Museu Histórico Nacional participa da exposição no Masp

“Soldado do Primeiro Batalhão de Infantaria do Exército” no MHN.

“Soldado do Primeiro Batalhão de Infantaria do Exército” no MHN.

Na última segunda-feira (23),  o Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (Masp) inaugurou a exposição “História das mulheres: artistas até 1900” que tem o objetivo de reposicionar obras de artistas que trabalharam até o fim do século 19 e discutir a diferença de valor entre o universo masculino e o feminino e também entre arte e artesanato.

A mostra, disponível no Masp, poderá ser visitada até 17 de novembro. Informações sobre a exposição podem ser obtidas aqui.

Segundo a curadora de arte moderna e contemporânea do Masp, Julia Bryan Wilson, uma das características fortes da mostra é o diálogo que se estabelece entre pinturas e têxteis.

Com 60 pinturas, 2 desenhos e 34 tecidos de diferentes épocas e origens, a exposição destaca trabalhos para além das categorias tradicionais das belas artes, procurando oferecer perspectivas mais amplas e mais plurais. Embora não se conheça o nome das artistas têxteis, todas as peças expostas foram produzidas por mulheres.

O Museu Histórico Nacional/Ibram participa da exposição com o óleo sobre tela “Soldado do Primeiro Batalhão de Infantaria do Exército”, pintado por Maria Emília Campos em 1895. De acordo com o Museu, pouco se sabe sobre a tela e a sua autora, entretanto a unidade museológica possui outros trabalhos da artista no acervo. Ambos realizados no ano de 1895 retratam soldados fardados no período republicano.

Conheça os detalhes da obra “Soldado do Primeiro Batalhão de Infantaria do Exército” na plataforma http://bit.ly/2yLIt6u

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days