Museu Victor Meirelles promove palestra com grupo Lunáticos em SC

Foto: Fascinating Universe - Wikipedia

As cores dos peixes nas áreas de corais é tema de palestra no Museu Victor Meirelles

Nesta terça-feira (7), o Museu Victor Meirelles/Ibram, em Florianópolis (SC), promove a palestra Por que os peixes que habitam os recifes de corais possuem cores tão exuberantes?, em parceria com o grupo Lunáticos.

Aberto ao público, o evento será conduzido por um dos fundadores do grupo, Wladimir J. Alonso, e faz parte da Agenda Cultural do museu.

Doutor em biologia pela Universidade de Oxford, na Inglaterra, Alonso desenvolveu sua tese a partir da observação de padrões de camuflagem de animais como proteção de possíveis predadores e irá compartilhá-la com o público, na sala multiuso do anexo do museu, às 19h.

O Grupo
O Lunáticos é um grupo que promove debates científicos, com um viés eclético, que também aborda ocorrências no campo das artes, da astronomia, da filosofia e da computação, entre outras.

Seguindo a tradição das sociedades científicas do passado, quando a ciência era movida pela curiosidade e pelas inquietudes intelectuais, o grupo foi fundado com inspiração na Sociedade Lunar, uma espécie de confraria de discussão e sociedade científica informal, composto por importantes industrialistas, filósofos naturais e intelectuais que se reuniam regularmente, entre os anos de 1765 e 1813, em Birmingham, na Inglaterra.

O nome do grupo britânico, que inicialmente era Círculo Lunar,  foi escolhido devido ao fato de seus membros reunirem-se somente nos períodos de lua cheia, quando a maior luminosidade tornava o regresso para casa mais fácil e seguro na ausência de iluminação pública.

Texto: Divulgação Museu Victor Meirelles
Foto: Divulgação/internet

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days