Museu da Abolição (PE) realiza rodas de diálogo sobre “Exposição em Processo”

Nesta quinta-feira (1º), o Museu da Abolição/Ibram/MinC promove a segunda roda de diálogo para discutir sua Exposição em Processo. A atividade será das 18h às 21h e terá a participação do babalorixá Ivo de Xambá, discutindo o tema Correlação África-Brasil: cultura, língua e religião.

A Exposição em Processo é um projeto inédito no Brasil. Desde 2010, o Museu da Abolição vem construindo, com a participação da sociedade, sua exposição de longa duração, inaugurada em novembro de 2010 e que será revista em novembro deste ano.

O projeto parte do princípio que o museu precisa ser avaliado e reelaborado constantemente para se adequar aos anseios da sociedade, que está, também, em contínua descoberta e reformulação. O processo participativo foi dividido em três etapas: seminário de avaliação, rodas de diálogos e oficina de produção e montagem expográfica.

 A primeira delas, o Seminário de Avaliação, foi realizada dia 18 de agosto e reuniu 31 pessoas, entre ela professores estudantes e representantes religiosos. No evento, a equipe do Museu da Abolição apresentou os resultados da Pesquisa de Satisfação de Público e a estatística de visitação da Exposição em Processo. Em seguida, a coordenadora do setor Educativo e Diretora Interina do Museu, Fabiana Sales, mediou a visita dos participantes do encontro, momento em que todos receberam um questionário de avaliação da exposição.

O encontro foi finalizado com debate sobre as mudanças necessárias na exposição. A plenária sugeriu a criação de dois grupos de trabalho, com a finalidade de pensar e realizar, junto à equipe do MAB, as atividades de revisão das salas 1, 3 e 5.

Além dos grupos de trabalho, que estão definindo quando irão se encontrar, o Museu também promove, até o final de setembro, as rodas de diálogo sobre os temas abordados na exposição. Esta segunda etapa do processo participativo teve início  no dia 25, quando foi abordada a temática África: dos grandes impérios à Contemporaneidade, que contou com a presença de Ismael Tcham (estudante da Guiné Bissau) e do professor Dr. Antônio Mota (UFPE).

 Veja a programação das próximas Rodas de Diálogo:

1º/9
Correlação África Brasil: cultura, língua e religião
Convidado: Ivo de Xambá

8/9
Os processos sociais: escravidão e abolição
Convidado: Prof. Marcos Carvalho

15/09
Movimentos sociais, leis, medidas antirracistas e homofobia
Convidada: Aurenice Lima

22/09
Praticando a museologia: Avaliação da Exposição e Processo e escolha das salas.

29/09
Praticando a Museologia: Tema das salas e propostas.

Horário: sempre das 18h às 21h.
Local: Museu da Abolição (Recife, PE)

Fonte: Ascom/Ibram

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days