Museu do Diamante completa 65 anos de criação

Inaugurado em 12 de abril de 1954, o Museu do Diamante foi criado pela Lei Nº 2.200, sancionada pelo então presidente Getúlio Vargas, em acolhimento a projeto do então deputado Juscelino Kubitschek.

Inaugurado em 12 de abril de 1954, o Museu do Diamante foi criado pela Lei Nº 2.200, sancionada pelo então presidente Getúlio Vargas, em acolhimento a projeto do então deputado Juscelino Kubitschek.

O Museu do Diamante, em Diamantina, completa nesta sexta-feira (12) seus 65 anos de criação.

Inaugurado em 12 de abril de 1954, o Museu do Diamante foi criado pela Lei Nº 2.200, sancionada pelo então presidente Getúlio Vargas, em acolhimento a projeto do então deputado Juscelino Kubitschek.

O prédio foi construído em 1749 e foi residência do Inconfidente Padre José de Oliveira e Silva Rolim, um dos principais implicados na chamada Conjuração Mineira de 1789. O imóvel permaneceu em mãos de particulares até 1945, quando foi desapropriado pela União.

Memória da era diamantífera e aurífera

O acervo do museu reúne itens de arte sacra, mobiliário, armaria, transporte, indumentária, tecelagem, mineração e outros objetos, que revelam como se deu a ocupação da região e explicitam a influência histórica da extração de diamantes na economia e no meio social do antigo Distrito de Diamantina e de outras regiões do país.

De acordo com seu Regimento Interno, oficializado este mês, o museu tem como missão a “promoção da história e da memória da indústria da mineração diamantífera e aurífera, por meio da sua influência na conformação urbana, social e cultural de Diamantina e de outras regiões do país, além de estimular a pesquisa, a arte, a cultura e a educação, priorizando a universalidade do acesso dos cidadãos aos bens culturais musealizados que compõem os seus acervos”.

Segurança, conservação e acesso

Situado num dos prédios de maior significado histórico e arquitetônico para a cidade de Diamantina, o Museu do Diamante tem desenvolvido ações importantes voltadas à segurança e conservação de seu edifício e acervo. Também tem garantido o acesso democrático a projetos e ações alinhados com sua missão, como prova o Edital de Seleção Pública “Ocupa Museu do Diamante/Ibram”, aberto até o próximo dia 25.

Para comemorar a data, o museu recebe nesta sexta (12), a partir das 18h, apresentação ao ar livre da Banda Mirim Prefeito Antônio de Carvalho Cruz. Também será lançado selo comemorativo aos 65 anos. O Museu do Diamante está situado na Rua Direita, 14 – Centro, em Diamantina (MG). Saiba mais.

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days