Museus do Ibram/MinC terão programação intensiva durante a 9ª Semana de Museus

Os museus integrantes da estrutura do Ibram/Ministério da Cultura  prepararam programação especial para a 9ª Semana de Museus, de 16 a 22 de maio. Veja alguns dos eventos oferecidos:

Exposição Bonito por natureza – Rio ontem e hoje, no Museu da Chácara do Céu

Museus Castro Maya/Museu da Chácara do Céu, em Santa Teresa (Rio, RJ): entre outras atrações, o museu apresenta ao público uma homenagem à cidade do Rio de Janeiro sob a visão de artistas do século XIX e XX com a exposição “Bonito por natureza: Rio ontem e hoje”. O Museu selecionou obras de alguns pintores estrangeiros que se renderam às belezas da cidade, deixando marcas de seus personagens e da sua paisagem durante o século XIX.

Museu da República (Rio, RJ): apresenta no dia 18 de maio a exposição “Você conhece? Você se lembra? Tá quente! Tá frio!”, em que o público será desafiado a descobrir a história de três objetos do acervo do museu. A “exposição-jogo” trará pistas e o desafio final será identificar um objeto que pertenceu à primeira dama Anita Peçanha, esposa do então presidente Nilo Peçanha.

Museu Casa de Benjamin Constant (Rio, RJ): além de visita guiada à exposição que reconstitui a vida, obra e cotidiano de Benjamin Constant, no dia 19 de maio o museu oferece palestra com o historiador Renato Lemos, da UFRJ, que fala sobre o papel do museu na construção da memória da República. No dia 22 de maio, o público pode conferir uma visita teatralizada, com atores caracterizados e que mostrarão a vida em família de Benjamin Constant.

Museu Histórico Nacional (Rio, RJ): Com entrada franca durante toda a 9ª Semana de Museus, o MHN oferece exposições e uma série de oficinas (capoeira, da dança africana jongo, confecção de bonecas africanas e contação de histórias). No dia 18, lança a publicação Sylloge Nummorum Graecorum, sobre a coleção de moedas das séries gregas do museu.

Museu da Inconfidência (Ouro Preto, MG): entre as atividades programadas está mostra Imagens do Brasil – Gravuras de Lasar Segall. A exposição é resultado de parceria com o Museu Lasar Segall (SP), que emprestará 35 gravuras, e com o Museu Nacional de Belas Artes, RJ, de onde virão uma escultura e uma tela.

Museu Villa-Lobos (Rio, RJ): promove entre 17 e 19 de maio, sempre às 16h e com entrada franca, mesas-redondas, palestra e programação musical, abordando a memória da instituição, através da comemoração dos 25 anos do Projeto Mini-Concertos Didáticos e de uma homenagem à fundadora e primeira diretora do Museu, Arminda Villa-Lobos, mulher do compositor. O museu aliou-se a personalidades do meio musical carioca que conviveram e colaboraram com Arminda Villa-Lobos em sua gestão e que revisitarão sua história através de relatos. No dia 19 de maio, o atual diretor do Museu Villa-Lobos, Wagner Tiso, estará ao piano, em duo com o violoncelista Márcio Malard, interpretando Canções da Floresta do Amazonas dedicadas, por Villa-Lobos, à sua musa.

Museu Imperial (Petrópolis, RJ): entre várias atividades, promove entre os dias 16 e 18 de maio o curso O Museu Imperial e suas coleções, para guias turísticos. O museu também organizou a exposição Museu na Memória e o espetáculo Som e Luz terá sessões especiais ao custo de R$ 5. No dia 18, o museu terá entrada franca. E para encerrar a Semana, no dia 21 de maio, há um recital de gala.

Museu Lasar Segall (São Paulo, SP): entre as atividades programadas pelo museu, está a exposição Segall Pinturas e mesas redondas com Celso Lafer, Raquel Arnaud e Marcus Mazzari, Ana Belluzzo e Vera dHorta. Além disso, a programação conta com uma mesa de discussão com o tema Memória: latência e manifestação.

Museu Nacional de Belas Artes (Rio, RJ): durante a Semana de Museus, o Belas Artes oferece dois cursos: História e Crítica da Arte – História da Arte no Brasil: Século XIX e História e Crítica da Arte – Europa dos Anos Oitocentos: Época de Ouro nas Artes. Além disso, no dia 18, às 10h30, e no dia 20, às 15h, o museu promove visita guiada à Galeria de Arte Brasileira do Século XIX, recém reinaugurada.

Museus Castro Maya/Museu do Açude: entre os dias 16 e 20 de maio, promovem ações educativas com estudantes sobre o tema da construção e reconstrução da memória patrimonial, relacionando o acervo de arte e o acervo natural do museu.

Museu do Ouro (Sabará, MG): em parceria com a Prefeitura de Sabará, realiza o Projeto O Museu vale Ouro, com apresentações artísticas e narração de histórias em comemoração aos 65 anos da instituição.

Museu Regional de São João del-Rei (MG): promove, a partir do dia 19 de maio, exposição que, por meio de textos, fotos e exemplares da coleção do Departamento de Entomologia da UFLA, apresenta resultado de pesquisa sobre a biodiversidade na Região do Campo das Vertentes.

