Nova Pesquisa Anual de Museus está disponível a partir de hoje (3)

O Cadastro Nacional de Museus (CNM) inicia hoje (3), a nova Pesquisa Anual de Museus. Aberta à participação de todos os museus brasileiros, a nova pesquisa se propõe a realizar um diagnóstico detalhado do setor sobre temas diversos como acessibilidade, acervo museológico, gestão de pessoas, orçamento entre outros aspectos.

A Pesquisa Anual de Museus, que pode ser respondida até 12 de dezembro, é a primeira que o CNM realiza utilizando sua nova plataforma de dados, parte de uma estratégia cujo objetivo é aumentar o espectro e consistência das informações levantadas.

Capa do primeiro volume da  publicação lançada em 2011 com dados do CNM

Capa do primeiro volume da publicação lançada em 2011 com dados do CNM

Criado em 2006, o Cadastro Nacional de Museus é um dos instrumentos da Política Nacional de Museus, gerenciado pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram).

Formado por uma série de pesquisas periódicas, possui entre seus objetivos o aprofundamento do conhecimento sobre o campo museal, através da coleta, registro e disseminação de informações sobre as instituições museológicas brasileiras.

Séries históricas
“O cadastro agora é composto por uma série de pesquisas distintas com periodicidades diferenciadas”, explica a Coordenadora-Geral de Sistemas de Informação Museal do Ibram, Rose Miranda.

“Essa estratégia visa aprofundar o conhecimento sobre os museus e ao mesmo tempo diminui o número de questões por pesquisa. Além disso, permitirá a construção de séries históricas”, afirma.

A reformulação da plataforma de pesquisa do Cadastro Nacional de Museus também vem ao encontro do Registro dos Museus Ibero-Americanos (RMI). Coordenado pelo Programa Ibermuseus e em fase de implantação, o projeto prevê o mapeamento dos museus da América Latina e da Península Ibérica. A plataforma, que irá possibilitar o cruzamento de dados dos mais de oito mil museus da região, terá no CNM sua porta de entrada para o Brasil.

Acesse a nova pesquisa do Cadastro Nacional de Museus. Confira antes o Manual de Preenchimento  e o Termo de Compromisso do CNM. O questionário da pesquisa em formato texto também está disponível para facilitar o levantamento de informações por parte do museu antes do preenchimento na plataforma online.

Dados do CNM alimentam o ranking anual do periódico The Art Newspaper sobre exposições mais vistas no mundo

Dados do CNM alimentam o ranking anual do periódico The Art Newspaper sobre exposições mais vistas no mundo

Publicações e projeção internacional
Em oito anos de operação, o Cadastro Nacional de Museus já mapeou mais de 3,4 mil instituições museológicas em todo o Brasil.

Seus dados têm sido utilizados para o aprimoramento de políticas públicas voltadas para o setor museal, sobretudo após a estruturação de duas publicações: Guia dos Museus Brasileiros e Museus em Números – este último, o primeiro estudo estatístico nacional dos museus brasileiros.

As informações públicas do CNM também já alcançaram projeção internacional. A base de dados já serve como fonte para publicações, como o periódico inglês The Art Newspaper, que divulga anualmente um ranking das exposições mais visitadas em todo o mundo.

A disponibilidade de dados sobre o tema ajudou a colocar o Brasil pela primeira vez, no ano de 2011, entre os países com maior volume de visitação a exposições – fato que vem se repetindo a cada nova edição do ranking, como em 2013. Saiba mais.

Dúvidas ou outra questões relativas a nova Pesquisa Anual de Museus do CNM podem ser esclarecidas pelo endereço eletrônico cnm@museus.gov.br.

Texto: Ascom/Ibram
Imagens: Divulgação

Publicado em

3 comentários para “Nova Pesquisa Anual de Museus está disponível a partir de hoje (3)

  1. A Secretaria Municipal de Turismo de Cuiabá agradece o apoio do Ibram em relação a primavera do Museu e semana do Museu no Morro da Caixa D’ Água Velha e no Museu do Rio” Hid Alfredo Scaff “

  2. Meu nome é Eder Oliveira e sou o museólogo do Museu Antropológico Diretor Pestana, de Ijuí RS.
    Estava respondendo a enquete proposta pelo IBRAM e me deparei com um pequeno problema.
    Aqui, temos um vasto arquivo, considerado de suma importância para a região noroeste do estado.
    O arquivo está organizado conforme a metodologia arquivística vigente. Conforme está requerido na enquete, é preciso contabilizar, ainda que de forma aproximada, o campo intitulado “informe o número total de bens culturais musealizados que compõem o acervo”.
    Somente no arquivo, temos pelo menos 950 metros lineares, somados aos acervos de museologia em torno de 6000 itens.
    O referido campo da enquete não permite o registro destes dados em separado, tampouco a explicação sobre isso.
    Bem como a metodologia arquivística vigente não comporta a contabilização por unidades de documentos. Somente por metros lineares.
    Então, peço uma alternativa para correto preenchimento da presente enquete.
    Aguardo e desde já agradeço.

    • Caro Eder, conforme indica a matéria, “dúvidas ou outra questões relativas a nova Pesquisa Anual de Museus do CNM podem ser esclarecidas pelo endereço eletrônico cnm@museus.gov.br“, pois aqui na Assessoria de Comunicação não temos como ajudá-lo. Por favor, encaminhe sua solicitação para o e-mail citado. Obrigado!

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days