Museu da República inaugura duas mostras nesta terça (8)

republica_tufoA Galeria do Lago, localizada no Jardim Histórico do Museu da República/Ibram, no Rio de Janeiro, exibirá a partir do dia 8 de setembro a exposição O Grande Tufo de Ervas. Com curadoria de Isabel Sanson Portella, a mostra traz para o interior da Galeria o universo das flores, as folhas, o verde, as cores, as ervas e os matos, revelando infinitas possibilidades para se admirar os jardins.

Para tanto, foram convidados dois artistas – Pedro Varela e Mauro Piva – que pesquisaram e dialogaram com a paisagem e a flora local. Mauro, que teve como partida a obra do alemão Albrecht Durer, O Grande Tufo de Ervas, utiliza desenhos e pinturas indo muito além de um simples exercício de observação da natureza. Mauro não faz uma ilustração botânica, mas uma aproximação cuidadosa, um tratamento quase humanizado das plantas.

Já Pedro Varela, segue um novo caminho misturando pinturas e recortes de papel pintado, além das flores de papel, construindo um universo idealizado que se identifica com o imaginário pré-existente dos trópicos. As pinturas parecem brotar de uma noite escura onde flores e plantas se misturam com outras formas e referências artísticas. Nas palavras do próprio artista “um emaranhado psicodélico-barroco-abstrato”.

A exposição pode ser vista até 17 de outubro, de terça a sexta-feira, das 10h às 12 h e das 13h às 17 h. Aos sábados, domingos e feriados, a visitação pode ser feita das 11h às 18 h. A entrada é franca.

Intervenções Bradesco ArtRio

Intervenção no Jardim do Museu da República

Intervenção no Jardim do Museu da República

O projeto Intervenções Bradesco ArtRio propõe aos visitantes do Museu da República um novo olhar, mais atento, mais criativo sobre esse espaço que é comum a todos. Obras de diversos artistas vão dialogar com a natureza local, interagindo com os visitantes, levando à reflexão sobre o papel das manifestações artísticas no cotidiano de uma cidade frenética. A intenção é fugir da rotina, surpreender, inverter o tempo real em favor do tempo da arte.

18 artistas participam do projeto: Chiara Banfi, Estela Sokol, Carolina Ponte, Suzana Queiroga, Flávio Cerqueira, Dayse Xavier, Andrey Zignatto, Claudia Hersz, Ângelo Venosa, Marcos Cardoso, Marcos Duarte, Felipe Barbosa, Rosana Ricalde, Marcone Moreira, João Loureiro, Jozias Benedicto, Úrsula Taustz e Daniel Tucci.

Nesta terça-feira (8), dia da inauguração, haverá a performance inédita Thespis ou Panikos, do artista Alessandro Sartore, às 16h30. A intervenção fica até o dia 14 de setembro nos Jardins do Museu.

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days