Museu Forte Defensor Perpétuo de Paraty (RJ): apresenta a exposição O legado africano em Paraty com destaque para a comunidade quilombola do Campinho da Independência. Também há apresentação de danças, comidas típicas e artesanato tradicional.

Museu das Missões (São Miguel das Missões, RS): realiza a oficina Museus e Memória: da Comunidade Local ao Patrimônio Mundial, que tem como objetivo refletir e divulgar as ações preservacionistas desenvolvidas no microcosmo social de São Miguel das Missões.

Museu de Arte Sacra da Boa Morte (Goiás, GO): entre os dias 15 e 22 de maio, promove Memória da Igreja, ambientação das antigas missas realizadas na Igreja de N. Srª. da Boa Morte, com apresentação musical.

Museu Casa da Princesa (Pilar de Goiás, GO): abertura da nova exposição de longa duração do museu, chamada Casa da Princesa – Meta-museu.

Museu Solar Monjardim (Vitória, ES): promove no dia 18 de maio a II Gincana Interescolar do Museu Solar Monjardim, que conta com visita guiada, jogos e recreação voltados para o tema Museu e Memória.

Museu do Diamante (Diamantina, MG): entre as atividades da semana, destaca-se a ação educativa Detetive no museu, na qual as crianças são convidadas a viver a experiência de “investigador” junto ao acervo, onde por meio de pistas e sinais deflagram o cotidiano do antigo Tijuco. Também há performance, palestra O Museu vai à escola e uma oficina prática que buscará oferecer os princípios básicos de Conservação preventiva em diferentes suportes, direcionada a colecionadores particulares, zeladores das igrejas e interessados.

Museu Victor Meirelles (Florianópolis, SC): o museu promove, durante a semana, visitas mediadas às suas exposições, além do espetáculo teatral Diários, cartas e bilhetes: o Museu Victor Meirelles. Duas oficinas também fazem parte da programação da 9ª Semana.

Museu das Bandeiras (Goiás, GO): promove o curso Museu, Memória e Esquecimento, com Anna Karina Rocha,Girlene C. Bulhões e Thiago SantAnna. No dia 18, será aberta a exposição fotográfica Goiás, cidade panóptica, criada por alunos do curso de História da Universidade Federal de Goiás.

Museu de Arte Religiosa e Tradicional (Cabo Frio, RJ): no dia 17 há o lançamento do Projeto Cápsula do Tempo, coletânea de depoimentos sobre eventos do MART até 2017, ano de comemoração dos 400 anos da petição de doação do terreno para construção do Convento. Há também show musicais, palestras e encontros culturais.

Museu Regional Casa dos Ottoni (Serro, MG): realiza as oficinas A prática do desenho do museu e A cerâmica do Jacu – uma tradição serrana.  No dia 16 de maio, será aberta a exposição temporária Igreja da Purificação e suas Memórias.

Museu Regional de Caeté (Caeté, MG): entre as atividades programadas pelo museu está uma mesa redonda com o tema Educação e Memória, com profissionais da área da educação, da rede municipal e estadual, para discutir a importância do uso dos espaços museais para a educação e o resgate da memória. O museu também promove a palestra O que é museu? O que é museologia?, no dia 18 de maio.

Museu Casa Histórica de Alcântara (Alcântara, MA): promove oficina de edição de imagens do vídeo Memória Viva das Caixeiras do Divino Espírito Santo e oficina de confecção e de toque de caixas, além de duas palestras: Preservação do Patrimônio Imaterial de Alcântara e Caixeiras do Divino Espírito Santo.

Museu de Arqueologia de Itaipu (Niterói, RJ): o museu realiza um mini-curso de Arqueologia, além de oferecer visitsa gratuitas às ruínas do século XVIII do antigo Recolhimento de Santa Teresa e à exposição de longa duração do museu.

Museu de Biologia Professor Mello Leitão (Santa Teresa, ES): organizou a gincana Museu de Encantos e a exposição Rastros de mamíferos brasileiros. Visitas mediadas podem ser feitas durante a semana, com agendamento.

Museu Casa da Hera (Vassouras, RJ): no dia 20, as educadoras Daniele de Sá Alves e Cinthia Rocha ministram palestra sobre a trajetória do museu e seu contexto histórico. Uma oficina de educação museal, com o tema O papel da memória, também faz parte da programação da 9ª Semana.

Museu da Abolição (Pernambuco, PE): reabre no dia 15, véspera da abertura da Semana, oferecendo ao público a oferecerá atividades culturais e socioeducativas e a “Exposição em Processo”, exposição lúdica e interativa criada de forma coletiva, em que diversos segmentos da sociedade foram convidados a contribuir na concepção e montagem.

A Semana de Museus é promovida anualmente pelo Ibram, em comemoração ao Dia internacional de Museus (18 de maio) e neste ano será recorde, com quase mil museus e instituições oferecendo mais de 3 mil eventos.

Confira a programação completa da 9ª Semana Nacional de Museus em sua região, divulgue e participe!

Fonte: Ascom Ibram

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days