Museu da República inaugura exposição em homenagem a Clarice Lispector

Imagem: Obra de Pedro Gandra para a exposição ‘Somos todos Clarice’, no Museu da República/Ibram.

Obra de Pedro Gandra para a exposição Somos Todos Clarice

Em comemoração à data de nascimento da escritora Clarice Lispector (1920-1977), o Museu da República/Ibram, no Rio de Janeiro (RJ),  inaugura neste sábado (10), a exposição Somos Todos Clarice, na Galeria do Lago.

Com curadoria de Isabel Portella, a exposição reúne o trabalho de mais de 20 artistas do cenário carioca inspirados nos textos da escritora.

São pinturas acrílicas, aquarelas, fotografias e fotomontagens, além de performances e leituras de textos. Na área externa, uma grande instalação montada pelo grupo Aluga-se, composto por dez artistas, vai ocupar o coreto, com móveis e objetos que fazem referência aos poemas de Clarice.

A mostra ficará aberta ao público até o dia 10 de março de 2017. A classificação indicativa é livre e a entrada é franca. O Museu da República fica na Rua do Catete, 153 – Catete. Confira os horários de visitação e saiba como chegar ao Museu da República.

Antiga Vizinha
Clarice Lispector já foi vizinha do Palácio do Catete, que abriga o Museu da República desde 1970. Em 1940, após a morte de seu pai Pedro Lispector, Clarice e sua irmã Elisa se mudam para a residência da irmã Tania, que se casara em 1938 com William Kaufmann, situada à Rua Silveira Martins, na vila chamada de Condomínio Bairro Saavedra, vizinha ao hoje museu. Neste período a escritora, que já havia tido um conto seu publicado em um jornal semanário, estava se dedicando fortemente à escrita.

Texto e foto: Museu da República/Divulgação
Edição: Ascom/Ibram

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days