Museu da Inconfidência (MG) prorroga Consciência Negra

Para celebrar o Ano Internacional da Afro-descendência, os 300 anos de elevação à Vila dos Arraiais, que originaram Ouro Preto, e o mês da Consciência Negra (novembro), o Museu da Inconfidência/Ibram prorroga a exposição O Negro na Formação de Vila Rica, Cultura e Religiosidade, que permanecerá em cartaz na Sala Manoel da Costa Athaide, Anexo I, até 19 de fevereiro de 2012. As visitas podem ser feitas das 12h às 18h.

Estão expostas imagens de santos e objetos ligados à cultura afro-descendente, ao sincretismo religioso e ao ofício dos negros na antiga Minas Gerais. As peças pertencem aos museus da Inconfidência, Histórico Nacional (RJ) e Regional de Caeté, bem como Arquidiocese de Mariana e colecionadores particulares de Minas Gerais.

O local está ambientado com a imagem do retábulo da Igreja de Santa Efigênia do Alto da Cruz que, segundo a lenda, foi construída por Chico Rei e a sua tribo recém-alforriada. O caráter marcante da presença do negro, sobretudo na exploração aurífera, rendeu a Vila Rica grande diversidade cultural e religiosa, cujas tradições, ainda nos tempos atuais, são mantidas, difundidas e preservadas. Saiba mais.

Fonte: Divulgação Museu da Incofidência

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days