Museu Nacional de Belas Artes inaugura a mostra “Entre o acervo e o estúdio”

“Entre o acervo e o estúdio” – Marilice Corono

No sábado (31), o Museu Nacional de Belas Artes (MNBA/Ibram) irá inaugurar a mostra da artista gaúcha, Marilice Corono, “Entre o acervo e o estúdio”. De acordo com a artista, a seleção das 32 obras que integram a exposição foi determinada pelo estudo dos gêneros, pelo caráter autorreferencial da maior parte das imagens, pela qualidade que apresentam e por aspectos afetivos e pessoais.

Na exposição, algumas pinturas tornaram-se significativas, como a publicação “Iniciação a Pintura” (1976) de um dos pioneiros da restauração no país, Edson Motta, professor de teoria, técnica e conservação da pintura na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) entre os anos de 1945 e 1980 e autor de livros essenciais para a formação da artista.

Com carreira iniciada na década de 1990, Corono já integrou mostras coletivas em vários estados do Brasil. Desde 2005, a artista realiza projetos de exposição que têm como tema o próprio espaço onde as obras são apresentadas. Além de artista visual, ela é professora de pintura do Instituto de Artes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

A mostra “Entre o acervo e o estúdio” está disponível no MNBA de 31 de agosto até 1° de dezembro de 2019. Mais informações sobre a exposição aqui.

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days