Museu da Abolição inaugura exposição Em Processo

O Museu da Abolição (MAB), no Recife, inaugurou no sábado, 20, a exposição Em Processo. Na mesma data em que se comemoa o Dia da Consciência Negra e que se iniciam as festividades para Iemanjá no Recife, o museu consagrou o trabalho desenvolvido com a participação de diversos grupos da comunidade ao longo dos últimos cinco anos.

Ao definir como foco a releitura do tema abolição, a exposição traz, em seus vários ambientes, a história do continente africano, os costumes, cultura e religiosidade do povo afro descendente. Também apresenta, com criatividade, registros de vida de membros da comunidade, em uma exposição que mescla diversos materiais como colagens, fotos, vídeos, elementos religiosos, instrumentos musicais, entre outros. Ao percorrer os espaços, o visitante é provocado a repensar o tema da abolição de forma crítica. Ao mesmo tempo, é convidado a interagir e contribuir com novos elementos, o que traz como resultado uma mostra em processo permanente de releitura e construção.

O museu, que é vinculado ao Ibram/MinC,  está localizado no sobrado grande da Madalena, na rua Benfica, bairro da Madalena. A visitação é de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, e aos sábados, das 14h às 18h.

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days