MNBA abre retrospectiva da artista Anna Letycia com mais de 80 gravuras

Uma artista que moldou sua carreira a partir de expressivos mas sóbrios traços geométricos e cores, Anna Letycia ganha retrospectiva, a partir do dia 17 de julho, no Museu Nacional de Belas Artes/Ibram. A exposição pode ser vista gratuitamente até 9 de setembro no Rio de Janeiro.

A exposição retrospectiva no MNBA vai percorrer meio século de produção de Anna Letycia

Serão exibidas 80 obras em Anna Letycia: gravuras – indo de técnicas como gravura em metal água-tinta e água-forte até relevo e ponta-seca – cuja produção abrange trabalhos do início da década de 1950 até 2008.

Histórico
Gravadora fluminense nascida em Teresópolis, em 1929, o escritor Anibal Machado dizia que de seus trabalhos emanava uma “atmosfera de silêncio”. Já o critico Frederico Moraes apontava “um máximo de despojamento nas obras, uma espécie de minimalismo gráfico, que revela uma sensibilidade muito apurada e uma beleza serena”.

Aluna de mestres da gravura como Oswaldo Goeldi e Iberê Camargo, na década de 1950, a artista dedicou-se ao ensino por mais de 20 anos. Desde 1956, ano de sua primeira exibição, Anna Letycia já realizou dezenas de exposições individuais e participou de outras tantas coletivas ao longo das últimas décadas.

Mais recentemente, realizou a exposição Gravuras de Anna Letycia, no Instituto Tomie Ohtake (SP), e, em 2009, na Caixa Cultural Brasília, seguindo-se mostra no Museu de Arte Aloísio Magalhães no Recife. Saiba mais.

Texto e imagem: Divulgação MNBA/Ibram

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days