Ministra da Cultura participa das comemorações dos 77 anos do MNBA

Nesta segunda-feira (13), a Ministra da Cultura, Marta Suplicy e o presidente do Ibram, Angelo Oswaldo, participaram da celebração dos 77 anos de criação do Museu Nacional de Belas Artes (MNBA), no Rio de Janeiro.

O evento contou com a premiação dos agraciados no Prêmio Quirino Campoforito e com a doação de 205 obras de Portinari ao museu pela Finep – agência vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

O Prêmio Quirino Campoforito é voltado àqueles que contribuíram ou contribuem para o desenvolvimento das artes no país. A cerimônia aconteceu no Salão Nobre do Museu Nacional de Belas Artes e foram agraciados, entre outros, a ministra Marta Suplicy, o presidente do Ibram, Angelo Oswaldo Santos, o cardeal Orani Tempesta, o cônsul da Itália, Mário Panaro e o presidente da Finep, Glauco Arbix.

Durante o evento, Marta Suplicy ressaltou a importância do acervo doado ao Museu: “A doação de obras artísticas aos museus é um ato que tem acontecido no Brasil de forma significante, mas precisa ser praticada mais vezes por colecionadores e artistas para que transforme o ato num hábito brasileiro”, disse a ministra.

Com a oficialização da doação de pinturas a óleo em tela, desenhos em grafite, nanquim bico-de-pena, caneta tinteiro, gravura a água-forte e água-tinta em papel, a coleção passa a fazer parte do acervo do MNBA. Com isso, o museu é detentor do maior acervo público de Portinari, com 243 trabalhos. De acordo com a diretora do Museu de Belas Artes, Mônica Xexéo, a coleção será exposta a partir de maio desse ano.

Presente ao evento, o filho de Portinari, João Cândido, destacou que a importância da doação das obras de arte está, principalmente, no fato de torná-la acessível ao público e, em especial, no Museu Nacional de Belas Artes, que era a casa do artista. Ressaltou também o apoio da ministra Marta Suplicy em tornar o acervo de Portinari patrimônio público para fruição do grande público.

No seu discurso, a ministra salientou ainda uma das ações do MinC, que é a de recuperar os museus e incentivar o público a visitá-los.

Texto: Ascom/MinC

Edição: Ascom/Ibram

Publicado em

Deixe seu comentário

Digite seu comentário
  1. (obrigatório)
  2. (obrigatório e-mail válido)
  3. (obrigatório)
  4. Captcha
 

cforms contact form by delicious:days