Ministro da Cultura visita Museu Lasar Segall em São Paulo

O ministro da Cultura, Roberto Freire, visitou, no sábado (28), o Museu Lasar Segall/Ibram, em São Paulo (SP).

Freire_Segall

Diretor do Museu Lasar Segall (de azul) acompanha o ministro da Cultura durante visita

Ele foi recebido por Marcelo Araújo, presidente do Instituto Brasileiro de Museus (Ibram); Jorge Schwartz, diretor do museu; Marcelo Monzani, chefe da divisão técnica, e o ex-chanceler Celso Lafer, presidente do Conselho Deliberativo do museu.

Roberto Freire visitou o acervo do museu e algumas das obras mais importantes de Lasar Segall, como Navio de Emigrantes (1939-41). O ministro também esteve na sala de cinema, o Cine Segall, que recebeu um grande público no sábado, e na Bilbioteca Jenny Klabin Segall.

Por fim, Freire aproveitou para visitar a exposição temporária Liuba: Esculturas e Relevos, de curadoria de Jorge Schwartz e Marcelo Monzani, em cartaz desde outubro do ano passado – em cartaz até 20 de fevereiro.

A mostra apresenta um conjunto de obras produzidas entre as décadas de 1960 e 1980, com ênfase nos anos 1970. Com exceção da obra escultórica de Lasar Segall, exposta em 1991, é a primeira vez que o museu abre os seus espaços para uma exposição individual e retrospectiva de esculturas.

O museu
Idealizado por Jenny Klabin Segall, viúva do pintor Lasar Segall, o museu foi criado em 1967 por Mauricio Segall e Oscar Klabin Segall, filhos do artista. A instituição está instalada na antiga residência e ateliê do artista, projetados em 1932 por seu concunhado, o arquiteto de origem russa Gregori Warchavchik.

Em 1985, o Museu Lasar Segall foi incorporado à Fundação Nacional Pró-Memória, integrando hoje a rede de museus Ibram.

Texto e foto: Fábio Matos / Ascom-MinC
Edição: Ascom Ibram

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days