área de museus. No Auditório Apolônio de Carvalho, de 8 às 17 horas.

- Atividades de desenho, pintura e montagem de quebra-cabeças com crianças frequentadoras do Jardim Histórico do Museu da República, a partir das 16 horas.

Dia 26 de maio:

- XXIII Jornada Republicana – mesa-redonda de debates com o tema “Museus para uma sociedade sustentável”, no Espaço Multimídia do Museu da República, a partir das 18 horas.

Dia 27 de maio:

- Lançamento do livro “Há uma gota de sangue em cada museu”, do professor, poeta e museólogo Mário Chagas. No Pátio Interno do Museu da República, às 18 horas.

- Lançamento da revista “Cadernos do CEOM – Museologia Social”, de Mário Chagas e Inês Gouveia. . No Pátio Interno do Museu da República, às 18 horas.

Todos os eventos têm entrada franca. O Museu da República fica na Rua do Catete, 153, bairro do Catete, no Rio de Janeiro. Mais informações na página do Museu.

Texto e fotos: Divulgação Museu da República

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days