Museu do Ouro organizou seminário sobre mídias digitais, cultura e educação

Discussão sobre mídias digitais mobilizou cerca de 60 pessoas em Sabará

A aproximação entre mídias digitais, educação e cultura levou 54 pessoas a participar de seminário organizado pelo Museu do Ouro/Ibram, em Sabará (MG), nos dias 15 e 16 de maio.

A atividade, que teve lugar na biblioteca da cidade, foi programada como ação para a 10ª Semana de Museus, dialogando com o tema deste ano: Museus em um Mundo em Transformação – novos desafios, novas inspirações.

O papel da internet na difusão da cultura na atualidade, sua história e as perspectivas de maior participação social foram abordados pelo ministrante Geyzon Dantas, o ‘Zonda’, jornalista que integra a equipe da Assessoria de Comunicação do Ibram/MinC, e pela convidada Adriana Veloso – também jornalista e responsável pela gestão do portal PUC Minas Virtual.

Alguns ‘estudos de caso’ serviram para contextualizar o papel das redes sociais na mobilização social, como a Primavera Árabe e, mais próximo ao mineiros, o caso da ‘praia’ na Praça da Estação em Belo Horizonte.

“Um dos desafios que o Museu do Ouro enfrenta é o uso das redes sociais para a promoção de suas atividades. Daí surgiu a ideia do seminário para envolvermos a comunidade nesta discussão”, explica Isabella Carvalho de Menezes, Técnica em Assuntos Educacionais do museu.

Perfil e sugestões
Professores, educadores da área de inclusão digital, funcionários públicos, estudantes e funcionários do Museu do Ouro compuseram o público que participou dos dois dias do seminário. A totalidade está presente nas redes sociais – 80% deles estão na rede Facebook, por exemplo. Fotos, textos e vídeos são os conteúdos mais consumidos pelo público de Sabará.

Segundo resultado de questionário preeenchido pelos presentes, houve 100% de satisfação em relação à atividade organizada pelo museu. 78% dos participantes conhecem o Museu do Ouro e muitos sugeriram a realização de mais eventos com a participação da comunidade local, como saraus, formação nas áreas de arte e turismo sustentável como estímulo à população para conhecer o Museu do Ouro.

“O seminário foi um momento de troca e acreditamos que haverá desdobramentos importantes a partir dele, seja ao colocarmos em prática o uso das ferramentas, seja pela consolidação de parcerias que brotaram ali durante o evento”, conclui a técnica.

Texto e foto: Ascom/Ibram

Última atualização: 21.5.2012

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days